terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Guarda Municipal de Sobral decide entrar em greve por tempo indeterminado

Reunidos na noite do último dia 10 de janeiro, no auditório do SAAE, os Guardas Municipais de Sobral decidiram entrar em greve, decisão unânime, a partir do dia 25 de janeiro às 09h00min h da manhã, no Becco do Cotovelo. A luta é por plano de cargo de carreira e melhores salários, e a troca de secretário de segurança pública do município por um civil, já que no momento é ocupado pelo Coronel do Exército, Sérgio Cavalcante.

O movimento grevista da Guarda Municipal, se prende principalmente pelo “não” recebido pelo Sr. Prefeito, pois segundo a categoria, desde a primeira tentativa, datada do dia 20 de julho de 2007. Ao iniciarem uma greve no dia 24 de julho de 2007, o secretário Cel. Sergio pediu um encontro com eles (02 de agosto) onde foi formada uma comissão para tratar do problema.

Daí pra cá (10 jan.) nada foi resolvido em prol dos servidores públicos (Guarda Municipal). Daí então marcada reunião pelo Sindicato dos Servidores Públicos, que tem como Presidente Rosário Madeira, onde foi então decidido à greve, o dia escolhido foi exatamente a véspera do Bloco do Sujo, se extendendo ate o carnaval, e caso nada for resolvido, continuar por tempo indeterminado para mostrar que eles fazem falta.

Cabe agora ao gestor público, a decisão.

Com a palavra, o Prefeito municipal de Sobral Dr. Leônidas Cristino.

Lincoln Cavalcante

Nenhum comentário:

Postar um comentário