quinta-feira, 20 de março de 2014

Restaurando vidas


Não resta dúvida de que muitas vezes precisamos ter nossa vida restaurada.
Desacertos, descaminhos, imaturidade, erros, ignorância, brutalidade,
vícios, falta de perdão, desamor... Tudo isso pode nos levar a ansiar uma
vida renovada, no entanto, nem sempre sabemos por onde começar, em quem
nos amparar ou qual caminho seguir. Por vezes, ficamos cismando
solitariamente à espera de um milagre, de um auxílio ou simplesmente de
uma palavra. Podemos enfrentar momentos desesperados em que a falta de
orientação e apoio nos mantêm alheios à solução. Palestras educativas
versando sobre temáticas de interesse geral, como: família, educação de
filhos, relacionamentos afetivos, drogadição, melhor idade, motivação...
podem servir de estímulo para mudanças.
Pensando nisso surgiu o projeto “Restaurando vidas” que agrega o trabalho
da psicologia existencialista com a espiritualidade cristã, e pode ser
desenvolvido em igrejas, escolas, grupos de pais, clínicas de recuperação,
aconselhamento familiar e de casais, através de consultoria
psicoreligiosa. Uma palavra consegue salvar vidas em momentos de crise.
Palestras, seminários, pequenos cursos podem fazer a diferença em sua
paróquia, junto aos adolescentes, pais, casais em segunda união... Podem
também enriquecer o trabalho junto aos egressos do sistema prisional e
suas famílias, além de auxiliar na superação das dificuldades envolvidas
com a recuperação de dependentes químicos e alcoolistas.
O mundo tem nos apresentado inúmeros apelos hedonistas e de consumo. A
maioria das pessoas deseja ser feliz e aproveitar cada oportunidade, mas
se esquece de que toda escolha implica num resultado. Restaurando vidas
vem apresentar o resgate de valores morais e éticos praticamente em
desuso, mas tão necessários para a vida em sociedade. Lograr o próximo;
odiá-lo; prejudicá-lo de alguma forma, sempre trazem consequências para a
nossa alma e psique. Combinando a ciência e a religião, podemos achar
respostas que confortem a nossa mente e também o nosso espírito;
equipando-nos à conversão, que costuma alicerçar quaisquer mudanças
duradouras.
Finalmente, “Restaurando vidas” é um projeto de amor ao próximo e, embora
não seja gratuito, pratica preços acessíveis. Pode ser desenvolvido no
período noturno ou aos fins de semana, tanto em pequenos grupos quanto em
grupos maiores. Prega o amor e o compromisso com o Criador, origem de
todas as coisas. Amar ainda é o único meio de ser reconhecido como boa
pessoa num mundo extremamente competitivo, exigente e cruel. Você pode
obter maiores informações sobre esse tema acessando a página do projeto
“Restaurando vidas” no Facebook ou através do celular (14)98159-7142.
Conto com as orações de todos vocês para o sucesso desse empreendimento!
Maria Regina Canhos (e.mail: contato@mariaregina.com.br) é escritora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário