quarta-feira, 26 de setembro de 2007

Londres quer reunião do Conselho de Segurança sobre a crise em Mianmar

O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, pediu nesta quarta-feira, 26, uma reunião urgente do Conselho de Segurança das Nações Unidas sobre a crise em Mianmar para examinar sanções adicionais contra a junta militar que governa o país. O premier afirmou ainda que é preciso ter um enviado especial da ONU em Mianmar para advertir os militares que o mundo está observando suas ações. "Todo o mundo está olhando agora o que acontece em Mianmar", advertiu Brown, em declarações à imprensa em Bournemouth (sudeste), após saber que a junta havia começado a reprimir os manifestantes. Brown pediu a celebração da reunião do Conselho de Segurança ainda nesta quarta-feira. O ministro britânico das Relações Exteriores, David Miliband, pediu mais cedo que a junta militar birmanesa tenha moderação. "O mundo quer ver a junta militar exercer moderação", afirmou Miliband, que alertou que o governo de Mianmar responderá por suas ações.

AFP

Nenhum comentário:

Postar um comentário