terça-feira, 27 de outubro de 2009

Relatório das investigações - Cearenses justificam demora

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) tem sido um instrumento legislativo disputado entre oposicionistas e membros da base dos governos em todo País. Quando da abertura dos trabalhos de investigação, em qualquer delas, a previsão é sempre de apuração das denúncias e a tomada de alguma providência. Na maioria dos casos, porém, não há resultado efetivo nos trabalhos.

Atualmente, três representantes do povo cearense filiados ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB): Inácio Arruda, Chico Lopes e Lula Morais estão figurando como relatores de CPIs na Assembleia Legislativa, na Câmara Federal e no Senado da República. Nos três casos, coincidentemente, os relatórios finais, de responsabilidade desses cearenses caminham para o nada. A CPI em que é relator o senador Inácio Arruda começou no ano de 2007.

Cada um dos relatores apresentam os seus motivos como forma de justificativa do resultado das investigações. Também, coincidentemente, o deputado estadual Lula Morais, o deputado Federal Chico Lopes e o senador Inácio Arruda que estão com a responsabilidade de concluírem os trabalhos de CPIs nas Casas Legislativas, fizeram pedidos de prorrogação de prazos para a conclusão dos trabalhos, sendo todos os pedidos aprovados pelo respectivo Legislativo. (DN).

Por Wilson Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário