quinta-feira, 13 de março de 2014

Experiência brasileira em ações para erradicação da pobreza conquista destaque internacional

 

Quinta, 13 Março 2014 15:00

desenvolvimento, desenvolvimento social, Itapipoca, Fotaleza, bolsa família, combate à fome,

bolsafamilia

As experiências brasileiras com programa de transferências de renda – Bolsa Família – e o Cadastro Único são, para a representante do Banco Mundial, Margaret Grosh, a razão pelo crescente interesse internacional pelo Brasil. Ela participa do Encontro da Comunidade de Aprendizagem em Transferência Monetária da África, em Fortaleza (CE), até esta sexta-feira (14). “O principal motivo do sucesso brasileiro é o compromisso que o governo tem com os programas sociais”, apontou a economista especializada em desenvolvimento humano na América Latina e Caribe.

Para Margaret, o Cadastro Único é peça fundamental da tecnologia voltada para a assistência social e o mais completo registro da área já implantado no mundo. Outra razão para o interesse internacional, segundo Margaret, é a extensão do território e o modelo federativo brasileiro. As variações necessárias para adaptar os programas às realidades regionais tornam o case do Brasil um prato cheio para nações que desejam implantar ou aperfeiçoar seus aparelhos de desenvolvimento social.

Encontro - O Banco Mundial promove o Encontro da Comunidade de Aprendizado em Transferências Monetárias na África, em Fortaleza, para promover o conhecimento e compartilhamento de experiências nas áreas de assistência social, transferência de renda e de inclusão produtiva para integrantes de governos de países africanos, que participam da Comunidade de Aprendizagem dos países africanos (CoP).

A CoP é formada por 29 países e se encontra presencialmente a cada dois anos, com o seguintes objetivos: consolidar o grupo como uma comunidade, promover o diálogo e o trabalho em rede, discutir temas relevantes e estabelecer as próximas ações.

Durante o encontro, serão feitas visitas de campo nos municípios cearenses de Itapipoca, Canindé e Pentecoste.

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome

Nenhum comentário:

Postar um comentário