domingo, 22 de novembro de 2009

Sob forte chuva e palmas, Celso Pitta é enterrado em SP

Sob chuva forte, familiares, amigos, políticos e partidários acompanharam o enterro do ex-prefeito Celso Pitta no final da tarde deste sábado, 21, no cemitério Getsêmani, em São Paulo. Não houve discursos, apenas uma salva de palmas, e algumas pessoas que repetiram, em voz alta, o nome do prefeito. "Pitta, Pitta, Pitta!"

Dos familiares mais próximos, foram ao enterro a mãe de Pitta, dona Zuleica, de 89 anos, a viúva, Rony Golabeck, e os filhos Vítor e Roberta Pitta. Mais cedo, cerca de 600 pessoas compareceram ao velório, no saguão da Assembleia Legislativa.

O economista e ex-prefeito de São Paulo morreu na noite de sexta-feira, aos 63 anos, no Hospital Sírio-Libanês, na capital. Ele estava internado desde 3 de novembro e tinha câncer no intestino. Pitta esteve à frente da Prefeitura de São Paulo de janeiro de 1997 a dezembro de 2000.(Estadão).


Por Wilson Gomes


Nenhum comentário:

Postar um comentário