sábado, 28 de junho de 2014

CRIME DE ACERTO DE CONTAS EM ALTO ALEGRE

 

Cruz. Mais um bárbaro crime praticado com requintes de vingança foi registrado na comunidade Rural de Alto Alegre (Inferninho ou Cansanção), Zona Rural do Município de Cruz a 370Km de Fortaleza.

O crime teve como vítima o agricultor por nome de Rair, 20, casado, residente na comunidade de Alto Alegre.

O crime aconteceu por volta do meio dia de sexta feira, 27, quando dois motoqueiros encapuzados chegaram à comunidade perguntando onde morava um senhor por nome de Rair. Como ninguém imaginava de que se tratava, logo indicaram o local de sua residência. Rair havia chegado do serviço de arranca de mandioca e estava almoçando com as portas fechadas, quando foi chamado por estes desconhecidos. Segundo conseguimos apurar, a sua esposa ainda o advertiu para que não saísse por não saber quem o estava chamando. Mas, ele respondeu que se tratava de galegos (vendedores ambulantes). Quando abriu a porta, os motoqueiros perguntaram quem era Rair? Ao confirmar que era ele mesmo, recebeu vários disparos de revolver, falecendo no local.

O corpo foi levado pelo IML para os exames de praxe.

Há vários comentários sobre as causas do crime. Para uns trata-se de um acerto de contas relacionado as drogas. Para outros, ele é acusado da prática de vários roubos e furtos. Fatos a serem apurados para que as dúvidas sejam desfeitas. Não há pistas dos criminosos.

Deixa uma viúva e uma criança órfã.

Estamos vivendo um novo momento de prática de justiça contra os crimes que estão sendo praticados. Em épocas remotas, não muito distante, os crimes praticados eram revidados pelas famílias que executavam os criminosos fazendo sua própria justiça. Hoje, diante de uma justiça que não está muito interessada em punir criminosos, a sociedade está fazendo a sua parte. Muito embora, sabemos que a prática da violência gera outra violência, desencadeando uma sequência de crimes intermináveis. Além disso, quem pratica crimes tem quase a certeza da impunidade, principalmente, em se tratando de pessoas influentes ou de auto poder aquisitivo.

Dr. Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário