domingo, 15 de novembro de 2009

Para Cid, buscar a reeleição requer um bom governo

Sempre reticente sobre eleições e especialmente sobre sua própria candidatura, o governador Cid Gomes (PSB) deu, ontem, pela primeira vez, um indício de que a reeleição está em seus planos para 2010. Cid voltou a afirmar que sua prioridade é a administração, e lembrou que qualquer projeto de reeleição depende de uma boa gestão.

Questionado sobre a eleição para o Senado, Cid disse que, "por seu gosto", só tratará de eleições a partir de abril do ano que vem, com o argumento de que discutir política eleitoral tomaria seu tempo do "fundamental". "Isso (a administração) é que é o fundamental. Até porque qualquer projeto, a se pensar em reeleição, vai depender da avaliação, do conceito que as pessoas façam da administração. Até para eu ter o direito de pensar em eleição eu tenho que fazer bem, administrar bem, porque essa foi uma responsabilidade que o povo já me deu``, afirmou.

Pimentel
O governador também negou que tenha se decidido a não apoiar a possível candidatura do ministro José Pimentel (PT) ao Senado. A informação havia sido divulgada no último dia 4 no blog Radar on-line, no site da revista Veja. Apesar de dizer que ``não procede`` a afirmação de que negaria apoio a Pimentel, Cid também não se posicionou a favor do petista. O governador reafirmou apenas o apoio ao pré-candidato Eunício Oliveira (PMDB), com quem firmou compromisso ainda em 2006.

Com isso, dois nomes cotados como prováveis candiatos governistas ao Senado - Pimentel e Tasso Jereissati (PSBD) - ficam à margem, pelo menos por ora, da influência do Palácio Iracema. (Gabriel Bomfim) -

Por Wilson Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário