quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Procurador rejeita criação da Rede, partido de Marina Silva


Anderson Pires

O Ministério Público Eleitoral emitiu parecer contrário ao registro do partido Rede Sustentabilidade junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). E recomendação contrária à criação da nova legende foi enviada nesta terça-feira (01) pelo vice-procurador-geral eleitoral, Eugênio Aragão.

A nova legenda, articulada pela ex-ministra Marina Silva, só conseguiu relacionar 442 mil assinaturas de apoio, sendo que legislação exige 492 mil registros. A falta de confirmação legal de apoio foi o argumento usado pelo procurador para desaprovar a oficialização da agremiação política.

A sessão do TSE que julgará o futuro da Rede Sustentabilidade está marcada para a próxima quinta-feira (03), dois dias antes do prazo final para a obtenção do registro necessário para a participação da legenda no próximo pleito, marcado para 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário