terça-feira, 20 de outubro de 2009

Ciro reafirma sua posição de aliado

O deputado federal cearense Ciro Ferreira Gomes (PSB), um dos presidenciáveis das eleições 2010, disse ontem que não pedirá, por não achar justo, o apoio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à sua possível candidatura à Presidência da República. Embora queira ser considerado com um dos colaboradores do atual Governo, Ciro disse entender como legítimo o desejo do presidente de construir um nome do seu partido para a sucessão presidencial.

As declarações do parlamentar foram na oportunidade em que ministrou palestra, na manhã de ontem, sobre Sustentabilidade, na Universidade de Fortaleza (Unifor). Após participar da caravana presidencial que visitou as obras de transposição de águas do Rio São Francisco, o parlamentar considera que o atual momento é de "teste" para aqueles que estão colocados como pré-candidatos e comparou os presidenciáveis a um carro de corrida do tipo Fórmula 1.

"É como se fosse os treinos livres da Fórmula 1. Cada carro entra na pista meio sozinho, mas você ver se o carro é competitivo ou não. Daqui a pouco tem a fase do gride de largada para marcar os tempos. Nessas duas fases eu estou muito bem", disse o deputado cearense, sobre uma possível candidatura sua dentro da base de apoio ao presidente Lula. (DN).

Por Wilson Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário