quarta-feira, 15 de abril de 2009

Sobral será beneficiada com o Projeto "Minha Casa, minha Vida".

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta segunda-feira, 13, o início das operações do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida, que tem a pretensão de construir um milhão de casas. Segundo a Caixa, o investimento total estimado para o programa é da ordem de R$ 60 bilhões, sendo R$ 34 bilhões em subsídios. Veja o detalhamento das ações divulgadas pela Caixa:Investimentos
- A Caixa prevê aplicar R$ 27 bilhões em financiamentos habitacionais em 2009. Esse valor inclui também a expansão de empréstimos por meio do programa Minha Casa, Minha Vida.
Emprego
- A implantação do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida deverá gerar 3,5 milhões de empregos formais nos próximos três anos, sendo 800 mil em 2009, 1,6 milhão em 2010 e 1,1 milhão em 2011.
Prazo
- A Caixa afirmou ter reduzido em 75 dias o prazo máximo de análise para aprovação das propostas dos empreendimentos habitacionais. O período de análise anteriormente levava cerca de 120 dias e agora levará no máximo 45 dias, dependendo da modalidade dentro do Programa Minha Casa, Minha Vida.
Construcard
A Caixa anunciou também a flexibilização do programa Construcard, que financia a compra de materiais de construção, com aumento de prazos de pagamento e dispensa da garantia.- Na carona da entrada em operação do programa Minha Casa, Minha Vida, a Caixa ampliou o prazo de amortização de 96 meses para 120 meses, e permitindo a inclusão de até 15% dos custos de mão de obra no valor financiado.A lista das cidades beneficiadas pelo programa Minha Casa Minha Vida está na página da Caixa Econômica Federal na Internet. No total, 428 municípios brasileiros serão contemplados pelo programa habitacional do Governo Federal. No Ceará, 17 municípios receberão investimentos:
Aquiraz, Caucaia, Chorozinho, Crato, Eusébio, Fortaleza, Guaiúba, Horizonte, Itaitinga, Itapipoca, Juazeiro do Norte, Maracanaú, Maranguape, Pacajus, Pacatuba, São Gonçalo do Amarante e Sobral ( Agência Estado).

Por Wilson Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário