terça-feira, 31 de julho de 2012

CONCURSO VALORIZA BELEZAS NATURAIS

 

A Prefeitura de Maracanaú, por meio da Secretaria do Meio Ambiente - Semam, está com inscrições abertas ao 1° Concurso de Fotografia com o tema “Belezas Naturais de Maracanaú: Não destrua, fotografe!”. O concurso é aberto a fotógrafos amadores e profissionais de todas as idades, residentes em Maracanaú. Poderão ser fotografadas apenas as belezas naturais do Município. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail belezasdemaracanau@hotmail.comEste endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo, com nome, comprovante de endereço e fotografia no formato 'JPEG' em anexo. Serão escolhidas 25 fotos e três serão premiadas. A premiação é: notebook (1° e 2° colocados) e máquina fotográfica (3° colocado). As fotos selecionadas irão participar da “Exposição Belezas Naturais de Maracanaú”. As inscrições podem ser realizadas até 15 de agosto e o resultado será divulgado no dia 31 do mesmo mês. Mais informações pelo telefone 3521.5173. (AF)

Repassando

image001

Pai, quando o homem se torna um semideus...

 

Agindo na esfera dos instintos, que o restringe à condição biológica, o indivíduo vive no deserto de suas realizações e segue errante pela vida. Do ócio pernicioso às disputas ferrenhas que lhe petrificam o coração, este ser vai desperdiçando seu potencial na trilha das ilusões projetadas pelos vícios de todas as espécies. E nessa rota, – os ideais da juventude se declinam com o sol do final do dia –. Os que têm a coragem de olhar para dentro de si e conjeturar sobre o sentido de viver, descobrem uma imagem que reflete duas criaturas numa só: – o gigante e o pigmeu –. E, entre esses hemisférios, uma longa jornada se apresenta.

Na figura do pai-de-família Jesus encontra o melhor modelo para falar de bondade e perdão. Ao assumir esse posto, o homem transforma sua vida. Apesar de todas as vicissitudes, seu espírito ganha força e poder. Seus hábitos, experiências e ensinamentos, se projetarão no amanhã. A imagem de sua personalidade se cunhará nas mentes de seus filhos, configurando-se em cenas alegres e tristes de um filme que, do mesmo modo, protagonizarão. A grandeza de suas ações, bem como suas falhas e distorções, serão lidas com o passar dos anos, que se encarregará de depurar as fraquezas do homem-nanico a caminho do homem-pleno. No exemplo do filho pródigo* que, arrependido retorna ao lar, e é acolhido sem ressentimentos, o amor paterno transcende o bem e o mal, enxergando os entes como – pássaros que desconhecem suas próprias asas... Nesse estado de alma o pai se torna um mestre, um santo, enfim, um semideus...

*Parábola do filho pródigo-Lucas 15,11

Por: João. Antônio Séspedes

Licenciado em filosofia

www.outonos.com.br

Demanda doméstica cresce 11% em junho

Brasília, 31 de julho de 2012 – A demanda doméstica do transporte aéreo de passageiros (passageiros-quilômetros pagos transportados – RPK*) cresceu 11% em junho de 2012 quando comparada com o mesmo mês de 2011. A demanda acumulada nos seis primeiros meses de 2012 apresentou crescimento de 7% em relação ao mesmo período de 2011.

Participação de Mercado (Market Share) doméstico - A participação das empresas de menor porte no mercado doméstico cresceu 33% no primeiro semestre de 2012, passando de 19,77% para 26,22%. Na comparação de junho de 2011 com junho de 2012, a participação dessas companhias foi de 21,09% para 25,83%, o que representa um aumento de 22% nessa participação. Entre as empresas que apresentaram participação no mercado doméstico superior a 1% (em RPK*), Avianca e Trip tiveram as maiores taxas de crescimento da demanda, da ordem de 88% e 58,83%, respectivamente, em junho de 2012 em relação a junho de 2011, enquanto TAM registrou aumento de 9,47% e a GOL redução de 0,85% no mesmo período. Entre as seis empresas com participação no mercado doméstico superior a 1% em passageiros por quilômetro transportado (RPK*), TRIP e Avianca registraram o maior crescimento em junho, quando comparadas com o mesmo mês de 2011. A participação da Azul aumentou de 8,56% para 10,17% e a da Avianca saltou de 2,95% para 4,98%. TAM e GOL lideraram o mercado doméstico em junho de 2012, em RPK*, com 41,05% e 33,12%, respectivamente. No acumulado dos primeiros seis meses de 2012, a participação das duas empresas alcançou 39,67% e de 34,11%, respectivamente. A soma do market share das líderes em junho de 2012 (74,17%) registrou decréscimo de 6% em relação ao mesmo mês de 2011, quando essas empresas juntas somavam 78,91% de participação.

Oferta doméstica - A oferta (assentos-quilômetros oferecidos – ASK**) no mercado doméstico apresentou crescimento de 4,30% em junho passado em relação a junho de 2011. Nos primeiros seis meses do ano, o crescimento foi de 8,46% também na comparação com o mesmo período do ano passado. O resultado de julho de 2012 representou o maior nível de oferta e de demanda do transporte aéreo doméstico para o mês de junho desde o início da série, em 2000.

Ocupação no mercado doméstico – A Taxa de ocupação dos voos domésticos de passageiros (RPK*/ASK**) foi de 72,63% em junho de 2012, contra 68,06% em junho de 2011, o que representou um aumento de 6,71%. No acumulado dos primeiros seis meses de 2012, houve uma diminuição de 1% quando comparada ao mesmo período de 2011. Entre as seis empresas que apresentaram participação no mercado doméstico superior a 1% (em RPK*), as maiores taxas de ocupação em junho de 2012 foram alcançadas por Azul e Avianca, com 79,07% e 76,96%, respectivamente.

Demanda e oferta no transporte aéreo internacional - A demanda do transporte aéreo internacional de passageiros cresceu 3,11% em junho de 2012 em relação a junho de 2011. A oferta registrou aumento de 1,01% no mesmo período. De janeiro a junho de 2012, a demanda registrou aumento de 1,15% e a oferta diminuiu 1,87% quando comparadas com o mesmo período de 2011.

Participação de Mercado (Market Share) no transporte aéreo internacional – A TAM, com 90,37%, e a GOL, com 9,63%, representaram quase a totalidade da participação das empresas brasileiras no transporte aéreo internacional de passageiros em junho de 2012. A TAM registrou um aumento na sua participação em relação ao mesmo mês de 2011, da ordem de 2,88%, enquanto a GOL registrou aumento de 21,46% no mesmo período.

Taxa de Ocupação (Load Factor) no transporte aéreo internacional - A taxa de ocupação dos voos internacionais de passageiros operados por empresas brasileiras (RPK*/ASK**) alcançou 79,27% em junho de 2012, contra 77,66% do mesmo mês de 2011, representando uma variação de 2,08%. O aproveitamento da TAM em junho de 2012 foi de 81,83%, enquanto o da GOL ficou em 61,32%.

Os Dados Comparativos são elaborados com base nas operações regulares e não regulares de empresas brasileiras concessionárias dos serviços de transporte aéreo público de passageiros. Mais informações podem ser obtidas no relatório de Dados Comparativos, publicados hoje pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), disponível no endereço www2.anac.gov.br/dadosComparativos/DadosComparativos.asp

*Passageiros-quilômetros pagos transportados (RPK)

** Assentos-quilômetros oferecidos (ASK)

Assessoria de Imprensa da ANAC

Telefones: (61) 3314-4491 / 4493 / 4494 / 4496 / 4497 / 4498

Plantão de Imprensa: (61) 9112-8099

A MORTE DE PEDRO MUNIZ AINDA É MISTÉRIO

 

Cruz. Dia 25 de julho, por volta das 15hs, o agropecuarista e comerciante, 51, residente em Aroeira, município de Bela Cruz, encontrava-se em uma churrascaria no trevo de Jijoca de Jericoacoara quando dois homens pilotando uma moto chegaram neste local. Um deles desceu da moto e abordou o cidadão perguntando pelo nome. O Senhor é Pedro Muniz? Sim, respondeu o cidadão. Ao fazer esta confirmação, o elemento sacou a arma e fez um disparo, seguido de outro na nuca. Neste momento havia muitas pessoas no local. Os elementos usando capacetes fugiram do local sem deixar pistas. O sepultamento aconteceu dia 27, às 10 hs, no Cemitério Cristo Ressuscitado na Vila de Caiçara Município de Cruz, após ter sido analisado pelo IML e liberado. O Caso ainda continua sendo um mistério, pois até o presente não há suspeito conforme informou a família. Logo após o crime, espalharam-se boatos de que Pedro Muniz estaria envolvido em um crime praticado em Bela Cruz a cerca de dois anos, mas a nossa reportagem foi a procura de elucidação dos fatos e conversou com a família do assassinado e pode constatar que não passava de boatos sem fundamento, pois a família já sabia quem havia praticado o crime e também quem era o mandante que pagou a quantia de R$ 5.000,00, segundo depoimento da testemunha que preservamos o seu nome. Agora, segue duas linhas que estão sendo questionadas: dívidas ou envolvimentos amorosos. Há suspeita de que Pedro vinha recebendo ameaças, pois já havia mudando de residência várias vezes nos últimos dias passando por Jijoca, Praia do Preá, Cruz e Jericoacoara. Pedro morava sozinho, pois havia se separado da família com realização de divisão dos bens. Atualmente, trabalhava transportando turistas para Fortaleza e fazendo fretes. Foi um crime bárbaro que comoveu a população, pois era um cidadão muito conhecido na região.

Dr. Lima

Márcio Thomaz Bastos deixa defesa de Carlinhos Cachoeira

 

Embora tardiamente, esse ilustre magistrado tomou uma decisão que há muito tempo era esperada por milhões de brasileiros. Principalmente por aqueles que têm o bom senso de repudiar a ação de juristas a serviço da criminalidade, de modo especial nos casos em que a culpabilidade do investigado é praticamente certa.

Eis aí um imperdível exemplo para a classe dos advogados, com destinação preferencial aos que fazem ponto em porta de delegacias. Atualmente, essa nociva fatia de profissionais do Direito vem prestando um enorme desserviço à sociedade e à categoria e são encontrados aos montões em todos os municípios do País.

Cachoeira é acusado de liderar esquema de jogos ilegais e foi preso em fevereiro deste ano pela Polícia Federal, durante as investigações da Operação Monte Carlo. Nessa segunda-feira, a noiva do contraventor, Andressa Mendonça, foi detida acusada de tentar chantagear o juiz federal responsável pelo julgamento do processo que envolve Cachoeira na Justiça de Goiás.

Ao jornal Folha de S.Paulo, uma das advogadas integrantes da equipe, Dora Cavalcanti, afirmou que o acordo era participar da defesa até a audiência da semana passada. Na ocasião, o contraventor se recusou a responder as perguntas do juiz Alderico dos Santos. Durante o seu depoimento, usou o tempo de defesa para fazer declarações de amor a Andressa Mendonça, que acompanhava o depoimento na primeira fileira.

Durante o tempo em que comandou a defesa, Márcio Thomaz Bastos fez repetidos pedidos para libertar o contraventor e tentou anular as provas obtidas contra o cliente. O advogado também o acompanhou na ida à CPI que investiga as relações do grupo do contraventor com agentes públicos. Na ocasião, Cachoeira também ficou em silêncio. (Estadão)

Do Blog do Artemísio da Costa

TRE barra 70 candidatos. Até líder da prefeita entra no bolo

 

Publicado: 31 de julho de 2012 às 3:33 | Autor: Eliomar de Lima |

“O juiz da 114ª Zona Eleitoral, Mário Parente Teófilo Neto, julgou e indeferiu ontem uma candidatura à prefeitura de Fortaleza e 69 candidaturas a vereador na Capital. O candidato do Partido Renovador Trabalhista Cristão (PRTB) ao Executivo Municipal, professor Valdeci Cunha, teve a candidatura impugnada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Entre as candidaturas a vereador consideradas inaptas pelo Tribunal está a do líder da prefeita Luizianne Lins (PT) na Câmara Municipal, o vereador Ronivaldo Maia (PT), além do ex-vereador de Fortaleza, José Carlos Carvalho (PPS), o “Cacá”, que durante o ano passado assumiu o cargo de vereador como suplente durante cinco meses.

Os postulantes que tiveram seus registros de candidatura indeferidos pelo Tribunal têm o prazo de três dias a contar de ontem para recorrer da decisão judicial. Dentre os 10 postulantes ao cargo de gestor do Executivo Municipal em Fortaleza apenas Elmano de Freitas (PT) ainda aguarda julgamento do registro de sua candidatura. Segundo Mário Parente, o julgamento será feito dentro em breve. De acordo com a decisão judicial, professor Valdeci Cunha (PRTB) não prestou contas ao TRE referentes à campanha das eleições de 2010, ano em que postulou ao cargo de deputado federal pela coligação formada por PP, PTB, PSL, PTN, PRTB, PHS, PMN e PTdoB.

De acordo com o presidente municipal do PRTB, Júnior Aguiar, o candidato prestou contas em 2010, no entanto, o fez fora do prazo previsto pela Justiça Eleitoral. Aguiar afirmou que professor Valdeci Cunha possui a certidão da 113ª Zona Eleitoral que comprova a prestação das contas de 2010 datada de 5 de julho deste ano.

Júnior Aguiar detalhou que os advogados da sigla já foram acionados e que hoje o candidato pretende interpor um recurso da decisão do juiz da 114ª Zona. Segundo ele, por a prestação de contas ter sido feita fora do prazo, o sistema da Justiça Eleitoral só disponibilizaria a informação em novembro.“Estamos tranquilos e confiantes de que não haverá prejuízo para nossa candidatura. A prestação de contas foi feita e nós vamos provar isso”.

Vereador

Já o vereador Ronivaldo Maia (PT) teve sua candidatura impugnada em razão de ter as contas desaprovadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) quando esteve à frente da Empresa Municipal de Limpeza e Urbanização (Emlurb) durante os anos de 2005 e 2006. Entretanto, segundo o vereador, da decisão do TCM já foi interposto um recurso por parte do postulante, que foi acatado pelo Pleno do TCM. “Tanto que na lista de gestores com indicação de nota de improbidade administrativa do TCM já não consta meu nome”, defende-se.

Ronivaldo, também líder da prefeita na Casa, Maia disse estar tranquilo. “A impugnação da minha candidatura é um equívoco da Justiça Eleitoral”. Maia afirmou que hoje recorrerá da decisão do TRE.”"

(O POVO)

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Aguardando uma decisão da Justiça

O Juiz Francisco Luciano Lima Rodrigues, será o responsável de julgar o recurso do candidato a vereador de Sobral Francisco Adaldécio Linhares, que busca a reeleição. O recurso é do Ministério Público Eleitoral e pede o indeferimento do candidato. De acordo com informações, a Procuradoria Regional Eleitoral, já se manifestou pelo provimento do recurso, o que complica ainda mais a situação do Vereador Adaldécio.

Outro caso que também deverá ser analisado será o que envolve o candidato à prefeito Dr. Guimarães (PV). O recurso se encontra com o Juiz Raimundo Nonato Silva Santos -TRE. O aguardo da decisão não impede os candidatos de fazer campanha para divulgar as suas candidaturas.

As noticiais do blog wilson gomes agora acesse: www.wilsongomesobral.blogspot.com.br

Informativo SEBRAE

 

Sebrae Informativo

Cursos

VEJA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA

06 a 10/08/12

Eventos

14 a 19

EXPOECE – EXPOSIÇÃO DE OVINOS E CAPRINOS DO ESTADO DO CEARÁ
Local: Quixadá - CE

16 a 18

FAICQ / FESTLEITE – FEIRA DE ARTESANATO, AGRONEGÓCIO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE QUIXERAMOBIM / FESTIVAL DO LEITE DE QUIXERAMOBIM
Local: Quixeramobim - CE

23 a 25

FENERJ – FEIRA DE NEGÓCIOS DA REGIÃO JAGUARIBANA
Local: Limoeiro do Norte - CE

24 a 26

FESTIVAL VIVA GUARÁ
Local: Guaramiranga - CE

29 a 31

CEARÁFEST - PÃO
Local: Fortaleza - CERodape

Rumo à quinta economia do mundo

 

País pode dobrar tamanho do PIB, chegando a US$ 5 tri em 2030, superando a Alemanha

Vivian Oswald

Henrique Gomes Batista

Atualizado:29/07/12 - 8h53

BRASÍLIA e RIO. No momento de agravamento da crise global, muitos especialistas se perguntam qual será o impacto sobre o Brasil. Mas não basta olhar para o curto prazo. Nas próximas décadas, para onde o país caminha? O GLOBO levou essa indagação a funcionários do governo, economistas, professores, médicos, cientistas e esportistas. O objetivo era traçar um retrato do Brasil que queremos para os próximos 10 ou 20 anos. Em 2022, por exemplo, quando completará o bicentenário da Independência, o Brasil deverá estar entre as cinco economias mais importantes do globo e uma de suas principais reservas de energia.

Veja também

O Produto Interno Bruto (PIB, soma de bens e serviços produzidos) saltará dos US$ 2,4 trilhões do ano passado para cerca de US$ 3,5 trilhões, avançando no caminho de chegar aos US$ 5 trilhões em 2030. Em 2022, os quase 210 milhões de brasileiros, dos quais 70% em idade produtiva — recorde de todos os tempos —, serão um mercado consumidor de fazer inveja a grandes nações e permitirão ao país começar a próxima década com a missão de deixar de ser, para realizar, a velha promessa de futuro.

No Executivo, não há um plano de voo oficial que vá muito além de dez anos com metas claras. Em geral, os planejamentos são do tamanho dos mandatos políticos. A União, por exemplo, teve dificuldade de fazer parcerias com a China na área de preservação de biodiversidade, durante a Rio+20, pois só temos projetos no setor para dez anos, enquanto os asiáticos planejam as próximas três décadas, contou a ministra Izabella Teixeira.

Integrantes da equipe da presidente Dilma Rousseff dizem que um dos grandes desafios é conciliar as políticas voltadas para a ampliação do mercado interno, com mais renda e acesso a crédito, às estratégias de sustentabilidade do país. E esta será cada vez mais a realidade brasileira nas próximas décadas. As ações do Ministério da Fazenda que consideram práticas sustentáveis ainda são residuais. Para a iniciativa privada, os maiores esforços devem estar concentrados na educação, em investimentos e nas reformas tributária e administrativa.

— O meio ambiente está na agenda da economia, em projetos isolados, mas crescendo: o Minha Casa, Minha Vida, por exemplo, amplia o número de habitações no país, mas já exige materiais verdes. Vantagens tributárias para automóveis mais eficientes, que estão sendo discutidas agora, serão outra novidade — diz uma fonte do governo.

Planejamento estratégico é frágil

Cada um dos 24 ministérios e 13 órgãos com status de ministério na Esplanada tem um planejamento específico, que, muitas vezes, não se comunica com o dos vizinhos. A própria presidente, segundo assessores próximos, tem uma visão muito particular. O economista João Paulo dos Reis Velloso, que foi ministro do Planejamento nos governos Médici e Geisel, é sarcástico ao falar da estratégia oficial de longo prazo:

— Se você souber de uma, me avise — ironizou. — O PAC não tem nada de ruim, mas é apenas um programa. Foi depois que o Planejamento virou ministério que começaram os voos de galinha — alfinetou o economista, responsável pelo II Plano Nacional de Desenvolvimento (PND), de 1975-79.

O “Brasil 2022”, compêndio com mais de 100 páginas elaborado pela Secretaria de Assuntos estratégicos (SAE) da Presidência da República à época em que ainda era comandada pelo então ministro Samuel Pinheiro Guimarães, é o documento oficial que mais se aproxima de uma visão estratégica de longo prazo. Criado em 2010 ainda durante o governo Lula, o relatório vê um país ainda mais soberano, que participará em igualdade de condições de fóruns internacionais como o Conselho de Segurança da ONU e o G-20, com uma sociedade mais justa e progressista até 2022.

Ali, estão relacionados 180 sonhos — alguns vagos, outros mais precisos —, mas sem os respectivos meios de torná-los realidade. A lista dos desejos, que estão sendo chamados de “Metas do Centenário”, inclui desde crescer mais de 7% ao ano e reduzir à metade do número de homicídios no país a dobrar o número de municípios atendidos por serviços aéreos, passando por zerar o déficit habitacional brasileiro, assegurar 100% de acesso a saneamento à população e atingir cinco livros per capita como índice de leitura nacional.

Neste momento, a SAE está ampliando o que teria sido essa primeira tentativa de criar diretrizes de mais longo prazo para o país. O ministro Wellington Moreira Franco conta que está sendo feito o Plano 2022 + 10. As metas devem ser conhecidas em 2013.

Desigualdade regional continuará caindo

Somado ao enorme crescimento do mercado consumidor, que deve receber quase 20 milhões de brasileiros até 2022, os investimentos e essa projeção recorde do governo para a população economicamente ativa (70%), devem levar o Brasil para a lista das cinco principais, passando Alemanha e França. No entanto, o Brasil seria ultrapassado pela Índia e ficaria em quinto. A colocação exata, contudo, dependerá do resto do mundo. Se todos crescerem, as chances de o país subir no ranking são menores. A Confederação Nacional da Indústria (CNI), por sua vez, estima que o país poderá ter em 2030 um PIB entre US$ 4,497 trilhões e US$ 5,226 trilhões, dependendo se a média do crescimento do país ficar em 3,3% ao ano — primeiro cenário — ou em 3,9%, na segunda estimativa. Os quatro primeiros do ranking serão, segundo a entidade, China, EUA, Japão e Índia.

José Augusto Coelho Fernandes, diretor de Política e Estratégia da CNI, acredita que o futuro do país está nas mãos dos brasileiros :

— Acredito que 70% da agenda do futuro do país estão nas mãos dos brasileiros. É claro que é melhor um ambiente de crescimento global, mas parte das nossas soluções independe disso. Precisamos de mais educação, mais inovação, de uma reforma tributária, regras trabalhistas mais modernas e mais investimentos em infraestrutura, independentemente da piora ou não da crise da Europa, da recuperação dos Estados Unidos ou do crescimento chinês — explica.

Vanessa Petrelli Corrêa, a nova presidente do Ipea, diz que para falar do futuro do país é necessário estudar seu passado recente. O crescimento médio brasileiro nas últimas duas décadas do século passado, de 2,2%, praticamente dobrou para 4,3% ao ano no período entre 2004 e 2011:

— Neste período os investimentos subiram, aumentou o consumo, aproveitamos o bom momento das commodities, o governo fez uma forte política social de distribuição de renda e os bancos públicos ampliaram o crédito. O crescimento reduziu a desigualdade entre as regiões, o que deve ser intensificado nas próximas duas décadas — afirma a economista.

Os investimentos precisam continuar crescendo forte para dar conta dessa expansão. A CNI, por exemplo, indica que o país precisará de sete milhões de residências em 15 anos, a um custo de R$ 60 bilhões. A matriz eólica será a terceira mais usada em 2020, com mais de 6% do parque de geração de energia elétrica. Ambientalistas querem que o saneamento seja universalizado até 2030.

O petróleo está na agenda do país com a exploração na camada do pré-sal. Esta é uma das grandes apostas do governo, que espera que o país seja alçado nos próximos 20 anos ao ranking das cinco grandes reservas do planeta, que podem atrair mais de R$ 350 bilhões em investimentos até lá.

Embora ainda não tenha conseguido a aprovação do projeto que distribui os recursos desse petróleo que será retirado de profundezas até bem pouco tempo inimagináveis, governo e iniciativa privada se preparam para o futuro. O governo trabalha para que essa riqueza seja usada como uma poupança, a partir da criação do Fundo Social, que pode sair até o fim do ano.

Para o economista Sergio Besserman, o petróleo tem que ser o provedor de recursos financeiros para a transição para a economia do futuro, que estará baseada na sustentabilidade:

— Podemos fazer o que Celso Furtado chamou de deslocamento do centro dinâmico. E o nosso terá muita ciência, tecnologia e baixo carbono.

Outras opiniões sobre o Brasil que queremos

“É preciso ter investimento em educação. Não adianta ter empresas sem executivos. Na saúde, gostaria de ver o SUS com gestão eficiente”

Paulo Niemeyer, Neurocirurgião

“Se continuarmos na meia-bomba da educação e da saúde, não estaremos bem das pernas. A área cultural é consequência. Eu não separo educação de cultura

Fernanda Montenegro, Atriz

“Imagino o Brasil entre as três maiores economias do mundo, com grandes avanços sociais e crescimento sustentável, sem gargalos de infraestrutura e com geração de empregos

Eike Batista, Empresário

“Seremos expressivos exportadores de petróleo e autossuficientes também em refino,com capacidade superior à demanda nacional. Teremos uma cadeia de suprimentos e serviços competitiva”

Graça Foster, Presidente da Petrobras

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/economia/rumo-quinta-economia-do-mundo-5617985#ixzz2267DDnIv
© 1996 - 2012. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

domingo, 29 de julho de 2012

Lamento

Às vezes, eu me queixo com Deus. Nem sempre as coisas são como gostaria
que fossem e, de alguma forma, acho que Ele tem algo a ver com isso. Nos
momentos de dor ou tristeza queria que Ele tivesse pena de mim, mas parece
que não tem. Por alguma razão, que não sei qual é, demonstra esperar mais
do que posso oferecer. Eu queria entender, mas não consigo. Nem Madre
Tereza entendeu, pois ela pedia para Deus não confiar tanto nela. Sinto
que em muitos momentos minhas forças parecem se esvair. Toda vez que as
férias terminam e devo retornar ao trabalho me sinto assim. Há anos, o
judiciário se mantém com pouquíssimos funcionários, e os que lá se
encontram precisam dar conta de uma demanda absurda, que extrapola em
muito sua capacidade. O resultado é que ficamos doentes, mas parece que
ninguém se importa realmente com isso. Creio que, se houvesse interesse,
muitos afastamentos poderiam ser evitados. Não haveria a necessidade de
esperar o funcionário adoecer. Nesses momentos, em que mesmo Deus parece
não se importar, sinto-me órfã.
Por que o Criador permite tanto sofrimento, não sei. Creio que está sempre
apostando na humanização do homem. Espera que sejamos solidários e
minimizemos, nós mesmos, a angústia do outro. Tem gente neste mundo que é
muito importante, pois possui o poder nas mãos. O poder mal empregado, no
entanto, dissipa as oportunidades de auxílio ao próximo, prestando-se
apenas ao próprio engrandecimento. Tal, confessemos, é realmente pouco
perto do que seria necessário e urgente. Esbanja-se poder em beneficio
próprio, enquanto a maioria mendiga melhorias que nunca acontecem.
Eu poderia achar que Deus simplesmente fecha os olhos para essas coisas,
mas no fundo não acredito nisso. Continuo esperando o momento em que Ele
irá agir. Se isso não acontecer, pelo menos acreditei que aconteceria; e
essa crença, por si só me conforta, pois me faz sentir menos órfã do que
me sinto algumas vezes.
Desculpem o lamento. É muito triste ver que o sofrimento de muitos poderia
ser abreviado por quem detém o poder, e não é. Coisas que seriam
relativamente simples para uns, são barreiras intransponíveis para outros.
E, tenho consciência, nem sempre isso acontece propositalmente. Muitos
poderosos sequer têm noção do padecimento de seus subalternos. Não possuem
intimidade suficiente com eles que lhes faculte falarem abertamente sobre
suas aflições. Isso sem contar os que sofrem calados, por medo das
consequências do falar.
É; certamente Deus espera que alguns acordem de seu sonho dourado e olhem
ao redor, percebendo no olhar do próximo toda a dor e a dificuldade para
viver com alegria. Embora ela seja um direito de todos, nem todos podem
sorrir. Que este artigo sirva de alerta aos poderosos. Façam o que puderem
para minimizar o sofrimento do seu próximo. Vocês não perderão nada, e
ainda ganharão a oportunidade de fazer alguém feliz. Pode ser que tal
atitude lhes sirva de passaporte para experimentar a graça de Deus.
Maria Regina Canhos Vicentin (e.mail: contato@mariaregina.com.br) é
escritora.

MAIS EDUCAÇÃO, MAIS LEITURA

 

Por Luiz Carlos Amorim – Escritor – Http://www.prosapoesiaecia.xpg.com.br

Verificando os resultados de estudo feito pela Fundação Instituto Nacional de Pesquisas Econômicas de São Paulo, encomendado pela Câmara Brasileira do Livro, fiquei até um pouco feliz: o brasileiro comprou mais livros nos anos mais recentes. Foram quase 470 milhões de unidades vendidas, só em 2011. Esse número configura um aumento de 7,2% em relação ao ano anterior.

Segundo o estudo, houve aumento de vendas nas livrarias, coisa que vinha diminuindo nos últimos anos, pois não é mais só nesse lugar específico que encontramos livros para compra. Atualmente é comum encontrarmos livros em bancas de jornais e revistas e em supermercados, além de existir a opção de compra pela internet, onde existem várias livrarias virtuais, com a comodidade de recebermos o produto em casa.

Mas a notícia mais alvissareira do tal estudo é que os jovens e as crianças são os maiores consumidores de livros, atualmente. Isso significa que os leitores em formação estão lendo mais. O que pode melhorar o número de brasileiros que lê, no futuro, pois eles poderão passar esse gosto pelos livros, esse bom hábito da leitura para seus filhos.

É bem verdade que o fato de levarem clássicos da literatura infanto-juvenil para as telas dos cinemas tem colaborado muito para que os espectadores se interessem em ler a obra que originou o filme. Esse incentivo à leitura é sempre bem-vindo.

A novidade é que os livros eletrônicos – e-books – foram incluídos na pesquisa, desta vez. Nessa modalidade, foram lançados cinquenta e oito mil títulos em 2011. E esse número deve aumentar neste ano. Não foi computado o número de livros eletrônicos vendidos, mas o panorama da leitura vai se modificando, lentamente. A revolução tecnológica vai sendo incorporada ao livro.

Infelizmente, a educação brasileira está cada vez mais deficiente e isso influi, é claro, no índice de leitura dos brasileiros: apenas 35% das pessoas com ensino médio completo podem ser consideradas plenamente alfabetizadas e 38% dos brasileiros com formação superior têm nível suficiente em leitura e escrita. Este, infelizmente, é o resultado do Indicador do Alfabetismo Funcional 2011-2012. Segundo ele, apenas 26% da população brasileira pode ser considerada plenamente alfabetizada.

Tomando conhecimento desses números, não pude deixar de me lembrar deles quando vi, nesta semana, numa grande revista semanal, sete páginas de publicidade do governo, falando da qualidade da escola pública no Brasil. “Toda escola pública pode ser uma boa escola”. O certo não deveria ser “Toda escola pública DEVE uma boa escola”? “Toda escola pública pode ter uma biblioteca”. E eu corrijo de novo: toda escola pública DEVE ter uma biblioteca. Com livros, com bibliotecários, com um lugar apropriado. E assim por diante, a publicidade afirma que as escolas “podem” ter equipamentos digitais, transporte escolar, quadras esportivas, educação de tempo integral. E eu insisto: as escolas públicas DEVEM ter tudo isso.

Espero que venham a ter, para que se resgate a educação de qualidade neste país e para que tenhamos, assim, jovens realmente alfabetizados, que saibam ler e escrever, para que possam gostar de ler. Perdoem a redundância, que eu prefiro chamar de ênfase.

Em 24 horas, 168 pessoas foram mortas em confrontos em Aleppo

 

Por| Agência O Globo – 1 hora 37 minutos atrás

DAMASCO - Novos confrontos violentos voltaram a tomar neste domingo os subúrbios do principal centro comercial da Síria, a cidade de Aleppo, palco de uma batalha decisiva entre forças do governo de Bashar al-Assad e milícias opositoras, iniciada no sábado.
Leia também:
Papa faz apelo urgente para acabar com a violência na Síria
Chefe da oposição síria pede a países amigos que armem os rebeldes
Imprensa síria chama Aleppo de 'mãe de todas as batalhas'
Bandeira gigante da rebelião síria é aberta na Torre Eiffel
Dilma cobra consenso do conselho da ONU por paz na Síria

Segundo ativistas do Observatório Sírio pelos Direitos Humanos (OSDH), os choques se espalham do sul em direção a distritos centrais da metrópole, onde ao menos 168 foram mortas nas últimas 24 horas. Entre as vítimas, 94 foram identificadas como civis, em dado que mostra que a violência atinge principalmente a população.

Helicópteros militares voltaram a bombardear redutos dos rebeldes, que perdem forças. De acordo com o correspondente do jornal "El País", a munição de opositores aquartelados no bairro de Sajur está acabando, restando apenas lança-foguetes. Partidários da oposição na Síria fizeram um apelo para que o Conselho de Segurança da ONU aprove uma intervenção direta na cidade, antes que ocorra um massacre.

- Nossos amigos e aliados serão responsabilizados pelo que está acontecendo em Aleppo, se não se moverem rapidamente - disse Abdelbasset Sida, líder do Conselho Nacional Sírio, principal legenda de oposição a Assad no país.

De acordo com um correspondente da agência Reuters, os bairros dominados pelos rebeldes foram completamente abandonados por moradores, que deixaram suas casas às pressas, com alimentos ainda dentro de refrigeradores. Milicianos utilizam os locais para se abrigarem.

Outros confrontos também eclodiram nas cidades de Hama, Homs e Damasco neste domingo.

Papa Bento 16 faz apelo
O papa Bento 16 fez um apelo pelo fim da violência na Síria neste domingo e pediu as potências mundiais para não pouparem esforços para ajudar a resolver o conflito.

"Estou acompanhando os trágicos e crescentes episódios de violência na Síria com uma triste sequência de mortos e feridos, também entres civis", disse o papa depois de sua bênção semanal. "Renovo um apelo urgente para o fim de toda violência e derramamento de sangue".

sábado, 28 de julho de 2012

A fauna da cidade

528844_10151086923999905_556343934_n[1]

Tenho algumas plantas no meu pequeno quintal, dentre elas tenho uma goiabeira, uma laranjeira e um pé de acerola. Muitos pássaros frequentam esse meu mine pomar, calangos também visitam frequentemente esse espaço. Minha surpresa ontem foi encontrar um camaleão nas minhas plantas, fico pensando em como ele chegou ali, bem no centro da cidade e sem  nenhum acidente tenha lhe acontecido ao cruzar ruas movimentadas, pois só pode ter vindo locais arborizado longe de minha casa. Apareceu e desapareceu no mesmo dia. Isto significa que seu habitat natural já foi invadido pelos homens, como o de outras espécies que foram obrigadas a se adaptarem à vida urbana para sobreviver.

Cerca de 100 morrem na Síria, ofensiva contra Alepo tem pior cenário

Cairo, 28 jul (EFE).- Cerca de 100 pessoas morreram neste sábado na Síria nos bombardeios das tropas do regime de Bashar al Assad e durante os combates entre grupos oficiais e insurgentes, especialmente na cidade de Alepo, alvo de uma ofensiva militar.

Os dados são dos Comitês de Coordenação Local (CCL), e a Comissão Geral de Revolução registrou 105 mortes.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos informou, ainda, que entre os mortos há cerca de 80 civis e insurgentes e mais de 15 soldados das forças governamentais.

O maior número de vítimas se concentrou em Alepo, a capital econômica da Síria, e seus arredores, onde morreram cerca de 30 pessoas.

Alepo vem sendo castigada pelos bombardeios das tropas do regime, que realizaram hoje uma grande ofensiva para recuperar os bairros que estão em poder da resistência.

Os CCL e a Comissão só informaram sobre vítimas civis e de combatentes rebeldes, enquanto o Observatório disse que 10 membros das tropas leais a Assad perderam a vida nos combates.

O ativista Hisham al Halabi explicou à Agência Efe de Alepo que as tropas governamentais estão bombardeando com tanques e aviação militar os distritos de Salah ad-Din, Seif al Daula e Al Sukari, entre outros.

Wed Al-Hayat, morador de Alepo, informou à Efe via internet que o ataque causou um grande deslocamento da população civil, que se refugiou nas mesquitas e nas escolas.

A segunda área mais castigada no dia foi a periferia de Damasco, especialmente pelos bombardeios à cidade de Moadamiya al Sham, onde morreram dez pessoas, entre elas três menores de idade.

Enquanto isso, no povoado de Al Abada outros sete civis e cinco combatentes do rebelde Exército Livre Sírio (ELS) perderam a vida, de acordo com os dados enviados pelo Observatório em comunicado.

A porta-voz do Comitê Internacional da Cruz Vermelha na Síria (CICV), Rabab al Rifai, relatou à Efe por telefone, de Damasco, que devido à deterioração da situação nos últimos dez dias, nos arredores da capital, as atividades da organização se concentraram em ajudar as milhares de famílias deslocadas.

Rabab explicou que a maior parte dos retirantes abandonaram suas casas e se refugiaram nas dezenas de escolas abertas para acolhê-los, nas quais a Cruz Vermelha e o Crescente Vermelho oferecem alimentos, cobertores e remédios.

Outras províncias castigadas pela violência foram Idleb, Deir ez Zor, Homs, Hama e Deraa.

Em Idleb, os bombardeios afetaram, sobretudo, a cidade de Al Hobeit, enquanto em Hama as forças governamentais entraram no povoado de Al Asharna.

Com o aumento da violência, a Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Navi Pillay, acusou ontem Damasco de arrasar regiões controladas pela oposição sem levar em conta o destino da população civil local. EFE

sexta-feira, 27 de julho de 2012

APROXIMADAMENTE TRÊS MIL MULHERES, FORMARAM UMA GIGANTESCA FILA, NA TENTATIVA DE UMA VAGA NA EMPRESA GRENDENE

 

Julho de 2012 20:25 | Escrito por Clevis Oliveira

FILA_GRANDE_NA_GRENDENE1_cpia

 

A procura de um emprego, na tarde noite de ontem quarta-feira 25 / 07, se formou uma grande fila de pessoas esperando o horário de receber uma ficha para tentar uma vaga. Aproximadamente, umas 3 mil pessoas formavam a enorme fila que dava inicio defronte a Grendene um, fazendo o circulo pelo Caíque até a Grendene dois. Informações dos que lá estavam, apenas hoje a partir das 6 da manhã, ia ter inicio a entrega das fichas. Policiais do Ronda do Quarteirão, estavam no local, para dar a segurança as pessoas que ali estavam. Apenas mulheres formavam a enorme fila. Informações é que hoje é a vez dos homens. Pessoas de várias localidades, tentava uma vaga, Sobral e cidades vizinhas. Mães levaram até sua criança para passar a noite. Um homem aproveitou o momento, para faturar uma extra, alugando por um valor de dez reais, redes, outras, improvisaram barraquinhas com lanches. Por volta das 22 duas horas e 30 minutos, um inicio de tumulto começou, mas logo foi contornado com a presença da polícia que ficou passando a noite toda por lá, já que havia indícios de elementos tentando praticar assaltos. Não sabemos como se deu a entrega pela manhã. Isso é a cara do Brasil. Pessoas que entra em uma fila as 14 horas até a manhã do outro dia, na tentativa de conseguir uma vaga de emprego. Brasil...

A VIOLÊNCIA URBANA IMPERA EM SOBRAL

 

E onda de violência continua crescendo em Sobral. Na noite de quinta-feira, 26, pelo menos três pessoas, entre elas duas mulheres foram baleadas. Os crimes aconteceram na Rua Sinhá Saboia, bairro Sinhá Saboia, e segundo testemunhas, foi praticado por dois elementos e uma motocicleta. Um deles segundo testemunhas foi identificado pelo nome de Decapita. Os motivos, seria rixa entre integrantes de gangue de uma e outra local. Os elementos estão foragidos.
As vítimas dessa violência: Maria Zenilda Rodrigues, Cintia Raquel Rodrigues do Nascimento e Quécio Dione Rodrigues do Nascimento.

Postado por WILSON GOMES às 05:19

Assembleias de 11 universidades federais rejeitam proposta do governo e greve é mantida

A maioria dos professores das universidades federais, reunidos nessa quinta-feira (26) em assembleias para avaliar a proposta apresentada pelo governo na última terça-feira (24), decidiu manter a greve da categoria. Na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), os docentes aceitaram a proposta do governo, mas o fim da paralisação ainda depende da aprovação em um plebiscito.

Nas universidades federais do Rio de Janeiro (UFRJ), de Santa Maria (UFSM), de Pernambuco (UFPE), Rural de Pernambuco (UFRPE), do Espírito Santo (Ufes), de Uberlândia (UFU), de Brasília (UnB), da Paraíba (UFPB), da Bahia (UFBA), de Pelotas (UFPel) e Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), a proposta foi rejeitada e a greve continua.

Na nova proposta, o governo ofereceu reajustes que variam entre 25% e 40% para todos os docentes – no plano apresentado anteriormente alguns níveis da carreira receberiam apenas 12%, sem a inflação do período. Além disso, a data para o aumento entrar em vigor foi antecipada do segundo semestre de 2013 para março daquele ano. Pela proposta, o reajuste será dado de forma parcelada até 2015.

Os sindicatos que representam a categoria estão divididos. A Associação Nacional dos Docentes do Ensino Superior (Andes), que representa a maior parte das insituições em greve, rejeitou a proposta. Já a Federação de Sindicatos de Professores de Instituições Federais de Ensino Superior (Proifes) considerou que as reivindicações foram atendidas e recomendou que os professores encerrem a paralisação.

As assembleias em cada uma das 57 universidades federais em greve continuam até segunda-feira (30). Os docentes estão parados há 72 dias.

(Agência Brasil)

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Virada de mesa na pesquisa ufológica

Agora quem diz que existem Óvnis são os Governos, muitos já criaram organismos oficiais para pesquisar o fenômeno UFO. A novidade é que depois de negarem a existência de UFO, perseguir e ridicularizar quem afirmou ter testemunhado algum aparecimento, hoje garantem a veracidade do fenômeno e estão solicitando parceria de ufólogos nesses organismo governamentais para que juntos, cheguem a resultados mais sólidos com relação aos objetivos de quem os controla. Uma coisa os ufólogos já tem certeza, os dois lados estão se estudando a bastante tempo.
Estas e outras coisa relacionadas, são temas frequentes nas reuniões do CSPU e a próxima é amanhã no SEBRAE de Sobral a partir das 19 horas com entrada franca

Jacinto Pereira

Presidente do CSPU

Brasil é o país que mais gastou com pensões por morte em 2011

 

O governo estuda mudanças no sistema de concessão do benefício para que seja mais eficiente.

Por: Marcus Castro

O Brasil gastou com pensões por morte em 2011 o equivalente a R$ 100 bilhões. O montante equivale a 2,8% do Produto Interno Bruto (PIB), como informou hoje (25) o secretário de Políticas de Previdência Social, Leonardo Rolim.

Do valor total, R$ 40 bilhões com regimes de servidores da União, dos estados e dos municípios e R$ 60 bilhões são gastos com contribuintes do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

O secretário também afirmou que o governo estuda mudanças no sistema de concessão do benefício para que seja mais eficiente.

Fonte Ceará agora

SINDICATO DOS CALÇADISTAS: RANIERE É REELEITO COM MAIS DE 90% DOS VOTOS

 

O presidente do maior Sindicato do Nordeste (Sindicato dos Calçadistas de Sobral), Raniere B. de Araújo, através de eleição sindical, na noite de quarta-feira (25) foi reeleito por mais um mandato. Raniere é o presidente da estruturada entidade classista sediada em Sobral. Com chapa única, o presidente foi legitimado com 96,3% dos votos.

Postado por Sobral de Prima às 00:18

Agricultura Familiar na Merenda Escolar - Por Maria Otília

 


Por meio da Lei nº 11.947/2009, a Agricultura Familiar passa também a fornecer gêneros alimentícios a serem servidos nas escolas da Rede Pública de Ensino.
Para quem produz alimentos, a iniciativa contribui para que a agricultura familiar se organize cada vez mais e qualifique suas ações comerciais.
Para quem adquire esses produtos, o resultado desse avanço é mais qualidade da alimentação a ser servida, manutenção e apropriação de hábitos alimentares saudáveis e maior desenvolvimento local de forma sustentável.
Quem Vende:
- Agricultores familiares e empreendedores familiares rurais, organizados em grupos formais e/ou informais, com DAP física e/ou jurídica.
• Grupos Formais – agricultores familiares e empreendedores familiares rurais constituídos em cooperativas e associações.
• Grupos Informais - grupos de agricultores familiares organizados que deverão ser apresentados junto à Entidade Executora por uma Entidade Articuladora.
Quem Compra:
Entidades Executoras (EE) – são secretarias estaduais de educação, prefeituras ou escolas que recebem recursos diretamente do FNDE. São responsáveis pela execução do PNAE, inclusive a utilização e complementação de recursos financeiros.
São Atendidos:
Alunos matriculados na educação básica das redes públicas federal, estadual e do Distrito Federal, em conformidade com o censo escolar realizado pelo INEP, no ano anterior ao do atendimento.
Educação básica corresponde a: educação infantil (inclui creches); ensino fundamental; ensino médio; EJA (Educação de Jovens e Adultos); escolas comunitárias; entidades filantrópicas (inclusive as de educação especial; escolas localizadas em áreas indígenas e remanescentes de quilombos.
Outras Instituições Envolvidas no Processo
Entidades Articuladoras (EA) – assessora e articula o grupo informal para elaboração do Projeto de Venda. São entidades representativas da agricultura familiar, cadastradas no Sistema Brasileiro de Assistência Técnica e Extensão Rural (Sibrater), Sindicato de Trabalhadores Rurais e de Trabalhadores da Agricultura Familiar (Sintraf), e entidades credenciadas pelo MDA para emissão da DAP.

IMPORTANTE:

Em 4 de julho de 2012, foi publicada Resolução n° 25 que altera a redação dos artigos 21 e 24 da Resolução 38, de julho de 2009. Com a alteração, o limite de venda ao PNAE passa de R$ 9 mil para R$ 20 mil por DAP/ano.

Atenção! O limite de R$ 20 mil já está valendo!

A resolução também abre a possibilidade de divulgação das chamadas públicas na Rede Brasil Rural -ferramenta criada pelo MDA para facilitar o processo de compra e venda de produtos da agricultura familiar.

Texto extraído do site do Ministério da Agricultura.

Fonte: blogdocrato

quarta-feira, 25 de julho de 2012

CRIME BARBARO EM JIJOCA DE JERICOACOARA

 

clip_image002

 

Cruz. Um crime de pistolagem com requintes de crueldade foi registrado na tarde de quarta feira, 25, por volta das 15 hs, em um restaurante no Centro de Jijoca de Jericoacoara. Um senhor por nome de Pedro Muniz, agropecuarista e comerciante, pessoa bastante conhecida na região, estava almoçando quando um motoqueiro usando capacete aproximou-se do cidadão e efetuou dois disparos de revolver sem que a vítima pudesse fazer qualquer ação de defesa. Após o crime, o motoqueiro fugiu sem deixar pistas. Pedro Muniz residia em Aroeira, município de Bela Cruz, mas atualmente estava residindo em Jijoca de Jericoacoara, após passar uns dias em Preá, município de Cruz e estava trabalhando transportando turistas para Fortaleza em um FIAT que havia comprado recentemente. Pedro era separado e tinha pouco mais de cinquenta anos. Segundo comentários de populares, Pedro Muniz estava sendo acusado de envolvimento em um crime e vinha sofrendo ameaças. Segundo informações, a vitima havia sido morto por engano, pois o alvo era outra pessoa. Há cerca de cinco anos, Pedro Muniz estava envolvido em um caso amoroso com uma mulher casada e o marido dela tentou mata-lo efetuando vários disparos. Pedro foi baleado, mas sobreviveu após passar vários dias internado em Sobral. O crime chocou a população, pois Pedro Muniz era uma pessoa de boas amizades, embora pesasse contra eles algumas acusações, mas sem as devidas provas que pudessem justificar tamanha crueldade. As diligencias policias estão sendo feitas na tentativa de elucidar este caso.

Dr. Lima

Bíblia do empreendedorismo mundial ganha versão moderna

 

Thomas Edison, John Rockefeller, George Eastman, e os presidentes americanos Theodore Roosevelt e Willian H. Taft foram algumas das personalidades que recomendam o clássico de Napoleon Hill que está sendo relançado no Brasil no início de agosto.

"A Lei do Triunfo", escrito no início do século passado pelo lendário Napoleon Hill, é um dos livros mais lidos, estudados e respeitados no mundo inteiro. A nova versão, publicada pela Editora Leya, e que se chamará “A Lei do Sucesso”, foi elaborada pelo autor e jornalista Jacob Pétry, um dos maiores estudiosos de Hill da atualidade.

A versão original em inglês, “The Law of Success”, publicada em 1928 pela Ralston University, tem 1128 páginas e foi lançada em oito volumes distintos. O livro tem 16 capítulos, conhecidos universalmente como as 16 leis do sucesso e da construção da riqueza, que constituem a base do empreendedorismo moderno e mesmo da psicologia aplicada.

Incontáveis líderes, empreendedores e personalidades mundiais atribuem seu sucesso à aplicação prática dos princípios citados por Napoleon Hill no livro. O original traz o aval de personalidades como Thomas Edison, John Rockefeller, George Eastman, e dos presidentes americanos Theodore Roosevelt e Willian H. Taft.

Na nova versão, Pétry mantém os 16 capítulos originais, mas condensa seu conteúdo em 180 páginas.

- O original de Hill é como uma mina que precisa ser explorada. Minha missão foi a do garimpeiro. Da montanha de palavras, exemplos e conceitos, fiz escavações minuciosas e delicadas, extraindo as pepitas mais raras, essenciais para os dias de hoje, explica o autor.

Ele afirma, entretanto, que a nova versão não é uma síntese do livro.

- Criei um corpo novo, mais jovem, renovado, mas com o conhecimento, a alma e o espírito da obra original, esclarece.

Napoleon Hill já vendeu mais de 60 milhões de exemplares em todo mundo. “Pense e Fique Rico”, considerado seu livro mais popular, continua na lista de best-sellers em vários países, incluindo o Brasil.

A história por trás do clássico

Em 1905, Napoleão Hill, um jovem repórter da Bob Taylor Magazine, foi encarregado de fazer uma entrevista com o industrial Andrew Carnegie, o segundo homem mais rico do planeta, até hoje.

Carnegie acreditava que estudando o caráter e as atitudes dos homens mais proeminentes do mundo, seria possível criar uma “ciência do sucesso”, que poderia ser seguida por qualquer pessoa. O industrial estava a procura de alguém que pudesse desenvolver esse projeto.

Depois de três dias de convívio, Carnegie convidou Hill para desenvolver o projeto e o repórter aceitou o desafio. Nos anos seguintes, Carnegie levou Hill para o circo dos milionários e grandes cientistas de sua época. Após 20 anos de pesquisa, em 1928, ele publicou uma série de oito livros, nos quais divulgou suas extraordinárias descobertas.

A LEI DO SUCESSO

AUTOR: JACOB PÉTRY

EDITORA: LEYA

NÚMERO DE PÁGINAS: 192

PREÇO DE PRÉ-VENDA: R$ 19,99

PARA SABER MAIS: www.jacobpetry.com/aleidosucesso

Desestimulado para divulgar administrações municipais

Não tenho tido sorte com divulgações de prefeituras, as matérias são enviadas regularmente, o que não acontece com os rapasses financeiros. Dentre todas as prefeituras que divulguei campanhas institucionais de municipalidades, só Massapê não me deu trabalho para receber. Espero que essas situações mudem, pois segundo informações de companheiros de imprensa, não foi só eu a passar por esta situação. É sempre bom lembrar que Mídia é investimento, mas muitos teimam em achar que é apenas gastos.

Termina amanhã prazo para que selecionados em segunda chamada do ProUni apresentem documentos

Amanda Cieglinski
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Os candidatos pré-selecionados em segunda chamada para receber uma bolsa do Programa Universidade para Todos (ProUni) têm até amanhã (26) para comparecer às instituições de ensino e apresentar os documentos necessários para garantir o benefício. Para o segundo semestre de 2012, foram oferecidas 52.487 bolsas integrais e 37.824 parciais, que custeiam 50% da mensalidade. Mais de 450 mil se inscreveram para participar do programa.

Os estudantes podem consultar no site do ProUni a lista de documentos necessários para confirmar a bolsa e fazer a matrícula. O benefício integral destina-se a estudantes com renda familiar per capita mensal até 1,5 salário mínimo. Já as bolsas parciais são reservadas a quem tem renda familiar per capita até três salários mínimos.

O ProUni oferece a estudantes de baixa renda bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superior. Para participar é preciso ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou em estabelecimento particular na condição de bolsista. Também é pré-requisito ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2011 e atingido pelo menos 400 pontos na média das provas objetivas, além de não ter zerado a nota da redação.

Edição: Juliana Andrade

terça-feira, 24 de julho de 2012

DE VOLTA A MINHA TERRA, SOLO SERTANEJO

 

Cruz. Eu voltei. Após sete meses no Maranhão, resolvi retornar à minha terra potiguar Mossoró. “Terra do sal, do petróleo e da liberdade”. Era mês de novembro de 1990. Chegamos a Mossoró, encontramos uma cidade grande, mas em situação financeira muito difícil. Faltava emprego, inflação violenta, pouca expectativa de uma vida melhor. Sem emprego, resolvi desenvolver atividade comercial com venda de frango em uma sociedade que não deu certo. Parti para outras atividades. Recebi convite para ensinar em minha cidade natal Augusto Severo, onde passei dois anos na Escola Municipal de 1º e 2º Graus Professor Joaquim Leal Pimenta. Retornei à Mossoró e ensinei na Escola de Primeiro Grau Onzieme Rosado durante dois anos. Recebi outro convite para trabalhar na empresa Mossoró Agroindustrial SA – MAISA. Lá, atuei por um ano. Retornei para Mossoró e fundei um Cursinho da Matemática – O PENSADOR.

clip_image002 Foi um momento em que aproveitei para rever os amigos e familiares, andar pelos campos onde eu caminhava caçando passarinhos e na lida com o gado. Era divertido correr nos campos quando em criança, tomar banho nas cachoeiras, subir nas árvores e ver os campos coloridos com as flores do pau-d’arco no mês de Santana.

clip_image004

Divisar as Serras do cuó, Creca, Patú, Cabeço dos Picos e Ererê, Serra do Carro e Outeiros e no fim do dia ver o sol se escondendo por trás dos montes com seus raios multicores, enquanto se ouvia o gorjeio dos passarinhos a procura de seus leitos nos galhos de uma arvore. O meu coração batia mais forte como quem sofria com a morte de mais um dia. O verde campo aos poucos ia escurecendo até desaparecer o ultimo radio de sol. No céu, surgia a lua rodeada de estrelas, as nuvens emitiam raios seguidos de fortes trovoadas, prenúncios de um bom inverno que se avizinhava. O sertanejo se alegrava e se despedia do dia com uma Ave Maria que escutava com muita atenção em seu radinho de pilha. Em 1997, recebi um convite do Prefeito eleito de Cruz/CE Manoel Nelson Silveira para que retornasse à Cruz chegando no mês de fevereiro para ensinar e administrar a Escola Municipal Pedro Marques da Cunha na Zona Rural do Município de Cruz. No período em que estive em Mossoró, passei cinco anos e desenvolvi várias atividades na área comercial, empresarial e educacional.

Dr. Lima

Operação do MPT e PRF orienta motoristas profissionais sobre jornada de trabalho

 

Ação acontece nesta quarta-feira (25de julho), Dia do Motorista, a partir das 7h

O Ministério Público do Trabalho (MPT) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizam nesta quarta-feira (25), a partir das 7h, uma operação conjunta para orientar os motoristas profissionais sobre a jornada de trabalho da categoria. A Lei 12.619, de 30 de abril de 2012, alterou artigos da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) e do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), regulamentou o tempo de trabalho e de descanso e tornou obrigatório o controle de jornada de todos os motoristas que trabalham no transporte rodoviário de cargas e de passageiros.

A duração da jornada de trabalho dos motoristas profissionais poderá ser controlada por meio de anotações em diários de bordo, papeletas, fichas ou por aparelhos de rastreamento e tacógrafos (equipamento que mede o tempo transitado pelo veículo e sua velocidade).

Outra novidade é a obrigação do intervalo de trabalho de 30 minutos, com o veículo estacionado, a cada quatro horas de direção. Em paradas para abastecimento ou em engarrafamentos, o tempo não será considerado como intervalo.

Direito fundamental ­– A operação, marcada para o Dia do Motorista, faz parte do projeto Jornada Legal do MPT, que, em parceria com a PRF, busca sensibilizar os profissionais do setor.

Para a procuradora do Trabalho, Juliana Sombra, a lei estabelece critérios para o exercício digno da profissão e dá mais segurança aos motoristas profissionais e amadores. “Além de terem reconhecido seu direito ao descanso, ao convívio familiar e a condições seguras de trabalho, os motoristas terão sensível aumento na quantidade e qualidade econômica dos empregos oferecidos”, afirma.

A nova lei toca em um dos pontos mais sensíveis para a segurança no trânsito. O foco são os motoristas de veículos de carga e de transporte coletivo e as estatísticas mostram claramente que, apesar de a maior parte da frota nacional ser de automóveis, proporcionalmente, acontecem muito mais acidentes com ônibus e caminhões e o cansaço dos motoristas é um fator que contribui para esse panorama.

Dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) revelam que o envolvimento de pelo menos um veículo de carga a cada quatro acidentes nas estradas ocorre, em geral, devido ao cansaço e à exaustão dos motoristas profissionais após extenuantes jornadas de trabalho. Dos 192,1 mil acidentes ocorridos em rodovias federais em 2011, 66,6 mil (34,7%) envolviam caminhões. Para conseguir cumprir os prazos exigidos pelos empregadores e contratantes, os motoristas acabam, também, usando remédios e drogas.

Penalidades – Segundo a nova legislação, o motorista que descumprir a lei terá seu veículo retido e responderá por denúncia junto à unidade do MPT mais próxima da sede da empresa para qual trabalha ou de sua residência, em caso de autônomo. Se for constatado que ele está dirigindo por mais de quatro horas sem parar, ele será obrigado a fazer uma pausa para descanso. A partir do dia 30 de agosto, o descumprimento desses intervalos será considerado infração grave, passível de multa e de retenção do veículo, até que o intervalo de descanso seja cumprido.

Convênio – Assinatura de acordo entre MPT e PRF, firmado este mês, permitirá cooperação em ações relacionadas à fiscalização de jornada de trabalho dos trabalhadores do transporte; combate ao trabalho escravo; prevenção, informação e mapeamento de rotas de tráfico e de trabalho escravo e infantil; condições de trabalho dos trabalhadores, em especial do transporte; transporte e tráfico de trabalhadores; combate à discriminação no trabalho; defesa do meio ambiente do trabalho; combate às fraudes trabalhistas; exploração do trabalho infantil e juvenil, de incapazes e índios; atividades de inteligência, contra-inteligência e capacitação.

Operação Jornada Legal

Data: 25 de julho de 2012 (quarta-feira)

Hora: das 7h às 11h e das 20h às 24h

Local: BR 116, km 19, Posto PRF de Itatinga

Informativo SEBRAE

Sebrae Ceará

VEJA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA

30/07 a 03/08/12

Eventos

26

FEIRA DO ARTESÃO DE SOBRAL
Local: Sobral - CE

26 a 28

FENAIVA – FEIRA DE NEGÓCIOS DO VALE DO ACARAÚ
Local: Sobral - CE

ROSÁRIO – MA, TERRA DO BOI BUMBÁ, FEITIÇO E CATIMBÓ

 

Cruz. Março de 1990. Dia chuvoso. Partimos em um caminhão Mercedes-Benz dirigido por José Afonso que transportava uma carrada de tijolos sobre a qual iam todos os meus móveis. Na cabine, eu, Maria e os dois meninos, Fabio e Paulo André. Cruzamos a Serra de Tianguá, Serra Grande ou Serra da Ibiapaba como é conhecida sob forte serração. Meia noite, fizemos uma pequena parada em um posto de abastecimento na divisa do Ceará com o Piauí, vizinho à cidade de Piripiri no Piauí. Às 13 horas, estávamos passando por Teresina Capital do Piauí. Após percorrer 930 Km chegávamos à cidade de Rosário, às 19hs. O primeiro contato com os comerciantes maranhenses foi para comprar um bico ou chupeta para Fabio, mas ninguém conhecia esta palavra. Após passar por vários comércios sem que os vendedores soubessem o que era chupeta, fomos informados de que havia um comerciante cearense na cidade, então nos dirigimos até o comercio dele, que entendendo a nossa língua, nos atendeu com a chupeta. Finalmente, chegamos ao nosso destino que era a Cerâmica Rosário que ficava do outro lado da cidade. No dia seguinte, retiramos os móveis e fui trabalhar como vendedor por sete meses quando resolvi voltar para Mossoró. Vedemos todos os móveis e fizemos o retorno de ônibus. Dia 31 de outubro, saímos da cerâmica às 6 hs e deixamos a cidade de Rosário às 9 hs pela empresa Itaguatur até São Luís, de onde viajamos para Fortaleza pela Expresso de Luxo. Em uma das caixas estava escrito o nome de Mossoró. Quando o motorista viu, perguntou se éramos de Mossoró e respondemos que sim. Então, ele nos disse que era natural de Apodi/RN. Viajamos com ele até a cidade de Campo Maior-PI quando houve troca de motorista. Chegamos a Fortaleza às 6 Horas, quando fomos informados de que estava saindo um ônibus da Viação Nordeste para Mossoró às 6h15. Ainda deu tempo de compramos as passagens e chegamos a Mossoró ao meio dia e 15 minutos.clip_image002[7]

Em Rosário, conheci muita gente boa, fiz amigos em São Luís, conheci seu Centro Histórico, os casarões de azulejo, as ruas estreitas, o museu, o centro comercial, o Bumba meu Boi, os costumes e as tradições do Maranhão. Em São Luís, o velho contrasta com o novo e o moderno. Confesso que uma das dificuldades que encontrei foi entender o linguajar de sua gente. “Qualira, Pé de curica, pisa maneiro e fica velhaco, estiva, bandeco, pititinga, pacamão, espocar laranja”.Onde havia duas ou mais pessoas conversando, o assunto era Boi do Maranhão ou macumba. Em toda a cidade, encontrei apenas quatro mulheres de cor branca. O restante da população é de cor preta. São pessoas muito educadas e atenciosas. No dia 12 de outubro de 1990, um jovem de vinte e dois anos estudante de segundo Grau, assassinou um garoto de 7 anos. Foi preso, mas a população invadiu a delegacia no dia seguinte, arrebentou a porta do xadrez, retirou o criminoso e o mataram a pauladas e pedradas. Não queriam o seu sepultamento no cemitério, mas houve a intervenção do padre para que pudesse ser sepultado no cemitério. Lá o povo é amigo, mas mata por diversão. Na cidade, há uma grande presença de urubus que habitam as árvores e o teto das casas. clip_image002[5]

Igreja de N. S. do Rosário

No dia ... Paulo André estava brincado com os amigos na cerâmica do vizinho quando pisou em brasa e queimou o pé ficando dente por vários dias. Um fato curioso que me chamou atenção foi no dia em que eu caminhava pela Rua Grande no Centro de São Luís quando passou uma moça e uma multidão passou a segui-la, inclusive, um taxista que passava pela avenida, parou o taxi e segui à moça. Tratava-se de uma jovem que aparentava uns 20 anos, usava um short e conduzia uma pequena bolsa. Tinha os cabelos compridos e estatura média. Passei a segui-la até quando entrou em uma loja. Era bonita, mas nada de anormal.

Rosário é uma região que chove muito, mas o calor é intenso. Qualquer pinguinho de chuva vem acompanhado de muitos raios e fortes trovoadas.

Dr. Lima

ACIDENTE GRAVE COM MORTE NA CE – 119

 

Cruz. Um acidente grave aconteceu domingo, 22, por volta do meio dia, na CE – 119, na localidade de Lagoa do Mato entre as cidades de Cruz e Bela Cruz. Uma caminhonete, que desenvolvia alta velocidade, estourou um pneu, o motorista perdeu o controle, e o veículo foi de encontro a um muro. Com o impacto, os passageiros que estavam na carroceria foram arremessados. O carro não capotou, mas derrubou cerca de dez metros do muro situado a margem da estrada. Um senhor por nome de José Eudes Ferreira, 30, solteiro, foi de encontro ao muro, quebrou o pescoço e teve morte no local. Os outros ocupantes do veículo, homens e mulheres, sofreram escoriações e fraturas nas pernas e braços. O sepultamento de José Eudes aconteceu, segunda feira pela manhã no Cemitério São Vicente de Paula em Cruz. José Eudes era natural do Município de Bela Cruz e residia na localidade de Guarda, na divisa com o município de Cruz.

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Ensaio geral

 

Vladimir Safatle

Carta Capital

A chamada Primavera Árabe foi, para muitos, o início de um movimento de reafirmação da força de transformação do campo político. Ela teria sido também a prova de que as sociedades árabes não estavam imersas em alguma forma de arcaísmo teológico antimodernizador que se manifestaria através de tendências latentes de constituição de sociedades teocráticas. Como se eles estivessem fadados a viver entre regimes laicos ditatoriais e sociedades que usam a religião como motor cego de mobilização popular.

No entanto, a análise da situação atual do mundo árabe pode parecer desoladora. Por enquanto, quatro países tiveram mudanças de regime: Tunísia, Líbia, Egito e Iêmen. Um quinto está em via de ver a sua ditadura cair, a Síria. Outro que teve grandes manifestações por mudanças, o Bahrein, está cirurgicamente longe dos noticiários internacionais.

Aliado importante do mundo ocidental, sede de uma base militar dos EUA, o Bahrein foi invadido por tropas sauditas a fim de garantir a perpetuação de uma monarquia absoluta. Nada disso causou indignação na opinião pública internacional com sua sensibilidade democrática seletiva e sua tendência a cobrar respeito aos direitos humanos apenas dos inimigos.

Outros países que tiveram manifestações, como o Marrocos, parecem agora imunes a revoltas. Da mesma forma, a pior ditadura teocrática do mundo, aquela que faz o Irã parecer uma democracia escandinava, continua firme com o apoio irrestrito dos defensores ocidentais da democracia. Na verdade, a Arábia Saudita continua sendo um foco de desestabilização de todo movimento democrático na região, já que financia generosamente movimentos salafitas pelo mundo.

Se levarmos tudo isso em conta e olharmos para os países onde a Primavera Árabe desabrochou, teremos a impressão de que o mundo árabe, de fato, tem uma tendência subterrânea à regressão. Na Tunísia, a queda do governo Ben Ali colocou no poder um partido islâmico, o Ennahda. Setores da sociedade tunisiana lutam diariamente para o país não regredir em matéria de laicidade e liberdade de expressão. Grupos salafistas invadem exposições de artes para destruir obras que julgam ofensivas aos preceitos islâmicos, além de paralisar universidades por exigir o direito de mulheres frequentarem aulas de burqa.

No Egito, a Irmandade Muçulmana lidera o governo e a frente que ainda luta por tirar os militares do poder. Embora já tenha dito não querer islamizar a sociedade egípcia, é fato que isso não seria necessário: o Egito já é um país onde é possível processar um ator por ele ter representado um papel ofensivo ao Islã, onde cristãos não podem ser governadores de estado ou reitores de universidade e onde tomar uma cerveja em um bar não é exatamente algo simples.

Tal situação nos leva a duas reflexões. Primeira, o que vimos em 2011 foi um ensaio geral. Os grupos que deram início à sequência da Primavera Árabe não eram islâmicos, mas jovens diplomados desempregados e sindicalistas. No Egito, por exemplo, foi o Movimento 6 de abril, composto por jovens das mais variadas tendências, a iniciar o processo de ocupação da Praça Tahir. Esses grupos ainda não encontraram uma forma institucional que os fortaleça. Eles não têm unidade. Na ausência disto, o grupo mais organizado e disciplinado é, no caso, os muçulmanos, que conduz o processo.

A história conhece vários exemplos de revoluções traídas. Tais exemplos não podem ser lidos como meros fracassos, são movimentos duros de compreensão de limites de ação política. A espontaneidade impressionante da Primavera Árabe demonstrou sua força e sua fraqueza. Sua força fica clara quando a revolução ganha. Sua fraqueza aparece quando os embates em torno do saldo da revolução entram em cena.

Por outro lado, é inegável que a força dos movimentos muçulmanos vem principalmente do sentimento de humilhação que os povos árabes nutrem em relação ao Ocidente. Há um ressentimento profundo vindo de promessas de modernização não cumpridas, continuidade de sistemas de influência colonial e xenofobia internacional contra os árabes, muitas vezes tratados implicitamente como “povo terrorista”. Os muçulmanos sabem instrumentalizar bem tal afeto, dando a esses povos um sentimento de orgulho.

A única maneira de quebrar tal força viria da capacidade de setores dos países árabes em encontrar, dentro de sua própria tradição, correntes que constituam promessas de formas de vida distantes dos preceitos religiosos do islamismo conservador. Isso passa por saber explorar de maneira mais radical o caráter liberal de várias tradições do nacionalismo árabe. A Primavera Árabe aparece como a abertura de uma sequência imprevisível. E a maneira mais certa de garantir o pior é deixando-se tragar pelo imediatismo do derrotismo.

Leia os últimos artigos de Vladimir Safatle:
O que quebrará o País?
Artes: O pós-modernismo nunca existiu
Estagnação: A miséria da cultura

Joel Santana não é mais técnico do Flamengo

Técnico não resiste a mais um tropeço no Campeonato Brasileiro
Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/esportes/joel-santana-nao-mais-tecnico-do-flamengo-5555156#ixzz21T5SnDjO

Miss Brasil será em Fortaleza

 

Publicado: 22 de julho de 2012 às 20:41 | Autor: Eliomar de Lima

Essa é do Blog Gente de Mídia, do querido Nonato Albuquerque:

Quando setembro vier, o Miss Brasil vai acontecer. Sabe onde? Em Fortaleza. O concurso tem transmissão exclusiva da Bandeirantes e vai ocupar o Centro de Eventos do Ceará.

Representantes de todo o país estarão desfilando em nossa capital, no concurso que tem como Miss Ceará, Milena Férrer. A organização do concurso confirma Adriane Galisteu como apresentadora oficial. Será no dia 29 de setembro.

domingo, 22 de julho de 2012

Quando a violência se torna um entretenimento

Jornal do Brasil
Renan Almeida

Há duas semanas, a luta entre o campeão Anderson Silva e o desafiante Chael Sonnen ganhava a atenção de todo o planeta, principalmente entre os brasileiros, que torciam sedentos pelo seu representante contra o americano, por muitos chamados de falastrão.
A psicanalista Joana Novaes, da PUC-Rio, ao analisar a grande audiência que estes eventos estão atraindo, compara-os às lutas da idade média, "onde a violência é espetacularizada e torna-se entretenimento. É como se desse vazão a uma coisa interna do sujeito, que é cerceada".
Neste sábado(21), novamente um brasileiro e um americano se enfrentam na luta mais importante da noite. O potiguar Renan Barão luta com o americano Urijah Faber na disputa pelo cinturão da categoria galo, sem um favorito aparente.
O MMA (Artes Marciais Mistas) é uma modalidade recente de luta que mistura técnicas de diversas artes marciais. A família Gracie foi responsável pelos primeiros torneios, ainda na década de 80, quando aprimorou as técnicas do Jiu-Jitsu japonês, criando o Jiu-Jitsu como é conhecido hoje. Confiantes na técnica que desenvolveram, os Gracie começaram a realizar campeonatos em que desafiavam lutadores de qualquer modalidade a enfrentá-los. Surgia o `Vale-Tudo', que recebeu este nome pois, de fato, quase não havia regras.
O esporte ganhou popularidade no Japão e, mais tarde, nos EUA. No entanto, começou a ser discriminado pela violência dos combates. Apesar de ter como origem o Vale-Tudo, na década de 90 o esporte ganhou novo formato e um pacote de regras visando proteger os atletas. Desde então, o UFC se tornou a marca esportiva que mais cresce no mundo.
Masculinidade e violência
Para entender o motivo do crescente interesse nas lutas de MMA, o JB ouviu diferentes especialistas em sociedade e hábitos para que eles apontassem as diferentes razões.
A psicanalista Joana Novaes, da PUC-Rio, explica o interesse que as pessoas têm nos combates no fato de o ser humano ser o único com desejo genuíno pela violência. No entanto, em sociedade este desejo é limitado. Joana lembra que a imagem dos lutadores mudou na última década de 'pit boys' para atletas super disciplinados.
"Ao contrário do que acontecia na década de 90, esses caras não são mais os 'pit boys', os marginais. Eles se converteram em heróis e existe todo um esforço em mostrar a disciplina e a rotina de privação e treino extenuante que enfrentam", explica.
Ela ressalva ainda que "em nossa cultura, já muito violenta, pode ser perigoso reacender esse hábito". Também entende que, por trás da novidade, existe uma visão bastante conservadora que associa masculinidade à violência.
"Gera um certo estímulo violento nas pessoas. Principalmente dentro da cultura do anabolizante, da maromba, que considera ser porradeiro sinônimo de ser mais másculo", conclui.
Exploração da violência
O sociólogo Ronaldo Helal, do Núcleo de Ciências Sociais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, destaca que o excelente desempenho dos brasileiros no principal torneio internacional de MMA, o UFC, é fator fundamental para a conquista de espaço que o esporte alcançou no Brasil. Na última década oito brasileiros conquistaram Cinturão no UFC, entre eles, Anderson Silva, que ganhou o título de campeão dos médios em 2006 e desde então já defendeu este posto dez vezes, se tornando o maior lutador de MMA da atualidade.
"Não existe esporte sem herói. É como a Fórmula 1 que, sem o Senna, não tem mais o apelo que tinha. No MMA temos campeões brasileiros" , explica Helal.
Outro componente apontado pelo sociólogo é o marketing que envolve o UFC. Com os atletas brasileiros em evidência, a grande mídia abraçou o esporte e até um reality show com lutadores foi realizado. Helal lembra que os clubes de futebol também entraram no meio, patrocinando atletas:
"Será que teria essa popularidade sem a imprensa?", questiona. "Temos o Anderson Silva no Corinthians, o José Aldo no Flamengo. A relação que as pessoas nutrem com seus clubes é maior do que com os atletas. Tudo isso atrai as pessoas".
Por sua vez, a socióloga Mariana Martins, da Universidade Estadual de Campinas, responsabiliza a mídia e os organizadores por promoverem como novidade as sequências de violência que não necessariamente representam alto grau de risco aos participantes da modalidade.
"Faz parte da dinâmica do MMA uma grande exploração midiática dos combates, de modo a simular situações de violência como se fossem reais". Ela até explica que a violência foi reduzida: "Por terem sido recebidos como repugnantes pelos espectadores, os organizadores proibiram uma série de golpes nos últimos anos".
Gladiadores do terceiro milênio?
Segundo a socióloga, a transmissão dos eventos minimiza os aspectos técnicos da modalidade, enfatizando a violência das lutas.
"Na Rede Globo os narradores definem os lutadores como `gladiadores do terceiro milênio', tentando criar um paralelo entre esta luta e os combates da Roma Antiga, quando não era raro que terminassem com mortes".
Mariana adverte ainda que, ao contrário da imagem de esporte brutal com que são promovidas, as lutas de MMA oferecem menos riscos físicos aos lutadores do que outras modalidades de lutas envolvendo pancadas.
Isso é confirmado em estudo da Escola de Medicina da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, que concluiu que a taxa de lesão em competições de MMA é compativel com a de outros esportes envolvendo golpes. O estudo aponta que o menor indice de nocautes no MMA, em comparação com o boxe, ajuda a prevenir lesões cerebrais nos atletas.
Já o estudante José de Souza, 22 anos, diz que a dinâmica dos combates de MMA é o que mais o atrai na modalidade.
"No boxe, se o cara leva um golpe bem dado, o juiz separa, conta até 10 para ele levantar. No MMA se o adversário cair, coitado dele", ironiza.

DEU NO SITE - PORTO DA GENTE

 

O ministro da Secretaria de Portos (SEP), Leônidas Cristino, não está confortável no cargo e pode cair em breve. Além de desagradar os trabalhadores, ao jamais atender as suas reivindicações, e o setor empresarial, agora o descontentamento é por parte das Autoridades Portuárias, que estão sobre a chancela da SEP.

As ações de Leônidas cumprem apenas as diretrizes partidárias do PSB, sem integração com os intervenientes portuários. Para piorar, nenhum grande programa foi implantado com eficiência. O Porto Sem Papel está longe de funcionar em sua plenitude e a dragagem dos portos brasileiros está devagar, quase parando.

Postado por WILSON GOMES às 07:02 em seu blog

UM POTYGUAR EM TERRAS ALENCARINAS

 

Cruz. Junho de 1981. Logo após concluir o curso de Engenharia Agronômica pela respeitada instituição federal, Escola Superior de Agricultura de Mossoró – ESAM, eu comecei a luta por uma vaga no mercado de trabalho. Oportunidades não faltaram, mas barreiras também. Como todo recém-formado ainda não tem experiência profissional, por isto não é aceito no mercado de trabalho. Sempre fomos eliminados em todos os processos de seleção que apareceram. Neste período, recebi uma grande ajuda do Empresário de transporte coletivo de Mossoró, professor Belmont que contribuiu para minha habilitação como motorista colocando a sua empresa de transportes à minha disposição para pratica de direção. Outros amigos também contribuíram colocando seus veículos a minha disposição para aulas praticas de direção. Certo dia, eu recebi uma ligação do ex-diretor da ESAM Dr. Vingt-um Rosado pedindo o meu comparecimento em sua residência. Ao atender o convite, fui informado de que se tratava de uma vaga para Engenheiro Agrônomo trabalhar em Projetos de Reflorestamento no Município de Acaraú, mais precisamente na M. Machado Florestal Ltda. em Caiçara, atualmente Município de Cruz.

clip_image002

Compareci ao escritório da empresa, na Rua Pe. Cicero em Fortaleza, juntamente com um Técnico Agrícola que desistiu da proposta de emprego. Após a entrevista que fiz com o Dr. Deusdete Alves, acertamos a viagem para o dia 10 de junho quando cheguei à Caiçara, após pernoitar em Fortaleza no Hotel Amuarama. Chegamos por volta do meio dia. Passamos por Cruz onde fiz o primeiro contato com o empresário João Apoliano de Freitas, proprietário do Posto Freitas fornecedor de combustível para a M. Machado Florestal Ltda. Trabalhei nesta empresa por 22 meses, na implantação de projetos de reflorestamento com cajueiro. Nesta época, conheci o topografo de Sobral, Vicente Alcântara, que muito contribuiu para o desenvolvimento de meus trabalhos na empresa e nos tornamos grandes amigos. Em seguida, fui para a EMASA e Faz. Altinho do mesmo Grupo Machado. Retornei para Caiçara onde morei até 1985 quando Cruz emancipou-se de Acaraú, então eu mudei a residência para Cruz. Aqui, exerci atividades comerciais, coordenei time de futebol, participei da vida política, fui candidato a vereador, fundei associações, prestei diversos serviços voluntários à comunidade e ao município, construir um vasto ciclo de amizades pela região. Neste período, passei por muitas dificuldades e tinha uma vida de isolamento. Na região não tinha estradas, telefone, postos de saúde, todos os doentes eram levados para Acaraú, a 50 km de distância. O telefone mais próximo estava em Bela Cruz à 40 km, mas tinha como missão, lutar pelo progresso do município, representar a cultura, os costumes e as tradições do meu estado, seguindo a máxima do grande estadista Dix-Huit Rosado “Quem não faz um pouco mais pela sua terra, não fará jamais nada pela terra de ninguém”.clip_image004

Sempre norteei minha vida inspirado nos grandes compatriotas, Câmara Cascudo, Celina Guimarães, Dr. Zacarias Gurgel, Luiz Florêncio Jácome, Felipe Neri Brito Guerra, Dr. Epaminondas Tito Jácome, Luiz Gonzaga de Brito Guerra (Barão de Assú), Romualdo Lopes Galvão, Coronel Pompeu Jácome, Francisco de Oliveira Cascudo, Claudionor Batista de Oliveira (Dozinho), Joaquim Ramalho do Nascimento, Padre Francisco de Brito Guerra, Tomaz Salustiano, Urik Graff e Antônio Gentil de Souza. Filhos ilustres que orgulham nossa terra.

clip_image006

Em 1986, assumi a Secretaria de Obras do Município de Cruz até 1989, quando lutei pela realização de importantes obras para o município. Neste período foi construída uma boa infraestrutura básica para instalação e funcionamento do recém-criado município de Cruz.

Dr. Lima

FESTIVAL NACIONAL DE DANÇA

Por Luiz Carlos Amorim - Escritor – http://luizcarlosamorim.blogspot.com
É julho. O inverno fica mais frio, com a chuva que insiste em cair na Cidade da Dança, devagarinho, alternando com o sol, ou fica mais quente, com tanto movimento e cor? As azaleias desabrocham, espalhando cores e, qual grande caixa de música, a cidade dos príncipes e das flores é, também, um grande palco: apesar da chuva, a emoção, bailarina, vibra dentro de todos e a música é poesia na ponta das sapatilhas...

Começou a trigésima edição do Festival de Dança de Joinville, o maior do gênero na América Latina, também conhecido como Festival Nacional de Dança. Desde julho de 1983, a música chega de mansinho pelas ruas e palcos da cidade e os bailarinos vão surgindo e a alegria comemora o inverno na capital da dança.

São mais de cinquenta mil espectadores, só nos palcos oficiais – da mostra competitiva, da mostra de dança contemporânea e do festival meia-ponta - pois além deles há os palcos alternativos espalhados pela cidade em praças, fábricas, shopping centers, hospitais e nos bairros. Durante quase duas semanas de festival, a música, poesia do som, embala a emoção, aguça os sentidos, transborda o coração, explode por todos os poros e faz-se movimento, dança e enlevo...

E, no meio da magia deste tempo, eu jogo meus sentidos ao longo do corpo e na ponta dos pés dos bailarinos e bailarinas, essa gente esguia que se lança no ar. Esse alçar voo no compasso da emoção, como se os pés e os braços fossem asas ao sabor do som, da música que embala e impulsiona, enlevo e encanto... Dançam meus olhos, bailarinos trôpegos, ávidos de movimento, de beleza e luz, a eternizar a arte divina e imortal na ponta desses pés...

Na esquina do sol e da chuva, na esquina das cores, da poesia e da magia, brota uma cidade: Joinville, a cidade das flores, a capital da dança.

Então, dança, Joinville, dança, e embala a minha alma, embala o meu coração, embala os meus sentidos todos e de todos que esperam por esse tempo de sons e movimentos...

sábado, 21 de julho de 2012

Discos voadores, uma realidade reconhecida até pelos governos

Lembre-se, o CSPU se reunirá dia 27 próximo no auditório do SEBRAE de Sobral a partir das 19hs

Excessiva presença

“Mamãe, papai, já estou bem grandinho e posso me virar sozinho. Por favor,
deixem que eu resolva isso a meu modo!” Que tal? Essa frase faz sentido
para você? Já percebeu como existem mamães e papais manipuladores, que
seguem pela vida afora acreditando que o filho não é capaz de dar um passo
se eles não estiverem por perto? Chega a ser sufocante, não é mesmo? E os
palpites, então... Vêm aos montes: “por que você não faz assim?”, “aquela
cor fica melhor”, “deixe que faço isso pra você”, “não se esqueça de
passar por aqui na volta”, “só estou ligando pra perguntar se você
esqueceu que tem família”... E, por ai vai. Seus pais até esquecem que
você se casou há muito tempo, tem filhos e um lar para tomar conta.
Esquecem, na verdade, que hoje você possui também outra família. Vivem
cobrando sua presença ou enchendo sua cabeça com lamentações, passando-se
por vítimas, porque ainda não encontraram nada melhor para fazer depois
que você e seus irmãos saíram de casa.
Olha, se você passa por essa situação toda a semana, preste atenção no que
vou lhe dizer: se deixar, eles vão monitorá-lo a vida toda. Vão tomar
conta dos seus gastos, bisbilhotar suas gavetas e panelas, infernizar
reclamando de suas crianças... Sempre ressaltando que se você os tivesse
ouvido não estaria passando por isso ou por aquilo. Acreditam que têm a
receita do bem viver e querem impô-la a todo custo. Só se esquecem de que
tiveram a mesma chance anos atrás, e que, se a vida não foi melhor com
eles, é justamente porque não foram melhores com ela, pois colhemos o que
plantamos. E, agora, querem viver novamente o que já passou. Sabe como?
Através de você! É isso mesmo; querem viver a sua vida. Ou não percebeu
isso?
Preste atenção nas sugestões deles. Parecem alternativas ou imposições?
Não sabe?! É fácil perceber. Repare. Quando você faz o contrário ou algo
diferente do que eles sugerem, como se comportam? Esperam pacientemente
até que o resultado se configure ou ficam aborrecidos e “emburrados”
dizendo que não confia neles e vai acabar “quebrando a cara”? Lembro-me de
um desenho, em que havia dois personagens. Cada vez que algo saía errado,
diziam entre si: - “Eu te disse, eu te disse”, e o outro falava: - “Eu
sei...”; e percorriam assim um longo caminho repetindo essas palavras.
Veja bem, você não precisa provar seu amor aos seus pais fazendo tudo o
que desejam que faça. Tem sua própria cabeça e pode caminhar com as
próprias pernas. Simplesmente agradeça as sugestões, e avalie o que é
melhor ser feito. Caso decida por algo diferente do que lhe sugeriram,
assuma sua escolha, e esclareça que, para você, outra opção mostrou-se
mais interessante. Não precisa sentir remorso, nem culpa. Todos têm sua
chance de viver esta vida. Eles tiveram a deles e, pensando bem, continuam
tendo. Liberte-se dessa excessiva presença. Como dizia uma colega de
faculdade: “Viva e deixe viver”!
Maria Regina Canhos Vicentin (e.mail: contato@mariaregina.com.br) é
escritora.
Acesse e divulgue o site da autora: www.mariaregina.com.br.