quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Dilma anuncia recursos para restaurar monumentos em cidades históricas

 

image_large

Em São João del-Rei (MG), a presidenta Dilma Rousseff anunciou ontem R$ 1,6 bilhão do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para restauração de monumentos históricos em 44 cidades de 20 estados. Ainda serão disponibilizados outros R$ 300 milhões para financiamento de reformas em propriedades privadas. Para a presidenta, esses locais são parte do cenário em que foi forjada a identidade do Brasil.
“Ainda vive e pulsa nessas cidades, parte do cenário em que foi forjada nossa identidade como povo e como nação. Onde nós aprendemos o sentido da liberdade, o sentido do desenvolvimento, da soberania e da justiça social. (…) Conhecer, preservar e respeitar esse passado é requisito para construirmos um futuro como nação democrática”, afirmou Dilma.
A deputada Margarida Salomão (PT-MG) elogiou a medida. “Isso demonstra o compromisso da presidenta com nosso País. Ao mesmo tempo em que garante 112 bilhões de reais a mais para investimento em educação e saúde, com recursos do pré-sal, o governo investe em algo tão essencial para um povo, como a preservação de sua memória e de sua cultura”, disse.
Segundo o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o PAC Cidades Históricas privilegiará a recuperação de edificações destinadas a atividades que favoreçam a vitalidade dos sítios históricos. Entre as 425 obras, 115 serão em imóveis que abrigam equipamentos culturais, como teatros, cinemas e bibliotecas, além de 39 museus cujos edifícios também serão recuperados pelo Programa.

Da liderança do PT na Câmara

Nenhum comentário:

Postar um comentário