segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Heitor e Inácio anunciam logo mais o que serão no segundo turno,com eles de fora

 

O deputado estadual Heitor Férrer (PDT), que recebeu 20,97% dos votos, terceiro colocado na disputa pela Prefeitura de Fortaleza, anuncia hoje, às 9 horas, seu posicionamento nessa fase da corrida eleitoral. Na última sexta-feira, o PDT e o PPS confirmaram apoio ao candidato do PSB, Roberto Claúdio. Agora, tanto o socialista como Elmano de Freitas (PT) buscam angariar a simpatia dos eleitores do pedetista, além do apoio do PCdoB.

Heitor Férrer, em sua página oficial no Facebook, informou que qualquer posicionamento tomado, até o momento, pelo seu partido, não representava o seu desejo pessoal. Desta forma, afirmou que, hoje, manifestaria sua posição em relação ao segundo turno das eleições na Capital.
Na semana passada, Heitor Férrer protocolou ação junto à Justiça Eleitoral, pedindo a anulação do pleito ocorrido no último dia 7 de outubro, ou mesmo a inclusão de seu nome na disputa pelo segundo turno. Isso porque, segundo ele, a normalidade do processo eleitoral foi quebrado devido à divulgação das pesquisas “distorcidas da realidade”, o que pode ter trazido prejuízo para sua candidatura, haja vista que influenciou o eleitor a realizar o “voto útil”. Tal pedido, porém, foi rejeitado pela Justiça e o pedetista recorreu da decisão.
Segundo Alexandre Pereira, candidato a vice na chapa encabeçado por Heitor Férrer, “com o PT não dá para ficar”. Conforme ressaltou, ao jornal O Estado, no Aeroporto Internacional Pinto Martins, a decisão foi discutida com a cúpula nacional do PPS, que, durante reunião com membros de todo País, avaliou o resultado das urnas, considerando o desempenho como “positivo” para legenda. Sobre Fortaleza, Alexandre Pereira afirmou, ainda, que a administração da prefeita Luizianne Lins (PT), nos últimos oito anos, foi “fraca”. Portanto, não atende as demandas da população. Ele, porém, não soube adiantar a posição que Heitor irá tomar em relação ao segundo turno.
PCdoB
Quem também anunciará seu apoio hoje é o Partido Comunista do Brasil (PCdoB). O senador Inácio Arruda (PCdoB), que obteve 1,82% dos votos, encabeçou a candidatura do partido. Segundo ressaltou a assessoria, a decisão foi tomada pelo coletivo do partido, incluindo a direção nacional. Além do senador, participarão da coletiva o presidente estadual da legenda, Carlos Augusto Diógenes (Patinhas) e o presidente municipal, Luís Carlos Paes.
Ao O Estado, Patinhas afirmou a decisão estava sendo avaliada pelo partido, reconhecendo que o resultado não foi prosaico. Contudo mudar é coisa da política. Ou seja, democracia. “Campanha política é assim mesmo. Uma a gente ganho, outra perde e quando isso acontece é preciso examinar o que saiu de errado para depois ser concentrado”, pontuou, acrescentando que ouviria a cúpula nacional para decidir o apoio do partido no 2o turno.
PSTU
Assim como o PSol e o PSDB, Francisco Gonzaga, candidato pelo PSTU, afirmou que não apoiará nenhum dos candidatos no segundo turno. Segundo destacou, no segundo turno, os trabalhadores não têm “alternativa”, pois, de acordo com ele, os projetos apresentados não passam “de dois lados da mesma moeda”. Em nota, Gonzaga agradeceu ainda aos que, despeito da força da máquina eleitoral, votou no “programa por uma Fortaleza para os trabalhadores”

Postado por pompeumacario

Nenhum comentário:

Postar um comentário