quarta-feira, 26 de março de 2014

POSSÍVEL RENÚNCIA NÃO VIRÁ COM NOME DE CANDIDATO

Por Armando Costa

A posição do Governador Cid Gomes (Pros) que deve efetivar sua renúncia na outra sexta-feira, 04 de abri, não trará com ela o anúncio do seu candidato. O ato de deixar o governo servirá apenas para viabilização eleitoral dele (Cid) ou de Ciro para o Senado Federal e para acalmar o Senador Eunício Oliveira (PMDB) que não abre mão de se lançar candidato ao Governo. Com a força que tem de sólidas ramificações nos 184 municípios do Estado, Cid (Pros) não abrirá mão de lançar o nome de seu partido para Governo. Sendo assim, indicando na chapa majoritária as duas melhores posições (Governador e Senador) o político Cid Gomes trabalhará o nome do primeiro suplente de Senador em sua chapa para assumir a cadeira em substituição ao titular já nos primeiros meses, pois, nem Cid nem Ciro, permanecerão no Congresso Nacional. (Foto de Arquivo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário