segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Luizianne lança Pimentel ao Senado

Pela primeira vez na história do PT cearense, não haverá disputa pela presidência da sigla. Ontem à tarde, o partido lançou a candidatura única da prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, para o topo de seu diretório estadual.
A definição deu-se após desistência do atual presidente da legenda e até então candidato à reeleição, Ilário Marques – que, sem apoio suficiente, foi convencido a abandonar a disputa. O outro postulante ao cargo, deputado federal José Airton Cirilo, também abriu mão do posto.
Já adiantando o discurso de líder oficial, Luizianne citou um de seus principais desafios no cargo: eleger, ao Senado, o ministro da Previdência Social, José Pimentel (PT). “Em 2010, o PT não vai pra brincar. Vai eleger os dois senadores da coligação: Eunício Oliveira (PMDB) e Pimentel”, bradou.
O nome do petista é visto com simpatia por vários outros setores do partido - inclusive por Ilário e pelo vice-governador do Estado, Francisco Pinheiro.
A princípio, a candidatura de Luizianne representa importante vitória para o governador do Estado, Cid Gomes (PSB). Sem Ilário no páreo, morre dentro do PT um dos poucos focos de resistência à gestão cidista – consolidando-se, assim, a provável aliança PT-PSB em 2010.
Em contraponto, os esforços do PT na eleição de Pimentel ao Senado poderão barrar qualquer aproximação entre Cid e o senador Tasso Jereissati (PSDB) – cujo partido também estuda parceria com o Governo no pleito do ano que vem. (O Povo).

Por Wilson Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário