quinta-feira, 5 de julho de 2012

Construção civil lidera ranking de conflitos trabalhistas no Ceará

 

A construção civil é o local onde mais ocorrem conflitos trabalhistas no Ceará. Levantamento realizado pelo Tribunal Regional do Trabalho do Ceará (TRT/CE) constatou que de cada 100 novos processos iniciados no ano passado, 17 envolviam construtoras e operários. Dos 46.213 processos iniciados em 2011 nas 29 varas do trabalho cearenses, 7.802 conflitos ocorreram em canteiros de obras.

O município de Crateús e outros 15 localizados no entorno dele são os locais onde a construção responde percentualmente pelo maior número de processos. Na região, sobe de 17 para 53 em cada 100 processos envolvendo a construção civil. Das 1.392 reclamações trabalhistas apresentadas à vara do trabalho de Crateús no ano passado, 741 tratavam de horas extras não pagas, indenizações por dano material e moral e outros conflitos ocorridos em construções.

Em segundo e terceiro lugares na lista de atividades profissionais onde há maior número de conflitos estão, respectivamente, o comércio varejista e as prefeituras municipais. As reclamações trabalhistas de funcionários do comércio respondem por 13% dos processos que chegaram às varas do trabalho no Ceará no ano passado. Já as queixas de servidores públicos municipais respondem por 10% das reclamações trabalhistas.

Além da construção civil, comércio e serviço público municipal, completam a lista das dez atividades nas quais mais ocorrem conflitos de trabalho a indústria têxtil (6%); turismo (4%); limpeza, segurança e vigilância (3%); serviços domésticos (3%); saúde e seguridade social (2%); transporte (2%); e alimentação (2%).

Mais informações:
Tribunal Regional do Trabalho do Ceará (TRT/CE)
Assessoria de Comunicação Social
Telefones: 85 33889227 e 33889428
E-mail: csocial@trt7.jus.br
Twitter: @trt7ceara

Nenhum comentário:

Postar um comentário