sábado, 19 de setembro de 2009

BR-222 é vistoriada por deputados

Sobral. "Por que de Aracati pra frente a rodovia está ótima e a aqui dentro do Ceará não? Será que o dinheiro de lá tem mais valor do que o daqui?". Essas foram as palavras ditas pelo deputado federal Chico Lopes (PCdoB), após inspecionar a BR-222 juntamente com o colega de bancada, José Linhares (PP). Eles agora irão produzir um relatório, a ser enviado ao Ministério dos Transportes. Na última quinta-feira, o assunto foi tema de matéria no caderno Regional, do Diário do Nordeste, "Buraqueira causa prejuízos nas rodovias federais".

A viagem de inspeção aconteceu na manhã de ontem e foi acompanhada pelo superintendente do Departamento Nacional de Infra-estrutura de Transportes (Dnit) no Ceará, Joaquim Guedes Neto. "Essa inspeção tem o objetivo de unirmos forças para procurar uma solução definitiva para os problemas que têm surgido ao longo da BR-222 e em outras rodovias federais", disse Guedes.

Segundo o deputado padre José Linhares, durante a viagem, foram feitas várias paradas com a finalidade de detectar os erros que vem causando a deterioração da estrada federal, principalmente no trecho que vai de Itapajé a Sobral. "Considero a BR-222 como a artéria principal, porque liga o Estado a duas extremidades importantes, e porque Sobral é hoje uma cidade bastante desenvolvida".

"Aproveitei a viagem para mostrar as modificações que estão sendo projetadas ao longo desse trecho, como mudança de traçado e alargamento de pontes, como a que está sendo executada no KM 119, próximo ao município de Itapajé", esclareceu Guedes.

De acordo com o deputado Chico Lopes, o problema das estradas federais estarem ruins não é por falta de dinheiro, uma vez que a União já liberou mais de R$ 30 milhões em recursos para a obra, e sim pela maneira como está sendo executado.

Por Wilson Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário