quarta-feira, 26 de setembro de 2007

Lula afirma que só dará opinião sobre CPMF quando chegar ao Brasil

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva preferiu não comentar, hoje (24), o processo de votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que prorrogar a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), em curso no Congresso Nacional. "Eu tenho de chegar ao Brasil para ver o que está acontecendo, para poder dar opinião. Em política, uma palavra equivocada traz tanto transtorno que depois nenhum ditado completo resolve", afirmou o presidente, pouco antes de embarcar para o Brasil. A discussão sobre a CPMF deve ser retomada amanhã (26) na Câmara. Parlamentares da oposição garantiram que vão tentar obstruir a votação da PEC que prorroga até 2011 a cobrança do tributo. Já a base aliada do governo na Câmara dos Deputados vai tentar derrubar as emendas e destaques que podem obstruir a votação.

Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário