segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

Paulinho da Viola é assaltado e atriz escapa de arrastão

O cantor e compositor Paulinho da Viola e a atriz Helena Ranaldi foram vítimas da violência do Rio neste domingo. Os dois chegaram a se encontrar na 16ª Delegacia de Polícia, na Barra da Tijuca, na zona oeste, quando faziam boletins de ocorrência. O sambista foi assaltado por cinco homens armados quando estava saindo de um restaurante na Barra da Tijuca junto com sua esposa Lila Rabello. Os assaltantes levaram a bolsa de Lila e a carteira de Paulinho com documentos, cheques, dinheiro e objetos pessoais, além do veículo do cantor.


Já a atriz escapou de um arrastão na Linha Amarela, que liga a zona oeste à região central do Rio. Helena passou por quatro homens armados que estavam tentando parar os carros. "Meu primeiro movimento foi de parar, mas quando vi que eram apenas pistolas, me abaixei e acelerei o carro", disse a atriz que conseguiu furar o bloqueio dos bandidos graças ao carro blindado.


Marcas de bala ficaram no veículo. "É um absurdo que paguemos impostos altos e não tenhamos segurança suficiente para impedir esta violência que está em todo lugar e já está sendo banalizada pela sociedade. Se eu não tivesse um carro blindado, privilégio de poucos no País por causa do alto custo desta vantagem, eu poderia nem estar aqui agora", reclamou a atriz. Ela ainda relatou que, após se distanciar dos bandidos, chegou a ver um veículo preto passar pelo seu carro bastante depressa, o que a fez imaginar que poderia ter sido um carro roubado num arrastão. Helena foi a única a registrar o arrastão, segundo a polícia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário