sexta-feira, 12 de outubro de 2012

O bebê nasceu!

Que bom, o bebê nasceu! Agora uma nova etapa se inicia na vida de vocês.
Pode ser que não seja o primeiro, mas mesmo não sendo, ele é uma pessoa
singular e, dessa forma, terá reações completamente diversas da primeira
experiência. Se for o primeiro então, tudo é novidade. Desde o chorinho
até as noites em claro, o cansaço, a preocupação, os denguinhos e
cuidados, os mimos excessivos e o desejo de mostrar pra todo mundo que
vocês acabam de ter um bebê. Aproveitem pra curtir essa fase ao máximo,
pois ela passa rápido demais. Quando vocês se “ligarem” de fato, o bebê já
estará grandinho e não será mais possível vivenciar a amamentação, o
colinho, as primeiras palavras e passinhos. Tudo isso já estará fazendo
parte do passado e não voltará mais, a menos que vocês realizem nova
“encomenda” e reiniciem tudo com outro bebê.
Não se sintam excessivamente preocupados. No fundo no fundo, seu bebê
precisa inicialmente apenas comer, dormir, ser devidamente higienizado e
acolhido com amor. Isso não é tão difícil assim visto que, muito
provavelmente, vocês o amam tanto que se desincumbirão de tais tarefas com
facilidade, além de poder dividi-las com terceiros: avós, tios,
vizinhos... Sempre encontramos alguém para dar uma mãozinha quando
realmente necessitamos. O que cansa mais é a preocupação, a noção errada
de que nosso bebê não irá sobreviver se não estivermos vinte e quatro
horas olhando para ele e verificando sua respiração. Isso sim é
estressante e efetivamente deixa os pais em frangalhos. Aceitem meu
conselho: não se preocupem demasiadamente com seu bebê. Quando ele estiver
descansando, aproveitem para descansar também. Vocês irão precisar estar
descansados para quando o bebê acordar e solicitar atenção.
Às vezes, pode acontecer de vocês passarem por momentos em que acreditem
não amar o suficiente seu pequeno bebê. Isso porque o cansaço embaça um
pouco os sentimentos e traz a sensação de que não queremos tanto trabalho
e amolação, como acontece quando passamos algumas noites em claro. Não
deem atenção a isso. É natural que sintam desconforto diante do cansaço
dos primeiros meses. Vocês enfrentam uma fase de adaptação. Vai levar
algum tempo até que se familiarizem com o seu novo bebê e passem a
conhecer seus hábitos e preferências. Embora ele tenha sido esperado com
ansiedade e expectativa, ainda é um estranho para vocês. Somente com o
correr dos dias irão se ambientando com esse novo ser que passou a
integrar a família e suas vidas. Tenham paciência consigo mesmos e com o
bebê. Deem-lhe a oportunidade de chorar e conhecer o mundo. Inicialmente,
é através do choro que ele irá interagir com as pessoas. É a forma como
dirá que está com fome, sujo, cansado ou doente. Procurem aceitar essa
fase inicial e não se afobem para descobrir quando o choro quer dizer uma
coisa ou outra. Isso só se consegue com o tempo e variadas tentativas,
pois o bebê não vem com “manual de instruções” e, logo de cara, vocês irão
descobrir isso por si mesmos.
Talvez, tenham que se desfazer de alguns planos e passeios por um tempo.
Isso também é natural diante da nova situação. Saibam esperar o momento
certo, em que se sentirão mais seguros e à vontade. Aproveitem para fazer
passeios curtos, que possam ser implementados com a presença do bebê.
Visitas a amigos, parentes ou uma volta na praça. Nada muito estressante
para vocês ou para ele. Nessa fase, quando nos deslocamos para algum
lugar, é comum ter que arrumar uma “mala” só com as coisas do bebê, pois
nunca sabemos o que poderá ser necessário. Às vezes, só de pensar no que
se tem que providenciar para o passeio, o mesmo passa a ser fonte de
insatisfação. Se isso ocorrer, simplesmente deixe para outro dia. Vocês
terão muitas oportunidades pela frente. Aproveitem para curtir o seu bebê!
Aprendam com ele. Descubram que a tolerância e a paciência são virtudes
que podem ser grandemente aprimoradas através do dia a dia com o seu
pequenino. Valorizem seus progressos e expressem sua ternura através de
palavras e gestos. Tenham consciência de que a vida de vocês nunca mais
será a mesma. Ela será muito melhor!
Maria Regina Canhos Vicentin (e.mail: contato@mariaregina.com.br) é
escritora.
Acesse e divulgue o site da autora: www.mariaregina.com.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário