terça-feira, 30 de outubro de 2012

Assalto de Paraipaba, Parentes e vizinhos de gerente viram reféns

 

 


Enquanto mantinham 14 pessoas sob a mira de armas, os bandidos obrigaram o funcionário a retirar dinheiro no BB
Cinco bandidos armados com pistolas renderam familiares e vizinhos do gerente da agência do Banco do Brasil (BB) em Paraipaba (distante 93Km da Capital) e o obrigaram a ir a sacar dinheiro. Ao todo, 14 pessoas foram colocadas em uma van, levadas a uma localidade entre Pacajus e Chorozinho e mantidas reféns.
O comboio de viaturas do Batalhão de Choque e da Polícia Civil escoltaram as vítimas, que haviam sido libertadas pelo bando, em Pacajus FOTO: RODRIGO CARVALHO
O bancário, identificado apenas por Cristiano, de 54 anos, chegou à agência por volta de 8h30. Os seguranças notaram que ele estava muito nervoso e resolveram chamar a Polícia e não o deixaram sair.
O titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), Romério Almeida informou que o gerente da agência do BB não conseguiu sacar o dinheiro. "Quando cheguei aqui (em Paraipaba), ele ainda estava muito nervoso", relatou o delegado, acrescentando que, apesar do nervosismo, o bancário conversou informalmente com ele.
Reféns
Cristiano contou aos policiais que teria de sair porque a família e vizinhos estavam como reféns. O gerente chegou a Paraipaba acompanhado de um dos bandidos, que ficou esperando na entrada da cidade.
Enquanto Cristiano seguia em direção a Paraipaba, os reféns eram colocados na van e levados para um sítio localizado nas proximidades de uma indústria, entre Pacajus e Chorozinho.
O titular da Divisão Anti-Sequestro (DAS), Rommel Kerth, deu o apoio necessário a Romério Almeida e, acompanhado de policiais militares, lotados no Comando Tático Motorizado (Cotam) e Ronda do Quarteirão, se dirigiu a Chorozinho, para pegar os reféns e levá-los para casa (endereço preservado).
As vítimas foram colocadas nas viaturas e transportadas de volta à capital cearense em um comboio formado por veículos ostensivos e descaracterizados.
Enquanto as vítimas eram trazidas para esta Capital, agentes da Coordenadoria de Inteligência (Coin), da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) permaneceram na região à procura dos quatro bandidos que estavam na van. Policiais civis e militares também fizeram buscas com o objetivo de localizar os acusados, mas até o fim da noite de ontem, ninguém havia sido preso.
Redenção
No último dia 18, um gerente de banco foi sequestrado na cidade de Redenção (a 63Km de Fortaleza). Segundo a Polícia, o gerente estava estacionando o carro na garagem da própria residência quando três homens o surpreenderam e o puseram em um veículo. A vítima foi deixada amarrada no município de Acarape, na madrugada do dia seguinte. Todos os suspeitos continuam foragidos. A Polícia investiga se eles não fazem parte da mesma quadrilha que agiu ontem.
Fonte: DN
Blog Combate Policial

Nenhum comentário:

Postar um comentário