terça-feira, 27 de novembro de 2007

Conferência das Cidades vira ato pró-3º mandato de Lula

"Um, dois, três, Lula outra vez." O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi recebido, na noite da última segunda-feira, 26, com esse grito por cerca de 2 mil pessoas mobilizadas pelo Movimento Nacional de Lula pela Moradia na abertura da 3ª Conferência Nacional das Cidades. Ele chegou ao Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, acompanhado dos ministros Márcio Fortes (Cidades) e Marina Silva (Meio Ambiente). Diante de um mar de mãos levantadas, com três dedos sinalizando o terceiro mandato, o presidente fez um improviso no discurso. "Eu tenho em mente que a passagem pelo governo de um homem ou uma mulher tem data de entrada e de saída, mas os compromissos de luta são para toda a vida", disse Lula. "E quando terminar a Presidência da República, aconteça o que acontecer, vamos estar juntos em outras batalhas para melhorar a vida do povo." Na saída, um clima de histeria tomou conta do centro de convenções, com dezenas de participantes da conferência tentando se aproximar de Lula, abraçá-lo e tirar fotos com ele. Quando um homem e uma mulher conseguiram agarrar Lula, os segurança tiveram de ser mais enérgicos para afastá-los e o auditório começou a gritar: "É do PSDB, é do PSDB, é do PSDB." O presidente chegou a interceder para evitar qualquer ação de força dos seguranças.
Agência Estado

Nenhum comentário:

Postar um comentário