segunda-feira, 23 de junho de 2014

A seleção da segunda rodada da Copa do Mundo

 

Vitor Sergio Rodrigues

Por Vitor Sergio Rodrigues 3 horas atrás Blog do Vitor Sergio

Hora de eleger os melhores da segunda rodada de uma Copa do Mundo absolutamente fantástica dentro de campo. E com atuações individuais incríveis!

Ochoa - O melhor em campo no jogo contra o Brasil, fez uma defesa que virou antológica e será lembrada eternamente, na cabeçada de Neymar. Se não fosse a partida épica de Suárez, teria sido o melhor da rodada.

Johnson - O lateral americano deitou e rolou pelo lado direito do ataque, aproveitando que Cristiano Ronaldo não voltava para marcar e depois passando por cima de Raul Meireles. Levou os americanos ao ataque os 90 minutos.

José Gimenez - O garoto de 19 anos entrou em uma fogueira danada, substituindo o líder Lugano e enfrentando um time que atacou muito no segundo tempo. Não errou nada e se o nome não pesar, não sai mais do time.

Yepes - Faz uma Copa perfeita até aqui e contra a Costa do Marfim ganhou todas pelo alto e soube se posicionar para evitar se batido na corrida.

Juan Diaz - O ala-esquerdo da Costa Rica colocou Candreva e Cerci no bolso e ainda foi à frente para cruzar a bola na cabeça de Ruiz, no gol que classificou seu seleção.

José Vazquez - O volante mexicano, que há 18 meses jogava na Segunda Divisão de seu país tomou contra da frente da área de sua equipe, neutralizando as principais jogadas do Brasil, e ainda distribuiu muito bem o jogo, sendo um dos mais acionados em campo.

Matuidi - Um gol, várias projeções ao ataque levando o time à frente e proteção precisa no lado em tese mais fraco do time. O volante do PSG ratifica na Copa que é um dos melhores do mundo na posição.

Exibir foto

.

Ochoa, Benzema e Suárez foram excepcionais

Cuadrado - O ala colombiano deu um calor no lado esquerdo da defesa marfinense, praticamente imparável no mano-a-mano. Criou muitas jogadas e deu mais uma assistência na Copa, sua terceira, para o gol de James Rodriguez.

Aranguiz - A mudança tática no Chile foi benéfica para ele, que ganhou mais liberdade. Ditou o ritmo do time, acelerando quando era para acelerar e cadenciando também. Fez um gol e deu o passe para outro.

Benzema - Melhor jogador da Copa até aqui, considerando as duas rodadas, fez um gol, deu o passes para outros dois e armou o time jogando com mais liberdade, graças à presença de Giroud dentro da área. Poderia ter saído do campo com três gols, já que perdeu um pênalti e o árbitro terminou o jogo antes da conclusão dele no que seria sexto gol da França...

Suárez - Uma atuação histórica, sem uma perna, para manter seu time vivo. Falei muito sobre Suárez, o melhor da rodada, no post do jogo.

Técnico: Carlos Queiroz - Por um detalhe mais a capacidade de decidir de Messi, nos acréscimos, não conseguiu o empate histórico do Irã com a Argentina. Armou um time muito organizado atrás, que se dedicou e fechou todas as tentativas do adversário, mas com soluções ofensivas claras e bem definidas. Merece a indicação.

Foram considerados para a seleção: Enyeama, Keylon Navas, Thiago Silva, Kompany, Zapata, Oscar Duarte, Evra, Bryan Ruiz, Álvaro Pereira, Mandzukic, Robben, Bresciano, Rooney, Enner Valencia, Jones, Messi, Klose, Dejagah, Andre Ayew, Feghouli, Slimani.

https://br.esporteinterativo.yahoo.com/blogs/blog-vitor-sergio/seleção-da-segunda-rodada-da-copa-mundo-035828774.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário