segunda-feira, 26 de abril de 2010

Dilma rebate Ciro e se defende

A pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, afirmou ontem que tem todas as credenciais para disputar a sucessão nacional. Ela listou os cargos que já ocupou no governo ao comentar críticas do deputado Ciro Gomes (PSB-CE). Na semana passada, Ciro disse que o pré-candidato José Serra (PSDB) era mais preparado porque já foi governador, prefeito e ministro.

"Eu respeito, tenho admiração, tenho amizade pelo Ciro Gomes. A opinião dele é opinião dele. No que se refere à posição do Ciro Gomes, não tenho o que comentar. (...) Da minha parte acho que tenho todas as credenciais para ser candidata à Presidência``, disse.

Dilma concedeu entrevista durante o encontro estadual do PT, na quadra da Portela, na zona norte do Rio de Janeiro. Ela lembrou que já foi secretária de Fazenda de Porto Alegre, secretária das Minas e Energia do Rio Grande do Sul, ministra de Minas e Energia e ministra da Casa Civil.

Além de listar os cargos já ocupados, Dilma disse que participou de todas as grandes lutas políticas do País, como a resistência à ditadura, as Diretas, o movimento pela Anistia e o ressurgimento da democracia.

"Tenho militado no PDT por um tempo e agora nos últimos 12 anos, 10 anos no PT. Então eu tenho a minha experiência política. Dirigi a Casa Civil e lá coordenei os programas de governo do presidente Lula. É assim que vou me apresentar``, afirmou.

Sobre quem apoiará no Rio, Dilma disse que o palanque do governador Sérgio Cabral (PMDB) é o único do PT no Estado. Sobre a possibilidade de subir no palanque do pré-candidato a governador Anthony Garotinho (PR), Dilma disse que ``no que se refere a outros palanques, a coordenação da minha campanha e todos os partidos da base aliada vão decidir as condições, se vai haver algum outro palanque``.(O Povo).

Nenhum comentário:

Postar um comentário