sexta-feira, 26 de outubro de 2007

José Airton comemora aniversário de Aracati

Em pronunciamento do Plenário nesta terça-feira, 24 de outubro, o deputado José Airton Cirilo (PT-CE), destacou o transcurso do aniversário de emancipação política de sua cidade natal, Aracati. “Cento e sessenta e cinco anos após sua fundação, Aracati atinge a maturidade disposto a se consolidar como um dos principais pólos turísticos e agroindustriais do País”, afirmou.
Para José Airton, Aracati constitui um belo exemplo de como é possível conjugar, com harmonia, natureza exuberante e forte vocação agroindustrial e pesqueira. “São elementos que dão base ao desenvolvimento econômico sustentável e ao turismo ecológico e cultural”, apontou.
Aracati é detentora de arquitetura colonial preservada, inclusive por ter sido uma das quatro cidades do Ceará tombadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). São inúmeros os tradicionais sobrados do século 17, cobertos de azulejos portugueses, os quais ainda conservam os vestígios da riqueza dessa fase histórica do País.
Nome que significa “rajada de vento cheiroso”, na língua tupi, Aracati possui um litoral único, formado pelas praias de Majorlândia, Quixaba e Canoa Quebrada, esta última de fama internacional. Para marcar as festividades pelo aniversário, a cidade preparou uma vasta programação, entre os dias 23 e 28 deste mês, que inclui um city tour histórico, intitulado “Amando Aracati pelo Caminhos da História”, feira de artesanato e gastronomia, regata de jangadas e shows musicais.
Neste aspecto, José Airton saudou a iniciativa do Ministério do Turismo, sob a gestão de Marta Suplicy, de alocar recursos para a modernização e ampliação do Aeroporto de Aracati.
Atualmente, a economia de Aracati é baseada nas atividades pesqueira e turística, além do cultivo da castanha de caju, melão, coco, melancia e feijão. Maior pólo de comércio varejista e de serviços especializados do Vale do Jaguaribe, funcionando como um mercado distribuidor, Aracati polariza em seu redor cerca de 22 municípios da região, entre eles: Icapuí, Fortim, Itaiçaba, Jaguaruana e Beberibe.
O petista do Ceará destacou, ainda, o esforço das lideranças políticas de Aracati para assegurar para a cidade o seu Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet), “empreendimento fundamental para criar a base de conhecimento e de capacitação profissional de nossos jovens”.
Entre os aracatienses ilustres, o deputado destacou o Barão de Aracati, Adolfo Caminha, Castro e Silva e Francisco José do Nascimento, o Chico da Matilde e o Dragão do Mar, este último conhecido pela bravura de ser um dos líderes do movimento abolicionista no Ceará.
Estão previstas atividades, como a 30ª Regata de Aracati, no próximo domingo, que deverá reunir 74 jangadeiros na praia de Majorlândia e se insere como um dos destaques do calendário turístico do Estado do Ceará. Será uma grande oportunidade para a confraternização entre os pescadores da região e para ressaltar a importância da pesca artesanal como atividade econômica e esportiva.
A história de Aracati tem início no século 17, com o surgimento do núcleo habitacional de São José do Porto dos Barcos, posteriormente chamado Cruz das Almas e Santa Cruz do Aracati. Elevada à condição de cidade a 25 de outubro de 1842, Aracati foi um importante centro comercial e exportador de charque e figura hoje como um importante sítio histórico do período colonial.
Entre seus prédios históricos, destacam-se a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário, a Casa de Câmara e Cadeia e os imponentes sobrados como o do Barão de Aracati (hoje Museu Jaguaribano), sem contar diversas capelas e igrejas e ruínas de oficinas de charque, entre outros.

Claudia Vidal - Jornalista: DRT 6203/PR

Nenhum comentário:

Postar um comentário