domingo, 24 de março de 2013

Plenária da Força Vermelha do PT

DSCF1554Boas falas dos componentes da mesa e boas intervenções dos que estavam no plenário, versando sobre a conjuntura nacional, estadual e loca. Com deram um gostinho de PT de luta de base. Foram elogiados os feitos do partido à frente de nosso Brasil, a importância da eleição da Presidenta Dilma, mas foram  também muito enfáticos em afirmar que não se pode aceitar qualquer acordo em função de sua eleição, é preciso dar importância as conquistas locais e fazer parcerias com quem respeita a força e a qualidade das ações do PT nos Estados e nos Municípios. “É preciso não nos deixarmos ser engolidos por outros partidos, disseram alguns”. Foi falado da importância da vida orgânica do partido nos municípios. Vários oradores falaram da importância do PED e de respeitarmos os estatutos e as instâncias partidárias. Alguns falaram da importância das Tendências Internas nas discursões e formulações de decisões, mas não podemos deixar que algumas se tornem maior que o PT. Os  elogios à ‘Força Vermelha do PT de Sobral foram muitos, e vários propuseram a expansão desse movimento para outros municípios> Principalmente depois de constatarem não se tratar de um movimento separatista e sim de inclusão. Um movimento que não se opõe a essa ou aquela parte que está mais à frente de administrações, mas que quer contribuir com quem está exercendo mandatos no Executivo ou no Legislativo. Outros municípios manifestaram seus interesses em que sejam realizados eventos como este em suas comunidades e o primeiro já ficou marcado para 05 de Maio em Coreaú. A maioria das Tendências a nível estadual estavam representadas na plenária de hoje. Vários parlamentares mandaram seus representantes. Com certeza esse movimento irá crescer e dar uma contribuição importante na socialização das ações políticas do Partido do Trabalhadores. A maioria dos oradores elogiaram os coordenadores da Força Vermelha, pela iniciativa desse movimento. Perdeu, quem foi convidado e não compareceu.

DSCF1553

Por Jacinto Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário