terça-feira, 20 de novembro de 2007

Renan mantém suspense sobre renovação de licença

O presidente licenciado do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), manteve nesta terça-feira o suspense sobre a possibilidade de renovar ou não a sua licença do cargo, com o afastamento definitivo da presidência da Casa. Calheiros repreendeu o líder da bancada de senadores do PMDB, Valdir Raupp (RO), pela declaração de que Renan renovaria sua licença de 45 dias que terminará na segunda-feira. "Não tem isso não Raupp. Eu ainda não decidi nada ainda", disse Renan por telefone.

Ao contrário do que afirmou o líder, Renan, segundo fontes, trabalha com a hipótese de reassumir o cargo de presidente na próxima semana, a depender do cronograma de votação de seu processo, que será estabelecido pela oposição. "O calendário é da oposição. Como o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e o relator são da oposição, tem que aguardar (que decidam). Não tem que ter angústia", afirmou o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR).

Renan se queixa de ter feito tudo o que lhe pediram, inclusive abrir mão de todos os prazos de defesa para atender aos que queriam acelerar a votação de seu processo disciplinar. "Até agora concordei com tudo, mas só posso decidir diante da estabilidade do calendário (de votação do processo disciplinar), que muda a todo instante", afirmou. "Vou aguardar que redefinam o calendário."

Agência Estado

Nenhum comentário:

Postar um comentário