segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Adolescente morre em briga de torcidas em Fortaleza

O adolescente Raimundo Victor Nepomuceno Pereira, de 14 anos, foi morto com um tiro, na noite de domingo, no Conjunto José Walter, periferia de Fortaleza, durante confronto de torcidas organizadas. Os integrantes das duas torcidas, do Fortaleza e do Ceará, marcaram a briga através do site de relacionamento Orkut.

Victor, que não fazia parte de nenhuma delas, foi atingido por uma bala perdida, quando passava próximo. Outras duas pessoas saíram feridas.

Um inquérito foi instalado no 8.° Distrito Policial, que cobre a área do José Walter. De acordo com o delegado titular, Tarcisio José Moreira Coelho, a confusão começou por volta das 21 horas, na praça localizada em frente ao Colégio Diogo. Os torcedores - da TUF, do Fortaleza, e Cearamor, do Ceará - entraram em confronto, trocaram tiros, e no final três pessoas foram atingidas pelos disparos.

Raimundo Victor morreu quando estava a caminho do hospital. Já o jovem Raul Victor, de 19 anos, e um outro homem ainda não identificado pela Policia foram levados para o pronto socorro e, após receberem atendimento médico, acabaram sendo liberados. Os dois feridos, segundo as primeiras investigações da Polícia, faziam parte dos grupos rivais.

Até a tarde desta segunda-feira, ninguém havia sido preso. A população teme que a praça do colégio venha novamente a se transformar num campo de batalha entre os torcedores.

Segundo Tarcisio Coelho, os integrantes das duas torcidas residem no Planalto Ayrton Senna, conhecida como Favela do Pantanal, que fica nas imediações do bairro José Walter.

Ainda segundo o delegado, os dois grupos já teriam marcado novas brigas pela Internet. Ele garante que a área recebeu reforço do policiamento comunitário "Ronda do
Quarteirão".

Fortaleza e Ceará não se enfrentaram na rodada estadual do último final de semana. No sábado, o Fortaleza empatou de 2 a 2 com o Boa Viagem, em Boa Viagem. Já o Ceará ganhou de 1 a 0 do Ferroviário, domingo, no Estádio Presidente Vargas, na capital cearense.

Agência Estado

Nenhum comentário:

Postar um comentário