sábado, 24 de novembro de 2007

Material de campanha é entregue para diretórios municipais

Na manhã dessa sexta-feira (23), cerca de 50 apoiadores, entre eles candidatos municipais, compareceram ao Hotel Amuarama para receber material de campanha do candidato à presidência do PT Ceará, Reudson de Souza.O grupo quer com o Processo de Eleições Diretas (PED), união para um PT capaz de dialogar com o governo; de ser interlocutor das reivindicações de milhões de trabalhadoras e trabalhadores; de oxigenar o partido pelo estreitamento das relações com os movimentos sociais; de reafirmar seu compromisso de superar o capitalismo e contribuir para uma sociedade socialista. O PED acontece com eleições para presidente zonal, municipal, estadual e nacional.
O deputado federal José Airton compareceu ao encontro e fez um discurso em prol das candidaturas de Reudson e Jilmar Tatto. Tatto é o candidato que o Movimento PT Ceará está apoiando para presidência do PT nacional. O início do discurso do deputado teve algumas críticas, no âmbito nacional, as atuais lideranças pertencentes ao Campo Majoritário, estão ferindo os valores da democracia petista. “Acabou a ética, a transparência e os nossos valores de esquerda”, salientou José Airton.
José Airton ainda disse que o PED, foi antecipado pelo presidente Lula. De acordo com José Airton, o presidente sentiu a necessidade de renovação do PT, pois os atuais dirigentes estavam sem credibilidade e tornando o partido refém da direita. Sem credibilidade o PT não tem condições de se impor nem com o governo nem com articulações com a base aliada. “Enquanto não houver uma mudança não teremos crédito para lançar um candidato a presidente em 2010”.
Para o deputado, o PT precisa de um nome (candidato a presidência do país) capaz de capitalizar forças. Ainda sobre a situação nacional, José Airton, continuou alertando sobre a acomodação do PT que está perdendo força e militância, “o PT precisa ter um governo progressista que fique na esquerda e não nas mãos da direita”.
Depois de uma explanação da atual crise vivida no partido José Airton informou que, ao contrário a algumas opiniões, a preferência de Tatto para o segundo turno cresce. O candidato, que também é deputado federal por São Paulo, tem apoio de mais 16 deputados federais, além das correntes: Movimento PT e Novo Rumo. Tatto pertence a tendência PT de Lutas e Massa, sendo apoiado também pela Ministra Marta Suplicy e o Presidenta da Câmara, Arlindo Chinaglia.
“Outros candidatos podem ter apoio forte de lideranças intelectuais, mas não tem densidade eleitoral”, disse José Airton citando o exemplo local. No caso, o atual vice-governador, Prof. Pinheiro, que embora tenha uma posição de destaque não tem força política junto a militância do PT. O deputado finalizou seu discurso agradecendo o apoio de todos os presentes, ciente de que as pressões crescem com a chagada da votação no dia 2 de dezembro.
Reudson, também usou da palavra para esclarecer sobre a necessidade de renovação. Para o candidato, o PT Ceará precisa de um presidente que milite para esquerda e que se dedique exclusivamente ao partido. “Não podemos aceitar um presidente que use o partido para beneficiar uma única tendência, o presidente deve trabalhar para todas as correntes democraticamente”. Para o petista, o atual sistema político impõe a necessidade de coalizão para garantir a governabilidade. Mas o PT deve defender o programa pelo qual Lula foi eleito. Não aceitamos que a definição de políticas seja contrária às nossas bandeiras históricas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário