quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

O caso de Jericoacoara continua rendendo

A iniciativa do governo federal de adotar uma Parceria Público-Privada para gerir o Parque Nacional de Jericoacoara (Litoral Oeste) continua rendendo. O presidente do Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente (Conpam), Bruno Menezes (foto), vai teve encontro em Brasília, com a cúpula do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade, que responde pelo parque.

“Nós vamos nos inteirar dessa PPP, porque, embora o parque seja federal, tudo o que o envolve essa área, gera impactos para o Estado”, observa Menezes antes do encontro. Para ele, é preciso “maior transparência no debate” em torno do que se planeja para Jericoacoara. Ele considera fundamental um debate mais amplo, envolvendo vários setores e não se restringindo à comunidade de Jijoca de Jericoacoara. Pelo que se propõe nessa PPP, o parque seria gerido por uma empresa privada, ganhadora de concorrência, tendo direito a cobrar pela entrada e investir em hotéis e restaurantes. De fato, exige-se maior explanação.

PARQUE É NOSSO

O deputado federal Raimundo Gomes (PSDB) cobra do MPF que acompanhe discussões sobre uma Parceria Público-Privada que o governo federal quer lançar para gerir o Parque Nacional de Jericoacoara. 

PARQUE É NOSSO 2

Embora seja projeto nacional, o vereador João Alfredo (Psol) espera que o MPF entre no caso dessa PPP para gerir o Parque Nacional de Jericoacoara.

O Povo

Por Jhônata Adams Mendes Silva

Leia mais no site do autor deste artigo: http://www.oacarau.com/#ixzz2tr8rvnDI

Nenhum comentário:

Postar um comentário