quarta-feira, 26 de setembro de 2007

Brasil vai apoiar candidato francês no FMI

Durante encontro com o presidente da França, Nicolas Sarkozy, na quarta-feira (26), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva manifestou apoio à indicação do francês Dominique Strauss-Kahn para o cargo de diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI). Sarkozy e Lula se encontraram na sede da Organização das Nações Unidas (ONU). “O presidente Lula manifestou apoio ao candidato francês, na pressuposição normalmente de que ele terá a agenda reformista que foi expressa para nós”, relatou o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim. Em agosto, Strauss-Kahn esteve no Brasil e foi recebido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Nota divulgada após o encontro pelo Ministério da Fazenda destacava as reivindicações do governo brasileiro por mudanças no sistema de votação no FMI. A escolha do novo dirigente do fundo deve ocorrer em outubro.

Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário