quarta-feira, 13 de maio de 2009

Professores do estado podem por fim a greve

O governador Cid Gomes se reuniu, ontem à noite, com a presidente do Sindicato Apeoc, Penha Alencar, no Palácio Iracema, para tratar das propostas do governo estadual para a categoria, que está em greve desde o último dia 8.
O encontro poderá resultar no encerramento da paralisação.Na avaliação de Penha Alencar, a reunião “foi muito boa”, pois o governador se comprometeu a conceder, até 1º de julho — data-base da categoria —, benefícios que os professores reclamavam, como a implantação do Piso Nacional dos Professores e a incorporação das gratificações ao salário-base, inclusive o benefício da progressão horizontal, que garante a possibilidade de mudança de nível profissional.Assim, Penha Alencar acredita que a tendência é que a categoria “dê uma trégua” e decida pelo fim da greve na assembléia marcada para esta sexta-feira, 15, no Ginásio Aécio de Borba, às 9 horas.
Segundo o deputado estadual Nelson Martins, líder do governo na Assembléia Legislativa, o governador tratou a reunião como “uma conversa que não tinha caráter de negociação”. Ele confirmou as propostas de Cid citadas por Penha Alencar e acrescentou que todos os benefícios serão incluídos no Plano de Cargos e Carreiras, que também deverá ser implantado até julho próximo.
O deputado revelou ainda que Cid se comprometeu a criar um prêmio anual para os professores das escolas que melhorarem a nota dos alunos. Quanto ao reajuste salarial de 19,2%, reclamado pelos professores, o parlamentar afirmou que ele “não existe”.Segundo ele, esse valor corresponde à variação do custo por aluno do Fundeb, mas um projeto de lei tramita na Câmara dos Deputados para mudar o indexador para o INPC, o que reduzirá esse valor para 2009. Penha Alencar defendeu o índice e espera que a discussão do reajuste seja incluída na formulação do Plano de Cargos. (DN).

Por Wilson Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário