sexta-feira, 23 de abril de 2010

Serra defende Bolsa Família

O pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra, garantiu ontem, em Natal (RN), que é favorável ao Bolsa Família, tanto que pretende aumentar o número de beneficiados.

Também ontem, sua principal adversária na sucessão presidencial, Dilma Rousseff (PT), disse que o PSDB ``já defendeu o fim da Bolsa Família e acha que o programa é contraditório com a geração de empregos``. Ela deu a declaração em entrevista à Rádio 730 de Goiás, ao ser questionada sobre sua relação com o senador Marconi Perillo (PSDB) candidato ao governo local.

"Tenho uma relação republicana com o senador, não tenho nenhuma restrição pessoal ao atual senador, agora tenho um projeto distinto ao dele. No meu projeto, eu acho que o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) é fundamental, nós estamos fazendo obras importantíssimas. Eu acredito que a posição do senador é de um partido que já defendeu o fim da Bolsa Família, que acha que é contraditório com a geração de emprego e nós não achamos. As pessoas têm direito ao Bolsa Família, não é que o governo quer dar``, afirmou Dilma.

Apesar da defesa do Bolsa Família, Serra, durante almoço com empresários em Natal (RN), criticou o Governo Federal, citando as obras de infraestrutura inconclusas no Estado. Ele atacou ainda a política de comércio exterior do Governo, que classificou de pouco agressiva.

Ele ainda se utilizou de sua experiência à frente do Ministério da Saúde, durante o governo Fernando Henrique Cardoso, para defender uma política mais eficiente de incentivo aos medicamentos genéricos. Ele disse que essa será uma das propostas do seu plano de governo. ``Vamos turbinar de novo os remédios, eles precisam ser turbinados porque é um produto que barateia e é de boa qualidade. Teremos uma cesta de remédios gratuitos próximo a 80 medicamentos, que são distribuídos através dos municípios. Essa é uma questão do acesso aos medicamentos``, afirmou.(O Povo).

Nenhum comentário:

Postar um comentário