terça-feira, 16 de outubro de 2012

Repúdio ao discurso preconceituoso de Cid Gomes

 

Detalhes
Publicado em Sábado, 13 Outubro 2012 13:56
Escrito por Daniel Pearl

    A matéria publicada pelo jornalista Roberto Moreira no Diário do Nordeste em 11/10/2012 levanta alguns aspectos do cenário político na cidade de Fortaleza, mas em particular comenta sobre o comportamento e o discurso do governador CID no segundo turno das eleições em Fortaleza.

    O governador CID Gomes se reivindica socialista desde o momento que se filiou ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), para disputar o governo do Estado em 2007, e naquela ocasião declarou que só disputaria o governo do Estado com o apoio do PT, o apoio da Prefeita Luizianne, já no exercício de seu primeiro mandato como prefeita de Fortaleza. O empenho do PT para eleger o Sr. CID foi grandioso. O governador, ainda, candidato dizia nos palanques que sua relação com o PT era de respeito, admiração e muita amizade, todavia, alimentava no seu ego a possibilidade de domesticar o PT , assim como vem fazendo com o PT de Sobral numa aliança onde predomina a vontade e o querer do clã Ferreira Gomes. O PT de Fortaleza é diferente porque discute a política, porque tem projeto e preza pela autonomia partidária.

    O governador CID precisa estudar um pouco mais, algumas leituras dos estudiosos sobre o papel dos partidos, sobre a democracia partidária, sobre a pluralidade, sobre as teses de um partido. Precisa entender que o mundo da política não se reduz a uma chapa Ferreira Gomes. Para ser socialista é fundamental que se tenha exercício militante e compreensão profunda da política, e que um socialista que se preza, jamais, por não entender a política a trataria como uma doença.
    Na dialética e na busca da política o senso comum, consenso único e a unanimidade são conceitos questionáveis e o PT já tem acumulo sobre isso, tanto que as suas decisões internas são processos ricos de debates e posições diferenciadas entre as tendências políticas que têm o direito e a liberdade de colocarem as suas teses e defende-las. O PT é o único partido brasileiro que exercita a sua democracia interna, mesmo tendo que contrariar o senso comum de um ex-aliado como o Sr. CID. É assim que o PT funciona.
    O que é lamentável é o nível de rebaixamento que o Governador CID exalta nas suas declarações que tem a conotação do preconceito e o seu desprezo por uma parcela da população que é vitima e sofre as consequências de terem contraído uma enfermidade que traz sequelas físicas e psicológicas, porque a questão não é somente de natureza sexual, mas de natureza hemofílica.
    Governador CID tem 6 anos no comando do Ceará e o Sr. precisa ampliar as políticas públicas de saúde que garantam alcançar os cidadãos e cidadãs que perambulam em busca de tratamento para as suas enfermidades. Essa deve ser sua prioridade e sua preocupação maior. Deixe o PT, porque ele é demais para o sr. entender, deixe que nós petistas tomamos conta do nosso partido.
    Íris Tavares - Historiadora - iristavaresce@yahoo.com.br O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
    Membro do Diretório Estadual do PT
    Presidente do IMPARH.

    Um comentário: