segunda-feira, 9 de novembro de 2009

No Ceará, PT debate seus rumos no País

Os discursos dos seis candidatos a presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, em debate ocorrido em Fortaleza, na noite do último sábado, não saíram do campo de gravitação em torno dos dois principais personagens do atual cenário político do partido: o presidente Lula e a ministra-chefe Dilma Rousseff, pré-candidata do PT à Presidência. Reavaliação do partido e a reaproximação dos movimentos sociais também permearam um debate de poucos confrontos. O Processo de Eleições Diretas (PED) do PT vai ocorrer em 22 de novembro.

Favorito por ter o apoio das forças majoritárias do PT, José Eduardo Dutra foi o primeiro a discursar. Embora integre a ala mais moderada do partido, Dutra ensaiou críticas, citando avaliações de que o PT sofreu um esvaziamento e um distanciamento dos movimentos sociais. Mas logo emendou que não concorda com tal fato, por ter sido esse setor que ``impediu um golpe das elites`` para acabar com o primeiro mandato de Lula em 2005 - período em que o partido se viu às voltas com o escândalo do mensalão.

Ex-presidente da Petrobras e da BR Distribuidora, Dutra tem apoio do presidente Lula para presidir o partido. ``Não serei o presidente da corrente A ou B. Vou ser presidente de todos os petistas``, prometeu. (O Povo).

Por Wilson Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário