quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Transporte escolar é inspecionado pelo TCE em Cariré

O Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE) realizou na manhã de ontem mais um trabalho de inspeção do transporte escolar no Estado. A exemplo do que aconteceu recentemente no município caririense de Araripe e em Nova Russas, a inspeção realizada por integrantes da 5ª Inspetoria de Controle Externo do TCE e por fiscais do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) foi motivada em decorrência de um acidente envolvendo um transporte escolar ocorrido em março deste ano, e que ocasionou a morte do estudante Francisco Renato da Silva, 17 anos.

A equipe composta pelo analista de controle externo do TCE-CE, Henrique Bezerra Cardoso; pelo motorista Inocêncio da Costa e por servidores do Detran realizou todo um levantamento das condições da frota, situação dos motoristas, inclusive colhendo opiniões dos alunos, professores e diretores das unidades de ensino. O trabalho se propõe ainda a verificar se os recursos liberados pelo Governo do Estado estão sendo aplicados de acordo com as exigências do Código Nacional de Trânsito, com relação ao tipo de veículo e aos itens de segurança necessários ao oferecimento de transporte escolar adequado.

De acordo com a secretária da Educação de Cariré, Edite Maria Lopes Loureço, o município dispõe atualmente de 29 veículos para transportes de estudantes e que ainda utiliza as caminhonetes D-20 e F-4000, tipo pau-de-arara, como transporte escolar.

Ela afirmou ainda que todo um trabalho de melhoria da frota de veículos vem sendo feito no município. Segundo ela, os recursos investidos "são muito altos", mas, desde o início do ano, os veículos abertos vêm sendo substituídos pelos fechados. "Como algumas das nossas estradas são ruins para a passagem de veículos, adotamos esse tipo de carro, adaptável ao transportes escolar", afirma Edite.

Segundo o prefeito Antônio Martins, o município está investindo na recuperação das estradas para em breve fazer a troca desses veículos. "Já investimos mais de R$ 400 mil na recuperação de estradas vicinais, cujo objetivo é dar condições para que os veículos que transportam esses estudantes trafeguem com mais segurança", afirmou.

Por Wilson Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário