sábado, 20 de outubro de 2007

Prêmio Objetivos do Milênio é lançado

20/10/2007 01:03
O Prêmio Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) Brasil 2007 foi lançado ontem no plenário da Assembléia Legislativa, em Fortaleza, pelo Governo Federal. Ações, programas e projetos desenvolvidos por prefeituras, empresas e organizações da sociedade civil que contribuam para o cumprimento dos objetivos do milênio poderão se inscrever até o dia 31 de outubro. A primeira edição do prêmio, em 2005, premiou 27 trabalhos de 920 ações apresentadas por entidades de todos o País. O município de Sobral, no Ceará, com o projeto Trevo de 4 Folhas, foi um dos agraciados. Os objetivos do milênio são oito iniciativas que foram acordadas durante reunião de líderes de 191 nações, na Cúpula do Milênio, em 2000, para oficializar um pacto para tornar o mundo mais justo até 2015. Os objetivos são erradicação da extrema pobreza e da fome; educação básica de qualidade para todos; promoção da igualdade entre os sexos e autonomia das mulheres; redução da mortalidade infantil; melhoria da saúde das gestantes; combate ao HIV/Aids, à malária e outras doenças; garantia da sustentabilidade ambiental; estabelecimento de parcerias para o desenvolvimento. Os projetos inscritos serão avaliados por comissão técnica de especialistas que irão levar em consideração iniciativas que contribuam para o alcance dos ODM; que possuam caráter inovador, possibilidade de se tornarem referência para outras ações similares, perspectiva de continuidade, integração com outras políticas, parcerias e manutenção de qualidade nos serviços prestados. Para a deputada Rachel Marques (PT), presidente da Comissão de Educação, Cultura e Desporto da Assembléia, a humanidade tem evoluído em muitos aspectos mas ainda registra obstáculos para o real alcance dos objetivos do milênio. “Penso que o combate à extrema pobreza e à fome constitui-se num objetivo primeiro. É inconcebível continuarmos convivendo com tal situação sem nos mobilizarmos para sua solução”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário