terça-feira, 17 de novembro de 2009

Câmara não votara aumento só de 6,1% para aposentados que ganha mais de um salario, como quer o governo


O líder do Governo na câmara, deputado Henrique Fontana (PT RS) afirmou no último dia 13/11 sexta-feira em Brasília que o Governo confirmou a disposição de conceder reajuste de 6.1% para os aposentados que ganham mais de um salário mínimo.
O tema entra em pauta na câmara após a votação dos quatro projetos de lei do pré-sal. O aumento começa a valer em 1º de janeiro de 2010.


Já o deputado federal José Linhares Ponte, (Padre Zé PP-CE).
Em entrevista Ao blog da folha de Sobral dia 14/11 sábado em Sobral no Beco do Cotovelo, informou que, na verdade o governo esta fazendo uma proposta de fazer uma correção pela inflação e daria mais 50% do PIB dos dois anos anteriores, isso significaria mais o menos 6.1% para os aposentados.

Agora nos deputados estamos lutando La em Brasília para que seja integral, quer dizer os ativos e os inativos tenham salário integral, agora existe uma coisa que nos chamamos de fator previdenciário, pois é o freio que colocaram para romper o direito que os idosos têm, pois segundo Padre Zé, é uma injustiça o que estão fazendo com os idosos, sobre tudo com os idosos, que já trabalharam tanto, e que deixaram o legado e seus conhecimentos para as novas gerações.

Padre Zé diz mais, embora nos do PP (Partido Progressista) fazemos parte da base do governo já dissemos para o seu líder, na câmara deputado Henrique Fontana, não votaremos pelo 6,1% e sim pelo salário integral, dos nativos e inativos de todo Brasil.



Postado por: Arteiro Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário