sábado, 10 de outubro de 2009

Gizela Costa é Doutora Honoris Causa da UVA

A desembargadora Gizela Nunes da Costa, do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE), recebeu ontem o título de Doutora Honoris Causa, concedido pela Universidade Vale do Acaraú (UVA), no auditório central do Campus da Betânia.

A magistrada foi escolhida para receber a comenda por conta das contribuições relevantes prestadas, tanto ao Judiciário como ao Ensino Superior cearense, principalmente no município de Sobral.

O diploma Honoris Causa foi entregue à homenageada durante sessão ordinária do Consuni. A indicação foi aprovada, por unanimidade, na sessão do Conselho Universitário presidida pelo reitor Antonio Colaço Martins, em 11 de setembro.

"A UVA, prestando essa homenagem à desembargadora Gizela Nunes da Costa, além de reconhecer os méritos pessoais dela, e de suas ações nas mais variadas áreas em que se destaca, distingue, entre seus ex-alunos e professores, uma aluna e professora notáveis, pois que ela cursou Letras, na Faculdade de Filosofia Dom José, e História, na Universidade Estadual Vale do Acaraú, enquanto também lecionava". A declaração é do chefe de Gabinete da Reitoria e professor do Curso de Direito, José Luís Lira, autor da indicação do nome da desembargadora Gizela.

O título de Honoris Causa, concedido a personalidades que tenham prestado importante contribuição a uma instituição de ensino, concede também a alcunha de doutor, mesmo sem o agraciado ter cursado doutorado. "Esse título representa muita coisa. É o coroamento da minha vida acadêmica como professora", declarou a homenageada, que pretende agora, se dedicar à Academia Fortalezense de Estudos e Letras.

Diversas personalidades receberam o título honorário de doutor da UVA. Entre os mais conhecidos estão os escritores Ariano Suassuna, Rachel de Queiroz e Alcides Pinto, os ex-governadores Gonzaga Mota e Tasso Jereissati e o governador Cid Gomes. (DN).

Por Wilson Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário