sábado, 17 de outubro de 2009

Ceará é terceiro em trabalho infantil

O percentual de crianças e adolescentes que trabalham no Ceará cresceu em 2008, de acordo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), e deixou o Estado no topo da lista nacional. Com 13,59% da população de 5 a 17 anos descrita como ocupada, ele fica em terceiro lugar, superado apenas por Tocantins, com 15,71%, e Piauí, com 15,07%. Em 2007, o Ceará estava em nono lugar, com 13,35% da população nessa faixa etária ocupada.
A Pnad é aplicada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e considera como parte da população ocupada a pessoa que tenha trabalhado pelo menos uma hora durante a semana em que as pesquisas são realizadas, a última de setembro de cada ano. Apesar do aumento no percentual, a população ocupada de crianças e adolescentes tem diminuído nos últimos três anos.
Em 2006, eram 329.930, o que representava 15,05% das pessoas nessa faixa etária e deixava o Ceará na quarta posição no ranking nacional. No ano seguinte, esse número foi para 296.752. Já em 2008, de acordo com o IBGE, 293.783 crianças e adolescentes de 5 a 17 anos trabalhavam no Estado. No Brasil, eram cerca de 4,5 milhões. (O Povo).
Por Wilson Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário