segunda-feira, 19 de abril de 2010

Serra propõe ministério para deficientes físicos

O pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra, prometeu ontem em São Paulo que criará um ministério extraordinário do deficiente físico. "Se eu merecer a confiança do povo brasileiro, vou fazer isso", disse o tucano durante visita a uma feira de produtos voltados para pessoas com deficiência. Esta foi a primeira promessa de campanha desde o lançamento da candidatura do tucano na convenção do PSDB, no dia 10.

Calcula-se que, no Brasil, aproximadamente 15% da população tenha algum tipo de deficiência - são quase 30 milhões de pessoas diretamente interessadas no assunto, sem contar familiares e amigos de deficientes.

O assunto é tema de novela e o mercado para produtos e serviços voltados para a reabilitação movimenta cerca de R$ 1,5 bilhão no país.

Em seu passeio pela feira, Serra abraçou e beijou paraplégicos, portadores de síndrome de Down e de paralisia cerebral, deficientes auditivos e visuais. Com um grupo de mulheres surdas, o pré-candidato apresentou-se, falando pausadamente "Meu-no-me-é-Ser-ra", enquanto fazia com as mãos a mímica de um serrote em ação. O candidato fez questão de mandar beijos na Língua Brasileira de Sinais (Libras) - mão na altura do coração e depois junto à boca.

Também houve reivindicações dos deficientes físicos na ocasião da visita do ex-governador de São Paulo ao evento. Uma delas foi a de Miguel Franchin Neto, 64, aposentado, que pediu isenção de IPVA para carros adaptados a deficientes físicos. O pré-candidato tucano à presidência da República disse que vai "pensar na ideia".

A criação de ministérios contraria a tradição tucana de defesa de estruturas enxutas de governo, com um número menor de pastas. O candidato disse que o novo ministério com foco nos deficientes físicos servirá para mobilizar o país em torno da inclusão dessas pessoas. "Não há uma política nacional do deficiente físico, ativa, intensa e ampla", criticou Serra.

Atualmente, o órgão responsável pelo assunto em nível federal é a Subsecretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência. (DN).

Nenhum comentário:

Postar um comentário