quarta-feira, 23 de setembro de 2009

No Ceará - Presos fazem policiais civis reféns e fogem

Três assaltantes presos, que estavam sendo transferidos na tarde de ontem, da Delegacia Metropolitana de Maranguape para a carceragem da Delegacia de Capturas e Polinter (Decap), na Capital, tomaram os dois policiais civis que estavam na viatura como reféns, em Parangaba, e obrigaram os inspetores a dar-lhes fuga em direção ao Interior. Depois de trafegar por cerca de 90 quilômetros pela BR-020, os policiais - inspetores Williame e Patrícia - foram libertados próximo a cidade de Caridade, quando a viatura deu pane de combustível.

Os presos fugiram pelo matagal, levando as armas e coletes dos inspetores. De acordo com o cabo PM Flávio Abreu, da Companhia Provisória de Maranguape, os presos Valdemar Martins Gomes, o ´Valter´; Joel Travassos Ribeiro; e Francisco Josemberg de Abreu, estavam sendo conduzidos em uma viatura xadrez modelo Parati. Dois deles estavam no xadrez e o terceiro, algemado, no banco traseiro. Ao chegar em Parangaba, em Fortaleza, o detento que estava no banco de trás, conseguiu passar as algemas para a frente, se apoderou da pistola do inspetor Willame, que dirigia a viatura, e o obrigou a fazer o retorno.

O bandido mandou que os policiais seguissem pela rodovia BR-020, até que a viatura da deu pane de combustível, próximo a um matagal. Os três homens fugiram com as pistolas modelo Ponto 40 (0.40) e coletes à prova de balas dos dois inspetores. Somente no começo da noite, os policiais conseguiram contato com seus superiores para informar o que havia ocorrido.

Uma patrulha da Companhia Provisória de Maranguape e policiais civis foram deslocados para o local onde os inspetores foram libertados. Até o fim da noite, as buscas continuavam, mas ninguém havia sido preso. (DN).

Por Wilson Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário