segunda-feira, 29 de março de 2010

PT sinaliza apoio, mas impõe condições a Cid

O diretório estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) confirmou a disposição de apoiar a candidatura do governador Cid Gomes à reeleição. Decisão nesse sentido foi tomada em reunião realizada sábado, na sede do Sindicato dos Bancários. O partido, entretanto, sinaliza com algumas condições.

A resolução aprovada defende, por exemplo, a manutenção da vaga de candidato a vice-governador, e o nome do deputado federal José Pimentel como um dos candidatos ao Senado; e manifestando apoio ao deputado Eunício Oliveira (PMDB) como candidato a outra vaga de senador que estará em disputa.

Nessa resolução, que será apreciada no encontro estadual, marcado para 10 de abril, o PT cearense também impõe o afastamento de qualquer tipo de aliança, formal ou informal, com o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).

Embora o nome de José Pimentel já tenha sido aprovado como pré-candidato ao Senado, o nome do candidato a vice-governador deverá ser aprovado somente no congresso estadual que acontecerá no dia 29 de maio. No momento, postulam à vaga o atual vice-governador, Francisco Pinheiro; o secretário estadual de cidades, Joaquim Cartaxo e; o secretário de articulação política da prefeitura de Fortaleza, Waldemir Catanho.

A proposta de resolução foi apresentada pelo segundo vice-presidente, Antônio Carlos de Freitas. Apenas um dos membros do diretório, Aila Marques, votou contra a manutenção da coligação com o Partido Socialista Brasileiro (PSB) para apoiar a reeleição do governador. Quanto às demais sugestões a aprovação foi por unanimidade. Dos 56 membros do diretório estadual 48 compareceram. (DN).

Nenhum comentário:

Postar um comentário