sábado, 31 de março de 2012

Encerramento da semana da arvore

DSCF0756

DSCF0753

DSCF0755

Ontem pela manhã estive na Prefeitura Municipal de Sobral para acompanhar o encerramento da Semana da Árvore. O local estava muita bonito, com jardim e canto de pássaros. Muita gente atendeu ao convite e se fizeram presente, além do pessoal da própria prefeitura. O Prefeito Veveu falou de maneira descontraída, saudou pessoas as autoridades e algumas personalidades de Sobral como o Sr. Édson Almeida e o Pe. João Batista Frota e outros presentes, dizendo que eles representavam o caráter da sobralidade do povo desta terra tão amada por ele. Em seguida falou do significado do evento e das ações da prefeitura para melhorar cada vez mais o Meio Ambiente de Sobral, citando inclusive as parcerias com associações comunitárias para que as mesmas venham a cuidar das praças do município. Falou ainda (como fez em todos em que participei) das empresas que estão se instalando em nossa cidade. Depois ofereceu um farto café da manhã a todos os presente, inclusive distribuindo pessoalmente as tapiocas recheadas. Vale apenas ressaltar, estavam muito gostosas.

Acima algumas fotos do evento

Pergunte aos que foram como foi nossa reunião

DSCF0760

É sempre bom reencontrar amigos, principalmente se é para falar de Ufologia. Ontem, apesar dos muitos acontecidos em Sobral, ainda compareceu um bom grupo de pessoas e proporcionaram uma boa reunião, houveram alguns informes sobre a casuística ufológica da região, depois uma conversa sobre assuntos variados, que eram de interesse dos presentes e depois fiz uma exposição sobre o tema da pauta. O tema abordado foi: “Eram os deuses astronautas?” pra ter uma noção de como foi é preciso perguntar a alguém que esteve presente, espero que façam isso. Acima uma foto da maioria dos presentes ao evento.

Agradeço aos que compareceram e de maneira especial à direção do SEBRAE pela acolhida em seu excelente auditório.

Um abraço a todos

Jacinto Pereira

sexta-feira, 30 de março de 2012

Ferreira Aragão critica a saúde pública brasileira

O deputado Ferreira Aragão (PDT) no pequeno espaço de tempo que teve nesta quinta-feira, na Assembleia Legislativa, aproveitou para criticar o atual momento da saúde pública brasileira e o descaso dos planos privados para com seus clientes.

O parlamentar iniciou a sua fala comentando o caso de um cidadão de Juazeiro do Norte que veio à Capital para uma consulta agendada há três meses num hospital público. “O cliente ficou na fila desde 5 horas da manhã para atendimento e mandaram voltar porque o médico não veio. A saúde brasileira é uma vergonha”, disse.

Críticas também foram feitas às operadoras particulares que, segundo Ferreira Aragão, “vivem a maltratar” os usuários. “A situação da saúde no Brasil é um problema sério não só para o pobre, mas para a classe média também, que paga plano caro”, afirmou, ao pontuar que a operadora não paga todos.

Para o pedetista, ninguém se orgulha de ser doente ou quer estar doente, mas na hora em que adoece e necessita de assistência, fica a “ver navios”. E completou: “Alguns planos só cobrem gripes e resfriados. Na hora de uma doença mais séria, o cidadão brasileiro não tem o atendimento que merece”, desabafou.

Ferreira Aragão sugeriu à Comissão de Saúde, presidida pelo deputado Carlomano Marques que fosse realizada uma Audiência Pública para debater esse descaso que atinge a saúde publicada brasileira e, em especial, o estado do Ceará.

Marconi Alves

Assessoria de Imprensa

quinta-feira, 29 de março de 2012

ACIS disponibiliza serviços Serasa Experian para empresas sobralenses

 

A Associação Comercial e Industrial de Sobral firmou parceria com a Associação Comercial do Ceará para juntas disponibilizarem para as empresas sobralenses os serviços da Serasa Experian, maior empresa de pesquisa de crédito do mundo.

Segundo o presidente da ACIS, Carlos Hildo Pompeu, a iniciativa surgiu durante uma das muitas reuniões de diretoria da entidade. Os passos para concretização da parceria foram largos, e desde do último mês de janeiro, um consultor vindo especialmente de Associação Comercial do Ceará já trabalha no corpo a corpo junto ao empresariado local, obtendo excelente aceitação, e efetivando diversas parcerias.

Pelos planos exclusivos oferecidos pela ACIS, as empresas terão maior poder de decisão na hora de conceder crédito a seus clientes, e o que é melhor, pagando somente pelas consultas efetivadas. Segundo Carlos Hildo, qualquer empresa pode solicitar uma visita sem compromisso, bastando apenas agendar a visitação através do telefone (88) 3611.1245 – falar com Patrícia.

ACIS promoverá palestra com Ciro Gomes

 

Terminou a poucos minutos mais uma reunião de sua diretoria e o tema principal tratado e coordenado pelo presidente Carlos Hildo, foi os detalhes finais para a palestra que a Associação Comercial e Industrial de Sobral estará promovendo no dia 19 de Abril no Centro de Convenções de nossa cidade. O palestrante será o Dr. Ciro Ferreira Gomes que discorrerá (entre outras coisas) sobre os efeitos da globalização na economia brasileira e certamente falará das opções que o empresariado nacional terá para não serem alcançados pela crise proveniente dos países da chamada economia central. Será uma boa oportunidade para o empresariado da Região Noroeste do Ceará, conhecer com detalhes o que acontece na economia nacional e vislumbrar saídas positivas para suas empresas.  Para participar como patrocinador, tem que entrar em contato através do telefone 3611 1245 até dia 31 deste. Mas se você quer apenas assistir a palestra, terá que levar duas latas de leite em pó na  ACIS, que está localizada na Rua Dr. João do Monte 744, na Praça do Bosque- Centro- Sobral, a partir da próxima semana,como serão apenas 600 vagas, não deixe de garantir logo a sua participação.

Montadora de motos paranaense terá fábrica em Sobral

Na última terça-feira, dia 27 de março, representantes da empresa paranaense Pro Tork, que produz peças e equipamentos para motocicletas, esteve visitando Sobral interessados em estabelecer aqui, uma nova unidade de produção.

Acompanhados do prefeito Veveu Arruda e do diretor de infraestrutura da ADECE, sobralense Eduardo Neves, o grupo formado por cinco pessoas, entre diretores e técnicos, visitou galpões prevendo uma instalação imediata, além de visitar a área nas margens da BR 222 onde deverá construir sua unidade definitiva. A previsão é de que o processo de implantação seja iniciado já no próximo mês de maio, devendo ser concluído no segundo semestre deste ano.

A Pro Tork será mais uma indústria a fortalecer nosso Município como um polo industrial metalmecânico, somando-se as empresas TAC Motors e Rodomundi, já em processo de implantação.

Do Blog Sobral em Revista

quarta-feira, 28 de março de 2012

Justiça determina que Banco do Nordeste deve afastar advogados contratados sem concurso

 

O juiz da 1ª Vara do Trabalho de Fortaleza, Judicael Sudário de Pinho, proferiu decisão favorável à ação civil pública do Ministério Público do Trabalho (MPT) e determinou o imediato afastamento dos advogados e sociedades de advogados contratados sem realização de concurso público pelo Banco do Nordeste (BNB). O juiz determinou ainda uma multa diária de R$ 10 mil em caso de descumprimento por parte da instituição financeira.
Em 2010, o MPT ajuizou ação civil pública contra o BNB (Processo Nº 1605/2010), pois foram admitidos em seus quadros advogados terceirizados em detrimento de candidatos aprovados em concurso do banco que aguardavam ser convocados. Em atendimento ao pedido do MPT, o julgador determinou o "imediato afastamento dos advogados contratados diretamente ou através de sociedade civil, sem a observância do concurso público, abstendo-se da prática de terceirização de serviços jurídicos." A instituição financeira interpôs um recurso ordinário no Tribunal Regional do Trabalho da 7ª região. Paralelamente, o MPT requereu a execução provisória da sentença, tendo seu pleito deferido pelo juiz Judicael Sudário de Pinho (Processo Nº 173/2012). Ou seja, os profissionais contratados sem concurso devem ser afastados imediatamente mesmo que o mérito da decisão não tenha sido apreciado pela instância superior (o TRT da 7ª Região).
HISTÓRICO - Segundo o procurador do Trabalho, José Parente Vasconcelos Júnior, a ação judicial foi necessária após a direção do BNB ter se recusado a regularizar a situação administrativamente, mediante assinatura de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). O caso foi apurado pelo MPT em procedimento instaurado após recebimento de denúncia de que o Banco mantinha contrato de terceirização de serviços advocatícios, apesar de dispor de lista de aprovados em concurso público com validade para o cargo.
Vasconcelos argumentou, na ação, que o alijamento do direito dos candidatos aprovados em con-curso à nomeação por parte do BNB é recorrente. Em 2006, o Banco havia realizado concorrência para contratação de 148 advogados, ao tempo em que nomeou apenas 130 candidatos aprovados no concurso anterior, cuja validade já expirou. O concurso realizado já em 2010 para o cargo tem 1.164 candidatos aprovados, mas a Instituição mantém mais de 200 prestadores de serviço na área, contratados mediante concorrência realizada desde 2009, com prazo de validade de um ano e prorrogações por até quatro anos, o que ultrapassaria a vigência do mais recente concurso (dois anos de validade com mais dois de prorrogação). “Isso pode causar prejuízos irreparáveis aos aprovados no concurso”, frisa.
O procurador cita que, em audiência, os representantes do BNB alegaram que a nomeação de aprovados no concurso está sujeita às limitações impostas pelo Departamento de Coordenação e Controle das Empresas Estatais (DEST), do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Ainda conforme o procurador, embora tenha sido requisitado pelo MPT, a direção do BNB não apresentou qualquer documento que comprovasse pedido de autorização para nomeação dos candidatos aprovados no concurso, mesmo havendo demanda processual a justificar a contratação dos terceirizados.
“A contratação de pessoal deve-se ater à conveniência e à necessidade do ente público, mas não se admite que a administração se proponha a realizar concurso para preenchimento de cargos, gerando ex-pectativa nos que foram aprovados e, ao mesmo tempo, lance mão de contratações precárias para desen-volver as mesmas atribuições daqueles”, enfatiza.

Minitério Público do Trabalho

MUNICÍPIOS DO CEARÁ RECEBERÃO RECURSOS DO PAC PARA CONSTRUÇÃO DE PRAÇAS

 

O interior do Ceará será beneficiado com a construção de 17 novos espaços para a prática de esportes e cultura. Os projetos estão inseridos no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC 2), na modalidade Comunidade Cidadã e os recursos, que somam mais de R$ 35 milhões, serão repassados pela Caixa Econômica Federal às prefeituras cearenses.

Entre os municípios que serão beneficiados está a cidade de Tauá, que assinou hoje (27), na sede da superintendência regional da Caixa, o contrato que fará a liberação de recursos para a construção de uma praça em terreno de 3 mil metros quadrados. Segundo o prefeito Odilon Aguiar, a praça será construída entre dois bairros de grande fluxo populacional. “Estamos descentralizando a oferta de equipamentos públicos em nosso município. Essa praça será um ótimo espaço de lazer com todo apoio social do município”, explicou. Assinatura contou com a participação do gerente regional de Governo da Caixa, José Ney Monteiro, e do superintendente regional Ricardo Walraven.

O objetivo das Praças de Esportes e Cultura é integrar num mesmo espaço físico, programas e ações culturais, práticas esportivas e de lazer, formação e qualificação para o mercado de trabalho, serviços sócio-assistenciais, políticas de prevenção violência e inclusão digital, de modo a promover a cidadania em territórios de alta vulnerabilidade social das cidades brasileiras.

De acordo com o superintendente Ricardo Walraven, o Governo Federal, por meio da Caixa Econômica, entra com os recursos para a construção das praças e os municípios ficarão responsáveis pela gestão do espaço, como coordenação de oficinas de capacitação, modalidades esportivas, apresentações culturais e de arte. “Essa parceria entre a Caixa e as prefeituras do interior cearense é fundamental. A união das esferas públicas contribuirá para a qualidade de vida das populações beneficiadas”, enfatizou.

Ao todo, foram selecionadas no Brasil, 800 cidades que receberão investimentos semelhantes. Até o momento, 17 prefeituras no interior cearense já contrataram com a Caixa a execução dessas obras (lista abaixo). Após a assinatura dos contratos, as prefeituras passam a iniciar o processo licitatório.

Fortaleza- Na capital, seguindo a mesma linha de recursos, a Prefeitura irá construir três praças (bairros Ancuri, Vicente Pizon e Granja Lisboa) , que juntos somam o montante de R$ 9,2 milhões.

Projeto

Para facilitar a contratação por parte das Prefeituras, o Governo Federal disponibilizou aos municípios três modelos de projeto de referência. Cabe a cada município realizar adaptações no projeto ou elaborar projeto próprio, adequando sua proposta às condições do terreno e às especificidades locais, sem descaracterização do conceito da proposta.

A execução do projeto será administrada pelo município e os valores do repasse serão transferidos pela Caixa de acordo com o cronograma de execução da obra. Vale ressaltar que o Banco realizou a análise técnica de engenharia e do orçamento e custos apresentados em cada projeto apresentado no Ceará.

Grande parte dos projetos que serão executados no interior do estado foi adaptada do modelo de projeto de 3.000 m² . Neste projeto, constam 2 edifícios multiuso, dispostos numa praça de esportes e lazer: CRAS; salas multiuso; biblioteca; telecentro; cineteatro/auditório com 60 lugares; quadra poliesportiva coberta; pista de skate; equipamentos de ginástica; playground e pista de caminhada.

No interior do Ceará, os dezessete municípios cujas contratações já foram realizadas, seguido do montante que será aportado.

Acopiara – R$ 1.975.701,34

Barbalha – R$ 1.955.917,62

Canindé – R$ 2.125.295,28

Caucaia – R$ 2.167.094,61

Crato – R$ 1.922.175,00

Crateús – R$ 1.941.542,51

Horizonte – R$ 1.986.534,23

Iguatu – R$ 1.962.983,15

Itapipoca – R$ 2.701.603,18

Juazeiro do Norte – R$ 1.897.340,21

Maracanaú – R$ 2.410.568,30

Pacajus – R$ 2.676.841,81

Pacatuba – R$ 1.939.718,77

Quixadá – R$ 1.875.617,07

Quixeramobim – R$ 1.963.099,98

Russas – R$ 2.115.382,35

Tauá – R$ 1.997.586,35

Assessoria de Imprensa CAIXA

Regional Norte e Sul do Ceará

(85) 3270-2746

www.caixa.gov.br / @imprensacaixa

terça-feira, 27 de março de 2012

CAIXA ABRE LICITAÇÃO PARA 28 NOVAS LOTÉRICAS NO INTERIOR CEARENSE

 

Neste edital, 24 municípios poderão receber a primeira unidade lotérica

A Caixa Econômica Federal está com inscrições abertas para a licitação de 28 novas casas lotéricas no interior do estado do Ceará (CE). O edital de licitação prevê a seleção de pessoas físicas ou jurídicas para comercializar as loterias administradas pelo banco em regime de Permissão. Ao todo, 28 cidades poderão receber uma unidade lotérica, sendo que em quatro cidades – Aracati, Iguatu, Juazeiro do Norte e Russas – a concorrência será para aumentar o número de lotéricas já existentes. Nos demais municípios (relação abaixo), serão instaladas as primeiras unidades lotéricas.

Toda a documentação e orientações do processo de licitação estão no sítio da CAIXA www.caixa.gov.br, seguindo os passos: “Você - Destaque - Portal de Compras - Licitações instauradas - Fortaleza – Concorrência 1212/2012 ou Concorrência 0647/2012”. Os interessados em oferecer proposta para as cidades de Aracati, Iguatu, Juazeiro do Norte e Russas terão até as 16h, do dia 18 de maio, para entregar os envelopes com a documentação necessária e a proposta de preço. Já os interessados nas demais 24 cidades, terão até as 16h do dia 11 de maio. Em ambos os casos, a documentação deve ser entregue no edifício sede da CAIXA em Fortaleza (Rua Sena Madureira, 800, 16º andar, Centro), por meio de portador ou serviço de postagem.

Os estudos que nortearam a licitação foram baseados em critérios técnicos, dentre os quais se destacam pesquisa de existência de demanda para os produtos lotéricos e necessidades de atendimento, e de distribuição de produtos e serviços financeiros, além de conveniência e oportunidade.

A prioridade ficou com locais desassistidos (de unidades lotéricas) e aqueles com demanda por atendimento superior à capacidade instalada atualmente, sem criar concorrência predatória com as lotéricas já existentes. Por oportunidade, a CAIXA entende a disponibilidade de locais, a possibilidade de novos nichos de mercado e pontos onde haja grande concentração de população que receba benefícios sociais e tenha pouco acesso aos serviços bancários.

Atualmente, a CAIXA conta com uma rede de mais de 11 mil casas lotéricas. No interior do Ceará, existem atualmente 196 unidades lotéricas. Em Fortaleza, são 116 unidades.

Serviços prestados nas casas lotéricas:

- Saques por correntistas da CAIXA e BB

- Depósitos de correntistas da CAIXA

- Consulta de saldo de correntistas da CAIXA e BB

- Saque de FGTS com cartão do cidadão

- Recolhimento de FGTS

- Pagamento de benefícios sociais (INSS, PIS/Abono Salarial, Seguro-Desemprego, Bolsa-Família etc.), com o cartão magnético

- Recebimento de contas de concessionárias de serviços públicos

- Venda de créditos para telefones pré-pagos

- Recebimento de bloquetos de cobrança da CAIXA

- Recebimento de bloquetos de cobrança de outros bancos até a data do vencimento

- Recebimento de depósitos para o Programa Fome Zero

Municípios que receberão a primeira lotérica:

Alcântaras, Altaneira, Ararendá, Aratuba, Arneiroz, Baixio, Ererê, General Sampaio, Granjeiro, Guaramiranga, Ipaporanga, Jati, Miraíma, Moraujo, Mulungu, Pacujá, Palmácia, Penaforte, Pires Ferreira, Potiretama, Quixelô, São João do Jaguaribe, Senador Sá e Umari.

27/03/2012

Assessoria de Imprensa da CAIXA

Regional Norte e Sul do Ceará (CE)

(85) 3270-2746 / 2757

www.caixa.gov.br/imprensa | @imprensaCAIXA

Fortaleza sedia novamente congresso de marketing político

 

 

Após o sucesso da nona edição em 2010, grandes nomes do marketing político voltam à Fortaleza em 2012 para o “10º Congresso Brasileiro de Estratégias Eleitorais e Marketing Político”, que acontecerá nos dias 27 e 28 de abril de 2012, no hotel Oásis Atlântico, na avenida Beira-Mar. O evento traz ao público local e regional a oportunidade de participar de discussões sobre campanhas eleitorais, com a presença de especialistas de renome nacional e internacional, que expõem técnicas e experiências, promovendo o intercâmbio com profissionais de todo o país.

Em paralelo ao congresso, acontece a “9a. Exposição de Produtos e Serviços para Campanhas Eleitorais”, uma feira que visa disponibilizar aos participantes o que há de mais avançado no mercado voltado às eleições. Em 2010, diversas empresas participaram da feira e para esta edição estão confirmadas empresas gráficas, institutos de pesquisa eleitoral, empresas de tecnologia, produtoras de áudio/vídeo e consultorias políticas, dentre outros.

O congresso mais uma vez é promovido pela empresa Marketing Político e Companhia-MP&Cia, com apoio institucional da Associação Brasileira de Consultores Políticos (ABCOP), e coloca Fortaleza como um novo pólo de discussão e debate sobre o marketing político. Segundo Aurizio Freitas, coordenador do evento, “a realização de mais esta edição em Fortaleza é uma prova da consolidação do Marketing Político no nordeste brasileiro e a tendência irreversível de modernização das campanhas eleitorais”.

Com o tema “ABCOP 20 anos: consolidando o marketing político no Brasil”, o congresso de 2012 é também um marco comemorativo da associação iniciada há 20 anos pelo Prof. Carlos Manhanelli. A ABCOP reúne profissionais de todo o Brasil com o objetivo principal de difundir o Marketing Político. Outra missão da instituição é "coibir a ação de pessoas que normalmente surgem no mercado em época de campanhas eleitorais dizendo-se 'experts' em Marketing Político-Eleitoral e desmoralizando o mercado com a aplicação de serviços de qualidade duvidosa" (fonte: www.abcop.com.br).

Durante os dois dias do encontro serão discutidos temas tais como técnicas de comunicação com o eleitorado, jingles eleitorais, uso do rádio, televisão e internet nas campanhas, pesquisas eleitorais, planejamento de campanhas e estratégias jurídicas para as campanhas eleitorais.

A expectativa é de reunir 500 participantes, dentre eles profissionais de marketing e comunicação, candidatos que disputarão as eleições municipais no ano de 2012, representantes de partidos políticos, assessores políticos, imprensa em geral, estudantes universitários de áreas afins e movimentos sociais. Para maiores informações e inscrição no congresso, os interessados devem acessar o endereço eletrônico: www.estrategiaseleitorais.com.br ou manter contato pelos telefones (85)3246-2399, (85)8772-2547 e (85)9606-8117.

Serviço:

10º Congresso Brasileiro de Estratégias Eleitorais e Marketing Político

Data: 27 e 28 de abril

Local: Hotel Oásis Atlântico – Av. Beira-mar, 2500 – Fortaleza/CE.

Contato Assessoria de Comunicação:

Vogal Assessoria de Comunicação

(85)3046-2173

Juliana Bomfim – CE01729JP

juliana@vogalassessoria.com.br

(85)9984-9030/(85)8893-2602

Terminal portuário do Pecém terá investidos R$ 2 bi até 2016

Em seus dez anos de existência o porto fortaleceu a economia do Estado, com perspectivas de alavancar ainda mais o Ceará com a vinda dos projetos estruturantes

O Porto do Pecém completa dez anos de atividades no próximo dia 28. Durante a última década investimentos em sua ampliação e modernização permitiram aumento expressivo na movimentação de cargas. Para o secretário da Secretaria da Infraestrutura (Seinfra), Adail Fontenele, atualmente o porto se prepara para receber os importantes investimentos estruturantes que são a refinaria, a siderúrgica e a ferrovia transnordestina. “O Ceará, graças aos investimentos no porto nos últimos anos está pronto para dar um salto qualitativo e quantitativo na geração de riquezas para o Estado, enchendo de orgulho o Governador e todos que trabalhamos no Governo para que esta realidade tomasse forma”, destaca Adail.

Na última década o terminal portuário ampliou em mais de seis vezes a movimentação de contêineres em relação à registrada em seu primeiro ano de funcionamento, alcançando quase 200 mil TEU`s (medida equivalente a um contêiner de 20 pés de capacidade) no ano passado. O crescimento decorre em boa parte de sua liderança nacional na exportação de frutas e pescados, rumo à consolidação do porto como concentrador de cargas para distribuição aos grandes mercados internacionais, contribuindo para o crescimento econômico do Estado.

A posição ocupada atualmente pelo terminal tem sido garantida pelos investimentos feitos pelo Governo do Estado na melhoria da sua infraestrutura nos últimos seis anos, como o Terminal de Múltiplas Utilidades (TMUT), resultado de um investimento de R$ 420 milhões; de uma correia transportadora de carvão mineral (R$ 156 milhões); e de um descarregador de carvão mineral (R$ 23 milhões), equipamentos que darão suporte aos empreendimentos estruturante que se instalam naquele complexo, como a siderúrgica e a refinaria de petróleo, entre outros.

Até 2016 serão investidos cerca de R$ 2 bilhões no terminal, agregando ainda mais valor ao porto com a implantação de uma nova expansão do terminal portuário, que são a implementação de mais três correias transportadoras, a construção de um bloco de utilidades e de um Terminal Intermodal de Cargas (TIC). “Todo o desenvolvimento do Ceará passará pelo porto pois o equipamento incentiva setores como o da construção civil, comércio, moradia, urbanização, investimento direto e empregos”, destaca Erasmo Pitombeira, diretor-presidente da Companhia de Gestão Portuária do Ceará (Cearáportos).

A Cearáportos, órgão vinculado à Seinfra e que administra o porto, prevê que a movimentação de cargas no terminal continuará crescendo, atingindo 260 mil TEU`s até 2014 e 300 mil TEU`s em 2016, tanto para exportação quanto para importação. No que se refere à movimentação de carga geral o salto previsto é de 6,5 milhões de toneladas em 2014 para 7,1 milhões no mesmo período. Esse crescimento será puxado sobretudo pela implantação da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), a refinaria Premium II da Petrobras, a serem instalados no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP) e a ferrovia Transnordestina.

Nova ampliação

A nova expansão realizada no porto pelo governador Cid Gomes já teve seu processo licitatório concluído, faltando apenas a liberação da licença ambiental para que as obras possam ser iniciadas. Nesse pacote de investimentos, que somarão cerca de R$ 600 milhões, estão incluídos uma nova ponte de acesso de 1.560 metros de extensão por 32 metros de largura, atendendo à demanda gerada pela Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), a refinaria Premium da Petrobras e a ferrovia Transnordestina; dois berços de atracação de navios na linha contínua ao TMUT para atender à exportação de placas de aço a serem produzidas pela siderúrgica; e uma adaptação do atual quebra-mar para que ele se transforme, na parte interna do porto, em rodovia.

Até 2016 será encerrada a última fase da expansão, com a construção de terceiro berço de atracação, visando atender à demanda da siderúrgica em sua plena carga, a execução de mais um novo quebra-mar, de cerca de 2.800 metros, que abrigará mais cinco berços, para atender a todas as demandas da refinaria, bem como de mais dois berços para uso da ferrovia Transnordestina. Até aquele ano estão previstas, ainda, a instalação de ainda mais uma correia transportadora para movimentação de carvão e duas correias para minério de ferro e, ainda, mais um descarregador de carvão e dois descarregadores para minério de ferro.

A perspectiva é que o porto do Pecém torne-se um grande atrativo para os armadores, especialmente com essa perspectiva de aumento dessa atividade com a construção do novo canal do Panamá, que reduzirá o tempo de viagem em 30 dias. Com a construção o porto cearense, devido a sua proximidade com os mercados consumidores do Estados Unidos e Europa e equipamentos, servirá como importante centro de movimentação das mercadorias vindas da Ásia em direção aos mercados citados.

História do Porto do Pecém

Há dez anos o Porto do Pecém foi inicialmente construído para servir aos projetos de uma siderúrgica e de uma refinaria no Estado. Com o atraso na vinda desses investimentos, mas possuidor de vantagens como ser do tipo off-shore, excelente profundidade (17,5 metros) para receber navios de grande calado, estar distante de centros urbanos, possuir acessos rodoviário e ferroviário, ocupar uma posição geográfica privilegiada em relação aos portos da América do Norte, Europa e Ásia, bem como os baixos custos de tarifas, o terminal alcançoé comemorado o dia do cacau e du a liderança na exportação de frutas e pescados. No porto também concentra-se a geração de gás natural, realizada no navio Golar Spirit e que abastece todo o Estado.

Atualmente o Porto do Pecém retorna a seu projeto original, com a implantação de uma refinaria, de uma siderúrgica já em construção no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP) que concentrará, também, uma Zona de Processamento de Exportação (ZPE). O impacto destes projetos estruturantes na Produto Interno Bruto (PIB) será de 4% , além da geração de 50 mil empregos diretos e indiretos.

Professores de Itabaiana realizam manifestação por piso salarial e contra atraso no pagamento

 

O impasse entre os professores da rede municipal e a prefeitura de Itabaiana continua sem solução.
No dia 26 de março, o sindicato dos Trabalhadores em Educação, regional de Itabaiana, realizou uma mobilização de protesto com os professores percorrendo as ruas da cidade em direção à sede da prefeitura Os professores reivindicam o reajuste de seus vencimentos conforme o piso nacional e pagamento de salários atrasados.
O Secretário de Educação do município, Fábio Rodrigues, e a prefeita Eurídice Moreira não se pronunciaram a respeito das reivindicações da categoria.
Os sindicatos da categoria em todo o Estado estão denunciando que um grupo de deputados e governadores está brigando para que o piso tenha um reajuste baseado no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), o que acarretaria em uma diminuição no valor atual. “O piso salarial dos profissionais em Educação é calculado com base no custo-aluno, que se baseia no Fundo de Desenvolvimento Básico da Educação (Fundebe). Além de não respeitarem a Lei do Piso na íntegra, querem mudar a base do reajuste, para reduzir ainda mais os salários”, afirmou uma liderança da categoria.
Os professores de Itabaiana prometem continuar a luta pelo piso salarial e pelo pagamento dos meses em atraso. O setor jurídico do Sindicato está movendo uma ação de cumprimento, sobre o atraso no salário dos professores de Itabaiana, pedindo à Justiça do Trabalho que mande a Prefeitura efetuar o pagamento.
Para o advogado José Ramos, da área trabalhista, os professores devem reivindicar da Prefeitura indenização por danos morais sofridos pela categoria. Segundo ele, o direito de receber salário em dia é protegido pela Constituição que define em seu artigo 7º a proteção constitucional ao salário do trabalhador, constituindo crime sua retenção dolosa. “É notório que o atraso de pagamento de salário pelo empregador causa desorganização na vida financeira do trabalhador, sobretudo da sua família, além de causar a perda ou abalo de seu crédito na praça”, explicou.
www.tribunadovaleonline.blogspot.com

Moradores de Santa Quitéria tem reunião com secretário de segurança

 

 

O coronel Francisco Bezerra, secretário de Segurança do Ceará, deverá receber em seu gabinete, na tarde desta terça-feira, 27, uma comissão formada por moradores, da cidade de Santa Quitéria. O encontro agendado desde o dia 22, deverá cobrar do secretário entre outras reivindicações a implantação do Ronda do Quarteirão, a aquisição de uma viatura da Polícia Civil e o aumento do contingente policial militar.
A população manda um recado: Se os pedidos não for atendido num curto espaço de tempo, outras manifestações acontecerão, com fechamento da cidade.

Postado por WILSON GOMES

Justiça eleitoral condena prefeito e vice de Coreaú

 

O juiz eleitoral da comarca de Coreaú, Hyldon Masters Cavalcante Costa, julgou procedente uma representação eleitoral interposta pelo Ministério Público do Ceará, através do promotor de Justiça Ítalo Sousa Braga, e condenou o prefeito daquele município, Carlos Roner Félix Albuquerque e o vice prefeito, Francisco Gomes Ximenes - ambos pretensos candidatos à reeleição -, por propaganda eleitoral antecipada, bem como o Instituto de Radiodifusão de Desenvolvimento Comunitário de Coreaú (Rádio Princesa do Vale).
Segundo a sentença judicial, Carlos Roner Félix Albuquerque foi condenado ao pagamento de multa no valor de R$ 10 mil e Francisco Gomes Ximenes foi condenado ao pagamento de multa no valor de R$ 9 mil. A Rádio Princesa do Vale também foi condenada ao pagamento de multa no valor de R$ 6 mil, pela realização e divulgação de propaganda eleitoral extemporânea.
De acordo com a fundamentação da decisão, considerados os dois principais vetores a nortearem a proibição do cometimento do ilícito, quais sejam, o funcionamento eficiente e impessoal da máquina administrativa e a igualdade entre os competidores no processo eleitoral, a configuração de propaganda eleitoral antecipada independe da distância temporal entre o ato impugnado e a data das eleições ou das convenções partidárias de escolha dos candidatos.

Manifestação
Portanto, deve ser entendida como propaganda eleitoral antecipada qualquer manifestação que, previamente aos meses anteriores ao pleito e fora das exceções previstas no artigo 36-A da Lei nº 9.504/97, leve ao conhecimento geral, ainda que de forma dissimulada, a candidatura, mesmo que somente postulada, a ação política que se pretende desenvolver ou as razões que levem a inferir que o beneficiário seja o mais apto para a função pública. Conforme o artigo 36, §3º, da Lei nº 9.504/97, a variação do valor da multa tem mínimo de R$ 5 mil e máximo de R$ 25 mil. “A propaganda eleitoral somente é permitida após o dia 5 de julho do ano da eleição.
A violação a este disposto sujeitará o responsável pela divulgação da propaganda e, quando comprovado o seu prévio conhecimento, o beneficiário à multa no valor de R$ 5 mil a R$ 25 mil ou o equivalente ao custo da propaganda, se este for maior.

Postado por pompeumacario

Dia Nacional do Humor Chico Anysio poderá constar no calendário

 

Já foi aprovado pela Comissão de Educação e Cultura da Câmara e agora tramita na Comissão de Constituição e Justiça projeto lei (PL 4137de 2008) que institui no calendário brasileiro o Dia Nacional do Humorista, no dia do nascimento de Chico Anysio, 12 de abril. A proposta é do deputado José Airton (PT-CE) e tramita em caráter conclusivo pelas comissões, não precisando ir à apreciação do plenário.

De acordo com o deputado, a intenção agora é fazer acréscimo ao texto para que o dia se chame Dia Nacional do Humor Chico Anysio. A homenagem não podia levar o nome do humorista antes porque ele ainda era vivo e por isso foi escolhida a data de seu nascimento como referência. A justificativa do deputado José Airton, ainda em 2008, era homenagear os humoristas cearenses através do pai do humor, Chico Anysio.

Ainda segundo o petista, Chico Anysio conquistou o reconhecimento nacional e abriu as portas para a descoberta de diversos talentos, que através de seus programas tiveram oportunidade de divulgar seus personagens humorísticos.

O humorista cearense morreu às 14h52 do dia 23 de março. Ele estava internado no Hospital Samaritano, na Zona Sul do Rio, havia três meses.

www.ptnacamara.com.br

segunda-feira, 26 de março de 2012

TCM faz reunião contra o desmonte

O presidente do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Manuel Veras, vai se reunir nesta segunda-feira, a partir das 9 horas, no auditório do órgão, com prefeitos e dirigentes de câmaras municipais de todas as 184 cidades cearenses. A oportunidade é de alerta para os que lidam com dinheiro público. A ordem, segundo Veras, é prevenir contra o desmonte de alguns que, derrotados nas urnas, podem querer suceatear máquina.

“Vamos oferecer subsídios necessários para os gestores sobre o que pode e, principalmente, sobre o que não pode ser feito no momento da transição do cargo público”, afirma o presidente da Corte, Manoel Veras. Por meio de uma cartilha educativa “bem volumosa”, explica, os gestores serão orientados quanto aos documentos que devem ser transferidos para a gestão seguinte, com transparência.

Além disso, os chefes do Executivo e Legislativo municipais conhecerão as normas do uso e manutenção dos bens públicos, restos a pagar, estoques de materiais, endividamento do município e limite de gasto com pessoal, relativo à lei de responsabilidade fiscal.

domingo, 25 de março de 2012

PREFEITO DECRETA LUTO PELA MORTE DE CHICO ANYSIO

O prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa, decretou três dias de luto oficial no Município, a partir desta sexta-feira, 23 de março, em razão do falecimento do humorista Francisco Anysio de Oliveira Paula Filho, conhecido nacionalmente como Chico Anysio. O Prefeito fez o decreto considerando que o humorista, ator, dublador, escritor, compositor e pintor nasceu em Maranguape, no dia 12 de abril de 1931, sabendo que Maracanaú pertenceu a este Município até o ano de 1983. (JA)

--
Prefeitura de Maracanaú
Assessoria de Comunicação Social
Palácio do Jenipapeiro- Rua 1, s/n
Bairro: Novo Maracanaú
Fone:(85) 3521-5891, (85) 3521-5858
Fax: (85) 3521-5892

Muito obrigado pelo convite

Raça de ovinos Morada Nova caminha para revitalização com apoio da Embrapa

 

O município de Morada Nova, no interior do Ceará, dá nome a uma raça de ovinos altamente adaptados ao semiárido que esteve em risco de extinção, como observou a professora Maria Norma Ribeiro, da UFRPE (Recife - PE), em um estudo demográfico e de características genéticas feito 2009. A pesquisa faz parte de um projeto da Embrapa Caprinos e Ovinos, liderado pelo pesquisador Olivardo Facó que, em parceria com outras unidades da Empresa e universidades, vem atuando na caracterização e melhoramento genético do ovino Morada Nova para restabelecer a importância econômica da raça.

O trabalho já começa a apresentar resultados, que tendem para a revitalização da raça. Houve mudança no comportamento dos criadores, aumento dos rebanhos e, consequentemente, melhoria do índice de variabilidade genética, importante para a conservação dos recursos genéticos, melhoramento genético e adaptação ao meio.

Joaquim Araújo Bezerra havia desistido da criação de ovinos e, com o novo cenário, já se animou: “Estou com 12 animais. Acabo de adquirir uma propriedade de 280 hectares para aumentar meu rebanho. É preciso cuidar das ‘galinhas dos ovos de ouro’”, conta. Exemplo semelhante vem do Sr. Laíres, que já integra a Associação Brasileira de Criadores de Ovinos da Raça Morada Nova (ABMOVA) antes mesmo de formar seu próprio rebanho.

A ABMOVA tem, hoje, mais de 32 associados e inicia discussões sobre como aumentar o número de integrantes. “O criador solitário vai à falência. Já o criador solidário avança. Temos que mudar e trabalhar juntos”, defende o membro Eloi Damaceno, que vê no associativismo uma saída para reduzir custos com sanidade, manejo e reprodução e para fortalecer a cadeia, gerando crescimento econômico do setor e poder de influência em políticas públicas.

Um exemplo é o registro genealógico dos animais, que deixou de ser feito quando o custo foi passado para os produtores. Como solução, o grupo se organizou para receber anualmente, num mesmo período, a inspeção de registro em todas as propriedades. O pagamento pelo serviço, já com o custo total reduzido, passou a ser feito em parcelas mensais, que pesam ainda menos. Outro exemplo é o rodízio de reprodutores. A estratégia vai assegurar o alto índice de variabilidade genética e a qualidade das crias, sem que o criador tenha que investir mais na aquisição de reprodutores com alto padrão.

A recuperação da atividade econômica já reflete no valor de venda dos animais, que ultrapassa 500% de aumento em pouco mais de três anos. A raça também ganha prestígio com a realização da 1ª Exposição Nacional de Ovinos da Raça Morada Nova, programada para o período de 1º a 4 de agosto de 2012. O evento será no Parque de Exposição de Morada Nova, revitalizado há dois anos para receber o teste de desempenho da raça, após 17 anos em mau estado. “Trata-se da realização de um sonho”, afirma o secretário de Agricultura da cidade, Edmundo Araújo, que acompanhou os avanços da ABMOVA. Ele completa: “Por levar o nome do município, a revitalização do ovino Morada Nova reflete na autoestima da população”.

Carolina Rodrigues
MTb 11055-MG
carolina@cnpc.embrapa.br

(88) 3112-7485

OS LIVROS E O DIREITO AUTORAL

 

Por Luiz Carlos Amorim – Escritor e editor – Http://luizcarlosamorim.blogspot.com

E o impasse continua. A nova lei de Direitos Autorais, projeto do Ministério da Cultura que vem se arrastando há anos, volta à baila, agora não mais se atendo à música, como aconteceu há até bem pouco tempo, mas focando a literatura.
A legislação vigente é de 1998 e protege os textos de obras literárias, científicas, conferências, sermões, ilustrações, cartas geográficas, músicas, desenhos, pinturas, esculturas e arte cinética. Não é possível fazer cópias de livros inteiros, apenas capítulos ou páginas, o que não é respeitado, evidentemente, porque os livros que os universitários precisam são muito caros, por exemplo.
A nova proposta da lei de Direitos Autorais, elaborada pelo MinC, já foi disponibilizada à consulta pública, mas está encalhada no Congresso, que precisa aprová-la para passar a valer. Esta nova versão da lei prevê a possibilidade de cópia do livro na íntegra, para “uso privado”, ou seja, a duplicação de uma obra para estudo será legal.
A pirataria não chegou aos livros, ainda, aqui no Brasil, mas a lei pode provocar a sua aparição, temem editores e livreiros. É bem verdade que os livros, por aqui, são muito caros, que nem todo estudante pode comprá-los, mas a pirataria de obras literárias não seria nada bom para os autores brasileiros, que já ganham parcos 10 por cento pelo seu trabalho.
Pirataria de livros, para quem não sabe, é a produção de livros – impressão em fac-simile, digamos assim – para ser vendida como se vende os DVDs de filmes, exemplo. Em outros países isso já existe.
Então finalmente o foco recaiu sobre os livros, mas não há muita esperança de que o estado de coisas atuais mude alguma coisa. A verdade é que a versão digital dos livros – e-books, jornais eletrônicos, internet – não foi contemplada na nova lei.
O livro digital é uma realidade, queiramos ou não. O livro impresso, como o conhecemos até agora vai continuar, ainda, por muito tempo, mas o livro eletrônico está conquistando espaço. De maneira que deveria ser contemplado, também, nessa nova Lei de Direitos Autorais, tão polêmica e tão inócua, antes mesmo de começar a valer. Precisa haver uma regra para que as obras que são veiculadas na internet, por exemplo, não sejam copiadas e usadas indiscriminadamente, sem que as fontes sejam ao menos comunicadas. Urge uma regulamentação mais efetiva nesse sentido.

sexta-feira, 23 de março de 2012

Gostei desta noticia

Bicicleta escolar é a alternativa para chegar à sala de aula em Uruoca

A Prefeitura de Uruoca adquiriu 300 bicicletas através do Programa Caminhos da Escola para os alunos da Zona Rural que moram em localidades onde os veículos escolares não chegam. Além disso, as bicicletas tem impacto zero sobre o meio ambiente e ainda vai ajudar os estudantes a terem uma atividade física saudável.

O mapeamento dos alunos beneficiados foi feito pelos diretores das escolas municipais. As entregas foram feitas nos distritos de Campanário, Paracuá, localidade de Baliza e Sede do município.

Do Blog Sobral em Revista

Parabéns ao prefeito Manoel Conrado pela iniciativa, inteligente e barata. Exemplo a ser seguido por outros municípios da região.

TESTE: "HACKERS DO BEM" DA UNB VIOLAM URNA ELETRÔNICA

 

Estudantes de Computação da UNB durante testes públicos de Segurança do Sistema Eletrônico de Votação do TTSE- O Globo / Givaldo Barbosa

Um grupo de quatro especialistas da Universidade de Brasília (UnB) encontrou uma lacuna na segurança das urnas eletrônicas, em teste promovido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os pesquisadores do Centro de Informática e do Departamento de Computação da UnB conseguiram decifrar códigos da urna e identificaram a ordem dos votos registrados no equipamento. Se o mesmo grupo tivesse em mãos os nomes dos eleitores que votaram na urna, em ordem cronológica, poderia indicar quem votou em que candidato. Com a descoberta, o TSE foi obrigado a criar novos obstáculos para impedir que os dados da urna possam ser descriptografados.

(O Globo)

Do blog Sobral de Prima

quinta-feira, 22 de março de 2012

PREFEITURA DE SOBRAL NO COMBATE A TUBERCULOSE.

 

A Secretaria da Saúde e Ação Social do Município de Sobral, iniciou no dia 20 de março a campanha de controle da Tuberculose em alusão ao dia Mundial da Tuberculose que será comemorado no dia 24 de março.

Sobral, Fortaleza, Caucaia, Maracanaú, Itapipoca, Crato, Juazeiro do Norte e Itapajé, são os municípios do Ceará considerados pelo Ministério da Saúde como prioritários para o controle da doença. Em 2011, foram diagnosticados 146 casos novos de tuberculose em Sobral, dando um coeficiente de incidência de 76,55 casos por 100 mil habitantes e ocorreram três óbitos por Tuberculose.

A Tuberculose é doença infecto-contagiosa causada por uma bactéria que afeta principalmente os pulmões mas também pode ocorrer em outros órgãos do corpo, como ossos, rins e meninges (membranas que envolvem o cérebro) sendo transmitida de pessoa a pessoa através da fala, tosse ou espirro.

A CAMPANHA CONTRA A TUBERCULOSE


A campanha será realizada em todos os Centros de Saúde da Família do município. Dentro da programação, haverá atividades de divulgação dos sinais e sintomas da doença, além de busca ativa de sintomáticos respiratórios para realização da baciloscopia (exame de escarro).

Estas atividades são importantes para eliminação da Tuberculose enquanto problema de saúde pública, pois quando não diagnosticada e tratada corretamente, além de continuar transmitindo a doença, o portador de Tuberculose quase sempre vai a óbito.através da fala, tosse ou espirro.

PARTICIPE, PROCURE O CSF.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Sec. de Saúde – PMS

Do Blog do Bené Fernandes

TCU decide investigar hospitais universitários de todo país

Luciana Lima
Repórter da Agência Brasil

Brasília - O Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu hoje (21) abrir auditorias em hospitais universitários de todo país, para analisar contratos de prestação de serviços. De acordo com o relator da medida, ministro José Jorge, serão investigados pelo menos um hospital em cada estado da federação e no Distrito Federal.

Já no estado do Rio de Janeiro, o alvo das investigações será o Instituto de Pediatria e Puericultura Martagão Gesteira, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), retratado na reportagem exibida no programa Fantástico, da TV Globo, no último domingo (18), que mostrou empresários e representantes de quatro empresas oferecendo propina para prestar serviços para a instituição.
Além do oferecimento de propina, a reportagem também exibiu um esquema de simulação de concorrência entre empresas para burlar licitações.

De acordo com o presidente do TCU, Benjamim Zymler, o setor de inteligência do órgão já está empenhado na investigação das quatro empresas flagradas na reportagem: Bella Vista Refeições Industriais, Locanty Soluções (da área de coleta de lixo), Rufolo Serviços Técnicos e Construções e Toesa Sérvice (locadora de ambulâncias).

"As áreas de inteligência da Segecex (Secretaria Geral e Controle Externo) está levantando dados relativos aos contratos celebrados com as empresas mencionadas na reportagem em tela e daquelas que participaram de licitações com indícios de fraude", comunicou.

Zymler também informou que outras empresas registradas nos nomes dos sócios das empresas citadas e em nome de seus parentes próximos também serão alvos de investigação. O objetivo, de acordo com o presidente, é identificar possíveis "conluios para fraudar licitações”.

"Adicionalmente está sendo apurada a existência de indícios de conluios dessas empresas em processos licitatórios, inclusive no que concerne à participação de empresas pertencentes aos mesmos sócios ou a seus parentes próximos", explicou o presidente.

Edição: Fernando Fraga

quarta-feira, 21 de março de 2012

Escrevendo sobre o óbvio

Esta semana, reconheço, escrevo sobre o óbvio. Estranhamente, no entanto,
nem sempre conseguimos constatá-lo. Algumas coisas são certas na vida já
desde o momento em que nascemos. Talvez a maior dessas constatações seja
que, um dia, vamos morrer. Sabemos disso, mas não pensamos sobre isso da
forma como deveríamos. Olhamos para a morte sempre com medo, como se ela
fosse uma intrusa em nossa vida. E, como ficamos com medo, procuramos nem
pensar sobre o que ela tem para nos ensinar. Vou dividir com vocês algumas
reflexões que andei fazendo sobre o tema.
Admito que aguardo com ansiedade a minha aposentadoria. Ainda demora, mas
é vista por mim como a possibilidade de ter uma vida um pouco mais
tranquila e diferente daquela que estou tendo, por trabalhar
excessivamente e me sentir cansada de tantos afazeres. Nesses meus
devaneios, fiz as contas, e cheguei à conclusão que poderia me aposentar
em torno dos cinquenta e cinco anos. Num primeiro momento, tive vontade de
chorar. Faltavam ainda vários anos e eu gostaria que acontecesse logo.
Compreendam como realmente estava me sentindo cansada. Depois, recobrei a
calma e me resignei com a situação, imaginando que o tempo passaria
rápido, como acontece logo que completamos dezoito anos de idade.
Ocorre que, nas últimas semanas, fui surpreendida com algumas notícias
tristes. Quatro falecimentos. A tia de uma amiga, com sessenta anos. O
irmão de um amigo, com cinquenta e quatro anos. A irmã de uma amiga da
minha mãe, com cinquenta e seis anos. E um amigo, com cinquenta e dois
anos. Sinceramente, perdi o chão. Eu fazia planos, pensando na minha
aposentadoria, quando constatei que poderia nem chegar a me aposentar.
Entrei em estado de choque. Meu Deus, socorro! Corri para a casa da mamãe,
com quase setenta e cinco, que procurava me tranquilizar dizendo para eu
não ser tão pessimista. Lógico que a corrigi, esclarecendo que estava
sendo realista e não pessimista. Pois, quem poderia me assegurar que eu
não iria “abotoar o paletó” antes da aposentadoria?
Apesar do susto que levei, posso dizer a vocês que foi muito bom. Momento
de aprendizado. Veio para reforçar a ideia de que devemos viver o
presente, o hoje, pois é tudo o que realmente temos. Que adianta fazer
planos para daqui dez anos, se nem sabemos se chegaremos lá. Entendam, não
estou querendo ser fatalista, apenas levar a reflexão do óbvio. Se você
tem de perdoar o seu irmão, que seja hoje! Se você pensa em abraçar o seu
filho e lhe dizer o quanto o ama, que seja hoje! Se você quer conhecer
novos lugares, comer o seu doce preferido, afrouxar o nó da gravata, que
seja hoje! Porque o amanhã pode não chegar para alguns de nós. E isso não
é necessariamente ruim, é natural. Previsto desde quando nascemos. Só que
a gente procura não pensar, pois o medo nos paralisa. Ok! Não precisamos
pensar tanto. Mas, que tal mudarmos a nossa postura quanto a como viver o
hoje? Por que empurrarmos a felicidade para amanhã, se podemos escolher
ser felizes agora mesmo? Confesso que já mudei os meus planos. Estou
vivendo hoje!
Maria Regina Canhos Vicentin (e.mail: contato@mariaregina.com.br) é
escritora.

Ferreira Aragão critica fragilidade da segurança no setor bancário

 

O deputado Ferreira Aragão, PDT, criticou na tribuna da Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira, a fragilidade da segurança nos bancos privados de Fortaleza. Para o parlamentar pedetista, o cidadão que sai de casa para realizar uma operação bancária, é alvo dos bandidos que têm facilidade de acesso às agências.

“Não existe a mínima segurança nessas agências bancárias do estado do Ceará. Muitas não possuem o detector de metais, deixando o bandido livre para fazer assaltos no interior dos bancos. O cliente é que sofre diante dessa situação”, colocou Ferreira.

Ao mesmo tempo, o deputado aproveitou para dar os parabéns a todos os policiais que participaram da ação que culminou com a morte de um dos assaltantes e que evitou um derramamento de sangue de pessoas inocentes.

“Temos que aplaudir esses guerreiros, tanto o pessoal do Gate, do Ciopaer, Ronda e todos os que estiveram envolvidos. Meus votos de louvor ao grande trabalho, que pode ser comparado a operações realizadas nas favelas do Rio de Janeiro”, comentou Ferreira Aragão.

Marconi Alves – Assessoria de Imprensa

terça-feira, 20 de março de 2012

A TRADICIONAL FESTA DE SÃO JOSÉ EM PREÁ 2012

 

Banho de mar, forró, paraquedismo, regata e procissão.

Cruz. 19 de março, Dia de São José, Padroeiro do Ceará, feriado estadual. Nesta data, milhares de pessoas visitam a Praia do Preá no município de Cruz para o tradicional banho de mar, participarem da procissão marítima com a imagem de São José, padroeiro da comunidade, assistirem a regata de canoas e se embalarem ao som das bandas de forró que animaram os visitantes.

clip_image002

Este ano, o publico foi estimado em 10.000 pessoas. A praia estava bastante convidativa. Água e areia limpas, o clima bastante agradável, não houve registro de chuva e o menor número de barracas deixou mais espaço para os banhistas.

clip_image004

Cerca de 40 ônibus lotados chegaram de diversas localidades. Pau de araras e automóveis foi estimado em 500 veículos.

clip_image006

As motos apareceram em grande quantidade. Muitos pontos foram destinados à guarda de motos, o que garantiu um dinheirinho a mais para as pessoas da comunidade. A PMUR e a Policia Cidadã fizeram a segurança dos visitantes com bastante êxito. Não houve ocorrências na área de segurança nem da saúde. Muita tranquilidade. O tradicional salto de paraquedistas deu um colorido todo especial no céu do Preá.

clip_image008

Nos pontos de chuveiro, a multidão se aglomerava na disputa por uma garrafa de água doce para retirar o sal ou amenizar o calor nas horas mais quente do dia.

clip_image010

Os catadores de material reciclável aproveitaram para ganhar uma renda extra nestes dias de festa. Na Igreja de São Pedro, foi realizada a Festa Religiosa, com procissão de abertura dia dez e encerramento dia 19 com missão e procissão marítima.

O encerramento ficou por conta dos garis com a árdua missão de colher o lixo deixado pelos banhistas, barracas e restaurantes.

Dr. Lima

São José na Praia do Preá é uma tradição que se fortalece a cada ano

 

A animação pela Festa de São Jose na Praia do Preá começa na viagem até a praia, que é feita em ônibus, automóveis, caminhões e caminhonetas, que chega de todos lugares e cidades da região norte de nosso Ceará. Muitos filhos da terra que moram em outros estados, aproveitam esta data para visitar seus familiares. O transito é totalmente desorganizado durante o evento. Os comerciantes fazem a festa na véspera e no dia 19 de março, o dia do Padroeiro do Ceará, São Jose. O sertanejo e moradores de locais mais distantes trazem seu isopor com bebidas e a comida, para economizar. Os mais religiosos assistem a Missa e participam da procissão que é feita uma parte na terra e outra em canoas no mar, tudo isso acompanhado de cantos e fogos de artifício. Este ano tinha mais gente, mais policiais e ainda muitos carros de som que produziam uma poluição sonora infernal e sem fiscalização. Tinha tanta barraca de comida e bebida que longe se sentia o cheiro do álcool e do óleo queimado. Espetinho de carne mal assada e milho mal cozido, não faltaram na praia. Muito marmanjo feio e muitas moças lindas completavam o cenário da Festa de São Jose na Praia do Preá, só faltou a costumeira chuva, que tanto agrada o agricultor da região, que acredita ser a chuva do Dia de São José a consagração do inverno para o cearense.

DSCF0684DSCF0693DSCF0712DSCF0691DSCF0709DSCF0720DSCF0721

INDIANISMO DE FAUSTO REINAGA

 

Bruno Peron Loureiro

O pensamento europeu, sustentou Fausto Reinaga, provém da mitologia grega, enquanto o do índio tem bases científicas e naturais, de relação mútua e respeitosa com a natureza. Contudo, nem todos aceitariam que a autoridade da ciência não esteve com os pensadores do Velho Mundo (os filósofos gregos, os iluministas, etc) ou que o feérico cultivou-se em lugar diferente do "mundo novo" que Cristóvão Colombo diz ter descoberto.

Fausto Reinaga nasceu em 27 de março de 1906, em Colquechaca, departamento de Potosi, Bolívia. Foi escritor, historiador, filósofo, ensaísta, comprometido politicamente, e, acima de tudo, provocador das elites estabelecidas e das ideologias vigentes.

Conquistou renome como defensor da causa indígena, sobretudo entre as organizações andinas dedicadas aos índios. Falou sem melindre de "raça índia", quando o conceito estava prestes a desaconselhar-se para ceder lugar ao de "etnia".

Reinaga sustentou a reconstrução do "Tawantinsuyu", referência geográfico-cultural que alude aos quatro "suyos" ou divisões territoriais ou macro-províncias que constituíam o império inca. Seus limites abrangiam boa parte da região andina.

Reinaga incomodava-se com o uso do termo "camponês" para referir-se ao "índio", visto que, em sua concepção, aquele apelativo institucional era uma forma de esquivar-se do que realmente eram os nativos antes da ruína e o extermínio que a modernização lhes trouxe. O pensamento índio, segundo Reinaga, salvará a humanidade da catástrofe que os Ocidentais estão dispostos a provocar.

A noção de "indianismo revolucionário" é contrária ao Cristianismo, ao Marxismo e às intervenções (históricas e presentes) estadunidense e europeia na América Latina. O bojo de sua proposta "indianista" situa-se entre a publicação do primeiro livro "Mitayos y yanaconas" (1940) e a do último, "El pensamiento indio" (1991). Criticou, ainda, as ideologias e formas de vida ocidentais, os massacres que a Igreja promoveu. Não lhe faltaram motivações para fundar o "Partido Indio de Bolivia", cujo mecanismo institucional lhe permitiu brigar politicamente pelos ideais indígenas.

A posição ideológica de Reinaga, a despeito de sempre ter o índio como ponto de partida (e de chegada), teve instabilidades que o levaram a aceitar menos os modos de vida exteriores aos de suas comunidades na Bolívia. Viajou ao México para estudar questões agrárias nos anos 1940; logo se exilou mais de um ano em Buenos Aires; mais adiante na década de 1950, frustrou-se com os ideais comunistas após ter feito uma viagem à Rússia a ponto de reconhecer que não são a solução para a questão indígena na Bolívia nem os libertaria da opressão. Propôs algo diferente.

O livro "La revolución india" (1970) é fundamental na fase de construção do "indianismo" no pensamento de Reinaga, condimentado com uma dose de pessimismo em relação à modernização boliviana e críticas mordazes ao que alguns intelectuais propuseram ao país. Reinaga ofereceu oposição ferrenha contra alguns personagens da política nacional boliviana e da intelectualidade deste país (que entregou a Bolívia, segundo Reinaga, à opressão estrangeira), foi crítico do "cholaje blanco-mestizo", gênero de mestiçagem que ocorre na Bolívia e no qual se encobre a identidade indígena em vez de valorizá-la, sustenta Reinaga.

Reinaga defendeu, em seguida, a criação de uma "comunidade amáutica internacional". A referência que faz é a uma grande comunidade indígena cujo pensamento se contraporia ao dos "grandes" filósofos que segregaram o homem da "Pacha Mama" - a Mãe Natureza - em vez de uni-lo a ela. Voltamos à "mitologia" à qual Reinaga associou o pensamento europeu.

Há que entender a situação boliviana, hoje uma ilha de refúgio indígena em meio à caçada dizimadora que se perpetrou contra os nativos dos países vizinhos. Reinaga não se contentaria enquanto o movimento "amáutico" não transcendesse as fronteiras bolivianas e se equiparasse ao que foi o "Tawantinsuyu", apesar da variedade étnica dos ameríndios e da própria noção destruidora que um império implica.

Fausto Reinaga faleceu em 19 de agosto de 1994. Por que vigora seu pensamento? Ele nos fez repensar sobre uma das raízes da configuração identitária atual da América Latina, a indígena, a ponto de questionar a viabilidade desta modernidade que nos anula - em vez de fomentar - a liberdade e ainda cerceia nosso direito de usufruir de vida digna, solidariedade e respeito à diversidade livre dos fanatismos homicidas.

http://www.brunoperon.com.br

sábado, 17 de março de 2012

Programa Mães Paulistanas

Faz parte da cultura política nacional a preocupação de cada governo deixar sua gestão com uma marca registrada. Inicia-se com medidas nada significativas. A maioria modifica as cores de órgãos e carros públicos. Outros criam slogan e símbolos próprios. Geram gastos por coisas sem nenhuma relevância para a sociedade. Mas todos tentam marcar mesmo a gestão com grandiosos projetos sociais ou obras. Tudo isso vem acompanhado de forte marketing para a fixação no imaginário popular.

Na atual gestão da capital de São Paulo circulam campanhas publicitárias na televisão sobre uma série de ações do que nunca existiu na história da cidade e que agora existe. Dentre essas exclusividades, o programa Mães Paulistanas aponta a quantidade de consultas pré-natais realizadas, bem como a doação de um enxoval às mães carentes. Trata-se de mais um incentivo explícito às jovens que engravidam sem planejamento. Além disso, a propaganda da doação não vem acompanhada de um alerta sobre a necessidade de se adquirir condições materiais para cuidar do bebê. A doação de um enxoval se configura superficial por trazer um benefício apenas no momento do parto. Não leva em conta que, depois, existe toda uma vida a ser cuidada, com consequências sociais.

Toda medida que tratar da constituição de família deveria vir sempre acompanhada de cobrança de responsabilidade. Nunca se coloca claramente que, para se ter filho, antes, deve haver planejamento, aquisição das condições financeiras mínimas para alimentação, saúde e educação, além da preparação psicológica dos pais.

Deveria fornecer gratuitamente preservativos em toda a rede municipal. Também seria viável esclarecer as exigências e o procedimento para a realização de laqueadura de trompas e vasectomia e quais hospitais públicos realizariam essas cirurgias. Além disso, deveria manter parcerias com clubes e com toda entidade representativa da juventude para o repasse de informações constantes sobre os métodos de contracepção.

Ter filho praticamente é um desejo intrínseco de quase todos. Mas seria hipocrisia falar de muitos filhos sem associação à classe social. As maiores famílias estão predominante em bairros pobres e em favelas. Não raro a televisão mostra casais ou mães nas ruas com cinco, oito, dez filhos, depois da retomada de terrenos invadidos ou após grandes incêndios. Porém, o mais estarrecedor é o número de gravidezes precoces entre jovens de 10, isso mesmo, dez, e 19 anos chegar aos milhares anualmente.

Uma jovem grávida não é um problema por si só. Passa a ser quando esse número chega aos milhares de gravidezes indesejadas e sem nenhum planejamento. Há uma cultura disseminada de encarar uma gestação como se fosse uma coisa de menor importância, de foro íntimo, meramente subjetivo. Não é. Dela resulta uma vida que requer condições financeiras para ser cuidada com dignidade e conforto. E aí está a gravidade de anunciar doação aleatória de enxovais sem nenhuma contrapartida. A pretexto de beneficiar um segmento, a prefeitura de São Paulo faz um mal a toda sociedade; mal reiterado pela omissão permanente de todos os prefeitos, governos estaduais e federal.

Pedro Cardoso da Costa – Interlagos/SP

Bacharel em direito

A afeição dos animais


Outro dia aconteceu um fato curioso no local onde trabalho. Havia uma mãe
com seus dois filhos pequenos. O bebê ficava no carrinho, escoltado pelo
cachorro da família. Durante o atendimento despencou uma chuva danada e,
mesmo após o término da entrevista, a água continuava a cair. O jeito foi
a mulher ir embora com o auxílio de uma sombrinha logo que a chuva
diminuiu, deixando o carrinho para pegá-lo oportunamente. Acontece que o
cão, alheio a tudo o que se passou, continuou montando guarda ao lado do
carrinho do bebê. Ninguém podia se aproximar. E assim ele ficou uma noite
e um dia inteiros, sem comer ou beber nada, até que a dona voltou para
buscar o carrinho. Inúmeros funcionários ficaram surpresos com a dedicação
do cãozinho. O zelo provavelmente correspondia àquele que teria com sua
própria cria. Sem dúvida, ele despertou a admiração de muitos que por ali
passaram.
Creio que o espanto maior ficou por conta de sabermos existirem pessoas
muito mais relapsas e desleixadas, incapazes de cuidar dos próprios filhos
e afazeres, assim como serem leais diante de seus compromissos assumidos.
O cão acabou revelando melhor postura que muitas pessoas, sem dúvida
alguma. Essa constatação pode ser chocante dependendo da forma como a
enxergamos. Mostra que a programação a que estamos sujeitos atualmente
parece alterar até mesmo nossas bases instintivas de preservação da
espécie. O natural é cuidar, o antinatural é eliminar. Muitos eliminam
seus semelhantes, quer efetivamente dando fim à vida deles quer
simplesmente abandonando-os à própria sorte. Nossos abrigos para crianças
e adolescentes mostram isso. O número de indigentes e mendigos nas praças
e viadutos também. Inúmeros idosos instalados em casas de repouso e asilos
não recebem quaisquer visitas. Talvez tenhamos perdido o senso de
acolhimento e, nesse sentido, alguns animais parecem apresentar maior
afeição que algumas pessoas.
O que fazer diante dessa frieza? Acaso estamos verdadeiramente preparados
para conviver com a indiferença? Como dar o que nunca recebemos? Quem não
é cuidado e amado pode desenvolver a capacidade de cuidar e amar? São
questionamentos que devemos fazer de vez em quando, pois estamos formando
um novo tipo de indivíduo. Frio, indiferente, distante, descompromissado,
destituído da capacidade de estabelecer vínculos afetivos. Dessa forma,
realmente existem muitos animais que expressam maior afetividade e
compromisso com a família adotiva.
Involuntariamente, acabo me lembrando de uma célebre frase pronunciada
anos atrás por Rui Barbosa, “quanto mais conheço os homens mais admiro os
cães”. Penso que ele já havia constatado no passado algo que em breve
todos poderemos constatar, principalmente se não houver uma rápida mudança
em nossa forma de acolher o próximo, seja ele nosso pai, nosso filho,
nosso vizinho, ou apenas um ilustre desconhecido.
Maria Regina Canhos Vicentin (e.mail: contato@mariaregina.com.br) é
escritora.
Acesse o site da autora: www.mariaregina.com.br.

sexta-feira, 16 de março de 2012

Sobral realiza Semana de Luta Contra a Tuberculose

 

A Secretaria de saúde e Ação Social realizará no período de 19 a 30 de março a campanha de controle da Tuberculose em alusão a dia Mundial da Tuberculose que será comemorado no dia 24 de março.

Sobral, Fortaleza, Caucaia, Maracanaú, Itapipoca, Crato, Juazeiro do Norte e Itapajé são os municípios do Ceará considerados pelo Ministério da Saúde como prioritários para o controle da doença. Em 2011, foram diagnosticados 146 casos novos de tuberculose em Sobral, dando um coeficiente de incidência de 76,55 casos por 100 mil habitantes e ocorreram três óbitos por Tuberculose.

Por Rubens Lima

Relator confirma acordo internacional e Lei da Copa manterá venda de bebida

 

O relator da Lei Geral da Copa (PL 2330/11), deputado Vicente Cândido (PT-SP), afirmou ontem que a venda de bebida alcoólica nos estádios durante a Copa de 2014 vai fazer parte do texto da Lei da Copa que será votado na Câmara. Segundo o petista, as dúvidas sobre o assunto foram sanadas, e a matéria poderá ser apreciada já na próxima quarta-feira (21).

“Houve uma interpretação equivocada da assessoria jurídica da Casa Civil, que induziu o governo a dizer que a venda de bebida nos estádios durante a Copa de 2014 não faria parte do acordo com a Fifa para a realização do evento. Mas esse compromisso existe, apesar da reviravolta nas negociações. E existe a possibilidade de essa matéria ser votada no plenário na próxima quarta. Mas será preciso tomar muito cafezinho e conversar bastante até lá”, alertou Cândido.

O relator ponderou que os deputados terão responsabilidade em aprovar uma Lei que representa um compromisso internacional assumido pelo País. “Não conheço aqui na Câmara nenhuma derrota de acordo ou tratado internacional assumido por um presidente da República, em nome do País. O acordo com a Fifa, em que pese tratar-se de uma entidade privada, também equivale a um acordo internacional com tanto ou mais repercussão que muito outros votados aqui na Casa”, defendeu.

www.ptnacamara.com.br

refeito mobiliza São Francisco de Paula, RS, para 'fim do mundo'

 

 

Prefeito mobiliza São Francisco de Paula, RS, para 'fim do mundo'

Apesar de não ser posição oficial, prefeito orienta a estocar comida.
Segundo ele, já há quem procure o município para morar.

14/03/2012

___________________________________________________________________________________

Vinicius Rebello Do G1 RS

Prefeito de São francisco de Paula: Décio Antônio Colla (PT) (Foto: Cleiton Thiele, Especial)


Prefeito de São Francisco de Paula estuda o futuro do planeta (Foto: Cleiton Thiele/Agência RBS)


Localizada 907 metros acima do nível do mar, a cidade de São Francisco de Paula, a 112 quilômetros de Porto Alegre, pode atrair mais do que os turistas que visitam a região para curtir o frio e as belas paisagens. Para o prefeito Décio Colla, pela altitude a cidade está preparada para receber pessoas que tentam se proteger de possíveis desastres naturais relacionados ao dia 21 de dezembro de 2012. De acordo com o calendário Maia, a data marca o fim de um ciclo de 5.125 anos. Para os mais catastrofistas, o encerramento do período poderia significar o "fim do mundo", com terremotos, tsunamis e enchentes por todo o planeta.

São Francisco de Paula fica 907 acima do nível do mar (Foto: Secretaria de Turismo de São Francisco de Paula/Divulgação)


São Francisco de Paula fica 907 acima do nível do
mar (Foto: Secretaria de Turismo de São Francisco
de Paula/Divulgação)


Há dois anos, Colla se aprofunda em teorias da geofísica e da astrofísica, além de estudos encontrados na internet. Ele afirma que países de primeiro mundo estão se preparando para possíveis catástrofes, enquanto o Brasil ficou de fora. "Não podemos ficar sentados chupando sorvete e esperando acontecer alguma coisa. Temos de agir", disse o prefeito, que tem 67 anos, ao G1.


Segundo ele, o município já recebe novos moradores que temem ver confirmada a profecia dos maias, apesar de ainda não saber informar o número de pessoas. Se pudesse, o homem que administra o município garante que já teria adotado medidas prevenindo a população. "Como homem público, fica difícil fazer alguma coisa no momento. Não posso nem estocar a merenda escolar, pois tenho que apresentar as contas zeradas no final de cada mês."

"Mesmo quem não acredita, deve estar preparado. Há inúmeros fatores que levam a gente a pensar que isto pode se confirmar. Em outros países já existe esta preocupação, menos no Brasil. Não estamos nem aí sobre estas explosões solares que atingem nosso planeta", alertou.

Comerciante Luiz Henrique Valim montou um estoque capaz de alimentar 50 pessoas por um ano (Foto: Cleiton Thiele/Agência RBS)


Comerciante Luiz Henrique Valim montou um
estoque capaz de alimentar 50 pessoas por um ano
(Foto: Cleiton Thiele/Agência RBS)


Apesar de não ser uma postura oficial do município, a orientação que o prefeito passa aos moradores é que mantenham em casa sempre uma reserva considerável de sal, arroz, feijão e água. Ele lembra que, em grandes desastres, produtos e serviços desaparecem, deixando a população sem condições de sobrevivência. "Na minha casa, vou estar preparado para ficar de dois a três meses sem serviço nenhum. Pelo menos um mingauzinho eu vou ter para comer", garantiu.

Comerciante estoca mantimentos
Comerciante no município, Luiz Henrique Valim é um exemplo de morador que já toma medidas caso alguma catástrofe realmente aconteça. Em casa, ele afirma ter um estoque capaz de alimentar 50 pessoas por um ano. Segundo ele, são 108 quilos de arroz, 40 de feijão, 108 metros de tecido, entre outras coisas.

Além de prefeito de São Francisco de Paula, Décio Colla também é médico e trabalha em hospitais da região serrana do estado. Para ele, estas explosões solares que atingem a Terra podem ser um indício de que o planeta está entrando em uma nova fase. "Os biofísicos sabem que todo nosso sistema planetário está se transformando. Com estas mudanças, é possível sim que ocorram estes desastres naturais."

Por estar muito acima do nível do mar, é muito difícil que um tsunami alcance a Serra do Rio Grande do Sul. Mesmo assim, o prefeito diz que a região não está livre do perigo. "O que pode atingir a Serra são tremores, tempestades, coisas desta natureza. De qualquer forma, temos de estar preparados", afirma. "É claro que cada um toma a sua decisão. O que eu quero é ter a consciência tranquila, porque se eu tenho uma série de informações, tenho que repassá-las", completou.

Do Portal dos Anjos

quinta-feira, 15 de março de 2012

TSE proíbe uso de Twitter antes de início da campanha

Agência O Globo

BRASÍLIA - Os candidatos que irão concorrer a cargos na eleição municipal deste ano não poderão usar suas contas no site de microblog, o Twitter, antes do início oficial da campanha, em 5 de julho. As inserções que fizeram poderão ser consideradas campanha eleitoral antes do período, e eles poderão ser punidos dentro da lei eleitoral. A decisão foi votada nesta quinta-feira pela Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

De acordo com a decisão, casos de abuso antes desse período, quando começam também inserções das campanhas em rádio e televisão, serão avaliadas individualmente.

Segundo a decisão do TSE, os outros candidatos que sentirem que seus oponentes feriram as regras do período anterior à campanha com comentários em suas contas do Twitter deverão entrar com ação na justiça eleitoral.

Guarany, tanto apanha como dão nele

Li no blog do companheiro radialista Wilson Gomes que o Guarany de Sobral perdeu para o Crateús em casa no Juncão, sob o olhara de uma torcida pagante de apenas 702 pessoas. Que vergonha! Esses torcedores do Cacique são como os brasileiros que não desistem nunca. Ô torcedorzinho pra gostar de apanhar!

Projeto do deputado Ferreira Aragão favorece proprietários de veículos

 

O deputado Ferreira Aragão, PDT-Ce, apresentou mais um projeto na Assembleia Legislativa que prevê a obrigatoriedade por parte da Secretaria de Segurança Publica e Defesa da Cidadania a disponibilizar por meio da internet, informações relativas aos veículos automotores recuperados pela Polícia, que tenham sido objeto de furto ou roubo.

Para o parlamentar pedetista, esse projeto é importante, uma vez que parte dos proprietários dos veículos recuperados pela Polícia não têm informação sobre o ocorrido, haja vista a dificuldade de sua localização por parte da PM.

“Isso acontece por que nem sempre a recuperação do veículo é imediata, e no lapso de tempo entre a edição do Boletim de Ocorrência e a efetiva recuperação do veículo, ocorrem mudanças de telefone e até de endereço do proprietário notificante”, explicou Ferreira Aragão.

A medida ainda visa facilitar o trabalho de nossa polícia judiciária, evitando o armazenamento de veículos nos pátios das Delegacias de nosso Estado, agilizando o processo de devolução dos mesmos aos seus proprietários. (Assessoria de Imprensa)

LIVROS PARA DIFICIENTES VISUAIS

 

Por Luiz Carlos Amorim – Escritor – Http://luizcarlosamorim.blogspot.com

Numa iniciativa pioneira, aqui em Santa Catarina, uma editora de Blumenau publicou uma antologia com contos de autores da terra, com uma característica singular e muito importante ao mesmo tempo: o livro está em braile. É um livro para deficientes visuais, coisa que poucas de nossas bibliotecas têm para oferecer a um público tão carente de opções de leitura.

Lembrei disso, porque acabo de ver uma notícia na televisão que me dá conta de que a Fundação Dorina Nowil para Cegos, com sede sem São Paulo, distribuirá, gratuitamente, até o fim deste mês de março, trinta e cinco mil livros em braile para bibliotecas públicas e associações de assistência a deficientes visuais. São dez títulos diferentes, mas não trazem apenas os textos impressos em braile, eles têm um diferencial bastante atrativo: eles trazem ilustrações que podem ser “vistas” pelos leitores cegos, pois vêm com descrição também em braile.

Não é interessante? As crianças vão ler o livro e poderão “ver” as ilustrações. É um avanço, para nós, brasileiros, pois até aqui, apenas nove por cento das nossas bibliotecas tinham, em seu acervo, livros para cegos. As bibliotecas públicas e de associações receberão, cada uma, sete livros dos dez publicados, o que já é uma grande coisa, pois todas deverão ter esses livros e as crianças e deficientes visuais de qualquer ponto do país poderão ler as obras.

A Fundação Dorina Nowil tem a maior gráfica para deficientes visuais da América e, segundo a matéria que foi ao ar, os livros serão distribuídos de graça. Iniciativa que merece todo o nosso respeito e consideração, o nosso aplauso, pois mostra que é possível fazer alguma coisa pela educação no Brasil, tão relegada ao esquecimento, à falência, mesmo, nos últimos tempos. É possível fazer alguma coisa para oferecer cultura ao deficiente visual. Isso é inclusão social.

Fui saber mais sobre o trabalho fantástico da Fundação, fui procurar saber como alguém pode fazer um trabalho tão importante e oferecê-lo graciosamente ao consumidor final, e olhem o que descobri: “Organização sem fins lucrativos e de caráter filantrópico, ao longo de 66 anos a Fundação Dorina Nowill para Cegos produziu mais de seis mil títulos e dois milhões de volumes impressos em braille. A instituição produziu ainda mais de 1.600 obras em áudio e cerca de outros 900 títulos digitais acessíveis. Além disto, mais de 17.000 pessoas foram atendidas nos serviços de clínica de visão subnormal, reabilitação e educação especial.” Vida longa para a Fundação. E um bom futuro com leitura para os deficientes visuais de todo o Brasil.

**********************

Sobre o autor: Luiz Carlos Amorim é Coordenador do Grupo Literário A ILHA em SC, com 31 anos de atividades e editor das Edições A ILHA, que publicam as revistas Suplemento LIterário A ILHA e Mirandum (Confraria de Quintana), além de mais de 50 livros.
Foi eleito a Personalidade Literária de 2011 pela Academia Catarinense de Letras e Artes e ocupa a cadeira 19 da Academia Sul Brasileira de Letras.
Editor de conteúdo do portal PROSA, POESIA & CIA. e autor de 27 livros de crônicas, contos e poemas, três deles publicados no exterior. Colaborador de revistas e jornais no Brasil e exterior – tem trabalhos publicados na Índia, Rússia, Grécia, Estados Unidos, Portugal, Espanha, Cuba, Argentina, Uruguai, Inglaterra, Espanha, Itália, Cabo Verde e outros, e obras traduzidas para o inglês, espanhol, bengalês, grego, russo, italiano -, além de colaborar com vários portais de informação e cultura na Internet, como Rio Total, Telescópio, Cronópios, Alla de Cuervo, Usina de Letras, etc.

Leia o blog Crônica do Dia, em
Http://luizcarlosamorim.blogspot.com