terça-feira, 17 de novembro de 2009

A vida entre um assunto parlamentar e o cotidiano

Muitos dos nossos parlamentares gastam um rio de dinheiro para se eleger, mas quando chegam lá parece perder o gosto pela coisa. O mais novo parlamentar que pede afastamento para tratar de assunto particular foi o vereador Júnior Balreira (PMDB). No seu lugar chega Tiago Ramos, que por debaixo dos panos lutou para voltar a Casa do Povo. Por lá já passaram Chico Jóia, que por impedimento da justiça eleitoral não pode volta e, quando a sorte bateu a sua porta, esse recusou, alegando que não quer briga com o partido.
A vez era do suplente Rogério Arruda, que por contrato com a prefeitura, segundo alegam, não pode assumir mais uma vagância. Foi dada oportunidade ao suplente Fredin, que perdeu o interesse pela coisa e no andar da carroagem resolveu deixar o comboio. Interesses futuros todos terão de se candidatar mais uma vez. Difícil é saber se eles terão interesses pelo mandado.

A situação do vereador José Crisostomo, talvez dispense comentários, por ser um parlamentar que já gozou de boa vida parlamentar. Há quem não assine embaixo.

Por Wilson Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário