domingo, 10 de março de 2013

Senador tucano é processado por calote

 

Foto
MÁRIO COUTO TAMBÉM RESPONDE AÇÃO POR DESVIO DE RECURSOS

Conhecido por fazer críticas ferrenhas ao PT, enquanto literalmente esmurra a tribuna do Senado, o líder da oposição, Mário Couto (PSDB-PA), está sendo processado na Justiça do Pará por ter passado três cheques sem fundo para adquirir uma lancha usada, no valor de R$ 80 mil, revela o jornal Folha de S. Paulo. Segundo o vendedor Albedy Bastos -- um médico de Belém que diz ter comprado a embarcação em junho de 2011 no Rio --, a transação foi acertada com o senador no fim do mesmo ano. Os cheques de Couto foram datados para março, abril e maio de 2012. "Chegou a data e fui checar meu extrato de conta. Nada. O cheque foi devolvido por insuficiência de saldo", declarou Bastos. A conta do cheque é a mesma na qual ele recebe seu salário de parlamentar. A ação pedindo a cobrança dos R$ 80 mil foi ajuizada em julho de 2012. Couto, que atuava no jogo do bicho, também é réu em duas ações na Justiça do Pará sob a acusação de envolvimento em supostos esquemas de desvios de recursos quando presidia a Assembleia Legislativa do Estado (2003-2007).

Por pompeumacario

Nenhum comentário:

Postar um comentário