segunda-feira, 17 de agosto de 2009

DUAS LUAS EM 27 DE AGOSTO

“Vale a pena”



O Planetario Internacional de Vancouver, da British Columbia - Canadá, calculou com precisão quando Marte estará orbitando perto da Terra. Será no dia 27 de agosto de 2009.

Todavia, o mais interessante de tudo é que isto estava previsto em um código maia, encontrado na piramide ao lado do Observatorio Estrelar em Palenque, Chiapas - México.

Com este cálculo matemático, agora os maias estão sendo vistos como os gregos da América, e o orgulho da Guatemala.

Pelo menos, quatro ou cinco gerações da humanidade não voltarão a ver este fenômeno atronômico que poucas pessoas sabem até o momento, embora tenha sido noticiado em 11 de maio de 2009.

Duas Luas no céu

No dia 27 de Agosto, a meia noite e meia, olhe para o céu.

O planeta Marte será a estrela mais brilhante do céu, e será tao grande quanto a lua cheia, e estará a 55,75 milhões de quilômetros da Terra.

Não perca!

Será como se a Terra tivesse duas luas.

Este acontecimento só se produzirá novamente no ano de 2287.

Divulgue esta informação, pois ninguém terá a oportunidade de rever.



Fonte: Matéria encaminhada por e-mail por Johnson Lima Justo

Postado por Jacinto Pereira

2 comentários:

  1. Caros Amigos:

    Essa informação é falsa!
    É disseminada mundialmente na net desde 2003 e comumente repassada à medida que o mês de agosto se aproxima.

    Para vocês terem uma idéia sobre quão falsas são essas informações:

    a) O tal "Planetário Internacional de Vancouver" não existe;

    b) Marte, no dia 27, não "será a estrela mais brilhante do céu". O planeta, na verdade, só se distinguirá das demais estrelas unicamente por sua cor avermelhada. Esse "título" caberá ao planeta Vênus, que, no dia, estará 100,02 vezes mais brilhante que o planeta vermelho;

    c) Marte, no dia 27 de agosto, estará 4 vezes mais distante de nós que o divulgado no boato (55,75 milhões),ou seja, estará a cerca de 243 milhões de quilômetros da Terra;

    d) Marte e Lua, no dia 27, nem estarão visíveis no mesmo céu.

    e) Verifiquei (utilizando software astronômico apropriado) que no ano 2287 o planeta Marte estará mesmo a uma de suas menores distâncias de nós (55,71 milhões de quilômetros da Terra), mesmo assim ainda não será visível do tamanho da Lua e nem será o astro mais brilhante do céu. Marte terá um tamanho aparente 73,15 vezes menor que o da nossa Lua e seu brilho será inferior ao do planeta Vênus.

    Enfim, não esperem ver "duas Luas" no céu na noite do dia 27 de agosto.
    Nunca (e eu nem gosto desta palavra) Marte será visível, da Terra, do tamanho da nossa Lua. Como dito acima, tudo não passa de um boato lançado na net.

    Grande abraço e felicidades,

    Valmir Martins de Morais
    Estação Astronômica PieGise
    Juazeiro do Norte, Ceará, Brasil

    http://astropiegise-ultimasobservacoes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Deve ser muito legal, não é? Vou acompanhar, muito obrigada pela informação!

    ResponderExcluir