domingo, 23 de março de 2014

PRF realiza operação de combate aos crimes ambientais no Ceará

 

A Polícia Rodoviária Federal com apoio da SEFAZ/CE e Polícia Civil desencadeou entre os dias 15 e 19 de março de 2014 uma grande operação, denominada OTECCA (Operação Temática de Combate ao Crime Ambiental). Várias equipes de todo o Brasil estiveram no Ceará, onde foi realizado treinamento com Policiais Rodoviários Federais especialistas em diversos ramos da fiscalização ambiental. Foi realizado workshops de combate a crime contra a flora, fauna; fiscalização de produtos perigosos; ilícitos ligados a venda irregular de combustíveis e carvão, como também fiscalização de madeira e, entre outros.

A partir de denúncias já catalogadas pela PRF no Estado do Ceará, as equipes foram divididas para interceptar os ilícitos em todo o Ceará.

Na Região de Sobral, trecho da 4ª Delegacia, foi realizado incursões em diversas frentes: combate ao transporte irregular de madeira, venda de carvão e combustíveis, transporte de produtos perigosos, entre outros.

O trecho da BR 222 foi alvo de uma grande operação que teve excelentes resultados para a preservação da saúde das populações, como também a manutenção do equilíbrio ambiental.

Combate ao tráfico de animais silvestres, identificação de produtos florestais transportados  em autorização ou com documentação adulterada, irregularidades na obtenção e transporte de produtos hídricos distribuídos à população, combate à exploração ilegal de madeira e carvão, além de forte fiscalização ao transporte de agrotóxicos, como forma de coibir o contrabando ou utilização ilegal, foram os principais leques de atuação das equipes.

Carvão

Na região entre Itapajé e Forquilha foram localizados diversos pontos de venda ilegal de carvão. Essa venda clandestina alimenta uma indústria de desmatamento na região de caatinga, modificando o clima da região e agravando o quadro de desertificação da região. Nesse ritmo a região de Irauçuba/CE poderá virar um deserto, impedindo a ocupação humana.


Madeira ilegal

A madeira serrada que vem da Amazônia legal com destino ao nordeste é transportada pelas estradas, as equipes identificaram diversas cargas com madeira não acobertada por documentação florestal.

Combustíveis

A venda ilegal de combustíveis é um risco para as pessoas que armazenam diversos litros de material altamente inflamável, acarretando possibilidade de explosão. Também favorecendo a adulteração e dano ao consumidor.

O resultado da forte fiscalização durantes os cinco dias de operação foi o seguinte:
- 864 veículos fiscalizados
- 958 pessoas fiscalizadas
- 22 veículos retidos
- 443 m³ de madeira apreendida
- 100 m³ de carvão apreendido
- 42,71 m³ de lenha apreendida
- 02 armas apreendidas
- 25 kg de pescado
- 3.734 litros de combustíveis diversos
- 13 pássaros 

Fonte.: PRF-NUCOM/CE

Nenhum comentário:

Postar um comentário