sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

Al-Qaeda se responsabiliza pela morte de Bhutto, diz agência

Um dos líderes da Al-Qaeda no Afeganistão, Mustafá Abu al-Yazid, reivindicou nesta sexta-feira a responsabilidade pelo atentado que vitimou a ex-primeira-ministra do Paquistão, Benazir Bhutto, segundo a agência de notícias Adnkronos International (conhecida como AKI).

Coube ao "nº 2" da organização terrorista, o egípcio Ayman al-Zawahiri, o desejo de matar Bhutto.

A líder oposicionista Benazir Bhutto foi sepultada durante a manhã no mausoléu da família, em Garhi Khuda Baksh, sua cidade natal. O primeiro-ministro interino do Paquistão, Mohammedmian Soomro, afirmou hoje que o governo não tem planos de adiar as eleições parlamentares em decorrência do assassinato da ex-primeira-ministra, que era candidata ao pleito.

As eleições estão marcadas para 8 de janeiro. "Por enquanto, o cronograma permanece mantido", afirmou o vice-premier, acrescentando que uma eventual mudança só ocorreria mediante acordos com todos os partidos políticos.

Agência Estado / Portal Verdes Mares

Nenhum comentário:

Postar um comentário